A rotina corrida e exigente muitas vezes acaba desmotivando as pessoas e até dificultando a sua aprendizagem. No entanto, a tecnologia trouxe uma série de facilidades para resolver problemas como estes: conheça agora a gamificação da vida e transforme o seu dia a dia!

O que é e como funciona a Gamificação da Vida?

Quando entramos em uma rotina corrida e com muitos compromissos é normal que algumas questões importantes acabem sendo deixadas de lado: saúde; aprimoramento pessoal; educação… até mesmo o contato com os amigos e familiares é adiado para outro dia, outro mês, outro ano. 

Porém, muitas vezes essa conduta, além do estresse da rotina, podem reduzir a nossa motivação e nos privar de momentos felizes e de conquistas que poderiam gerar frutos positivos no futuro. E estas situações acabam afetando negativamente a vida pessoal, social e profissional. 

Para solucionar esse ciclo vicioso é necessário mudança — de hábitos, mentalidade e prioridades —, tudo para encontrar um equilíbrio entre a rotina e atividades prazerosas ou desejos/hobbies fora das obrigações cotidianas.

Felizmente, existem algumas estratégias e ferramentas que podem ajudar a alcançar essa difícil balança, contribuindo para motivar a realização de ações importantes tanto para a vida pessoal, quanto profissional. E uma dessas soluções é a gamificação.

Essa metodologia, ainda mais após 2010, vem se tornando tendência no mundo todo. Ela está sendo adotada nos mais variados contextos, como nas áreas da saúde, política, marketing, empresas e educação, gerando resultados impressionantes. 

Mas, o que tudo isso tem a ver com sua vida? A gamificação é uma estratégia que usa elementos comuns aos jogos em contextos que não tem como finalidade apenas entretenimento. 

Imagine participar de uma dinâmica com storytelling, missões e recompensas (simbólicas ou tangíveis) que incentive a realização de atividades ou a mudança de comportamentos, tudo gerando consequências positivas em sua rotina: isso é gamificação!

Essa estratégia vem ajudando pessoas a adotarem hábitos mais saudáveis e até mesmo melhorarem sua qualificação profissional, oferecendo uma experiência imersiva e interativa para motivar essa mudança em suas vidas. 

Os jogos são atividades que naturalmente despertam a motivação dos seres humanos: a gamificação usa os mesmos elementos para ajudar os usuários a completar tarefas que nem sempre são as mais empolgantes — como realizar um treinamento corporativo, fazer exercícios físicos, aprender matemática… são várias as possibilidades de uso dessa metodologia na vida das pessoas. 

Porém, algumas das áreas mais beneficiadas pela adoção da gamificação são a motivação e aprendizagem, com a gamificação ajudando a melhorar o ânimo e disposição para realizar tarefas, como estudar — seja no ensino formal ou empresarial. 

Parece algo distante da sua rotina? Nada disso! A gamificação já está transformando a vida de muitos na prática. 

Como Gamificar sua Vida

A gamificação pode ajudar as pessoas a realizarem atividades que nem sempre são as mais prazerosas, mas que irão gerar benefícios mais tarde. É possível aumentar a motivação para fazer tarefas no dia a dia, melhorando a produtividade e ânimo mesmo na correria da rotina. 

Todas essas características vem sendo adotada em diversas situações, que fazem parte da vida das pessoas. 

Saúde

Algumas empresas notaram o poder motivacional da gamificação e resolveram usá-la como base em soluções voltadas a área da saúde. A Nike, por exemplo, desenvolveu um aplicativo para estimular a prática da corrida em seus clientes, inclusive influenciando esse exercício para seu círculo social. 

Mas a gamificação também pode ajudar na saúde mental. Um exemplo é o SuperBetter, um jogo que vem ajudando a aliviar o sofrimento de pessoas com dores crônicas, câncer, depressão e até doenças terminais, motivando os usuários a realizarem atividades que vão melhorar suas vidas. 

O jogo nasceu da experiência da própria criadora, Jane McGonigal, que teve depressão após não ter sarado corretamente de uma concussão. O RPG que criou para si foi um grande auxílio para atravessar este período difícil, transformando em inimigos todos os elementos que prejudicavam sua recuperação, seus familiares em aliados e pequenas ações que lhe fariam bem em bônus no jogo. 

Este pode não ser o seu caso: no entanto os exemplos mostram claramente como a gamificação pode contribuir para a adoção de uma rotina mais saudável — tanto cuidando do físico quanto o mental —, e a mesma ideia pode ser aplicada no dia a dia.  

Educação

Outro exemplo famoso de gamificação é na área da educação: o Duolingo é um aplicativo de ensino de línguas que usa elementos de jogos para motivar os usuários a aprender. O conhecido pássaro verde vem ajudando mais de 300 milhões de pessoas a aprenderem desde inglês a klingon. 

A mesma lógica vem sendo usada em outras disciplinas e com estudantes das mais variadas faixas etárias, ajudando no ensino de matemática, história e até mesmo programação

Além de motivar, o uso da gamificação na educação também traz outra vantagem: os elementos lúdicos contribuem para a fixação dos conhecimentos, ao associar as informações a estímulos positivos, favorecendo sua retenção. 

Desta forma, a dinâmica gamificada pode oferecer uma experiência engajadora e eficiente de aprendizagem. 

Capacitação profissional 

Os mesmos benefícios da gamificação no aprendizado também servem para a educação empresarial, ajudando a motivar profissionais e colaboradores a se manterem atualizados em suas áreas de atuação. 

Empresas no mundo todo já descobriram as vantagens de se adotar essa estratégia para melhorar os resultados de processos como treinamento corporativo e o programa de integração de novos funcionários, tornando essas ações mais interativas e, desta forma, aumentando o engajamento dos participantes e seu aprendizado. 

Além disso, a gamificação também pode ser adotada nas atividades de desenvolvimento de habilidades subjetivas no colaboradores, como trabalho em equipe e empatia, que influenciam no dia a dia corporativo. Essas competências vão fazer a diferença na dinâmica interna, inclusive contribuindo para reduzir problemas no clima e relacionamentos entre colegas. 

Assim, a gamificação consegue melhorar os resultados das estratégias de aprimoramento — seja técnico ou social — dos colaboradores, tornando as atividades mais engajadoras e marcantes. 

A gamificação ainda pode ser adotada para motivar os profissionais e colaboradores a realizarem suas tarefas cotidianas, transformando a rotina em algo mais amigável e produtivo. 

Quer saber mais sobre o que esta metodologia pode fazer por sua vida profissional e empresa? Converse conosco e descubra como a gamificação pode transformar a sua realidade!