Existe uma série de vantagens em se adotar a gamificação no processo de aprendizagem — seja de crianças, jovens ou adultos; no ensino formal ou empresarial. Essa estratégia pode ajudar a melhorar os resultados educacionais ao oferecer uma experiência imersiva e interativa de aprendizado.

Confira neste artigo 5 benefícios que sua empresa ou instituição de ensino podem ter ao adotar a gamificação no processo de aprendizagem. 

O que é Gamificação?

Em resumo, gamificação é uma estratégia que aplica elementos, lógica e design comuns aos jogos em contextos que não tem finalidade de entretenimento. Recursos como storytelling, avatares e pontuação são usados para motivar as pessoas a realizarem determinadas ações e até a mudarem certos comportamentos, usando o lúdico para gerar resultados positivos concretos na vida dos participantes. 

A gamificação oferece uma experiência imersiva e interativa aos usuários, aumentando seu engajamento nas atividades propostas e, assim, melhorando a eficiência das estratégias adotadas por empresas, instituições de ensino e outras entidades. 

Diversas áreas, como saúde, política, segurança, marketing, negócios e educação, estão se aproveitando dessa metodologia para alcançar seus objetivos de uma forma mais engajadora ao público. 

No caso da educação, é possível usar a gamificação tanto no contexto empresarial — em treinamentos, onboarding e outras estratégias — como no ensino formal. Essa metodologia é democrática, podendo ser aplicada em temas diferentes e nas mais variadas faixas etárias. 

Mas, esta não é a única vantagem de se investir na gamificação na educação. 

5 Benefícios da Gamificação no Processo de Aprendizagem

Adotar a gamificação no ensino é uma ótima forma de torná-lo mais engajador, oferecendo uma opção ativa de aprendizado e, no caso da versão eletrônica, uma metodologia moderna ideal para os tempos atuais. 

Quer saber mais sobre essa ferramenta? Conheça 5 benefícios de se adotar a gamificação no processo de aprendizagem na sua empresa ou instituição de ensino.

1- Aumento da motivação

Existem teorias sobre o poder de motivação que os jogos naturalmente tem sobre os seres humanos. A verdade é que, independentemente da idade, as pessoas são atraídas por este tipo de atividade: quem nunca passou mais tempo do que deveria jogando? 

Sendo assim, usar a gamificação é uma forma de atrair a atenção e despertar a motivação dos estudantes ao aliar uma atividade prazerosa com uma tarefa muitas vezes considerada obrigatória e monótona.

Independentemente do tema e da idade, os participantes terão mais vontade de estudar e de permanecer na dinâmica, ainda mais quando a estratégia usa elementos de recompensas — como pontuação, medalhões e bônus — que incentivam o progresso na missão/aprendizado. 

2- Despertar o engajamento

Além da motivação, outro termo que sempre aparece quando falamos de gamificação é o engajamento. Essa metodologia é capaz de não só atrair a atenção das pessoas, como fazê-las se envolverem completamente pela dinâmica.

O que isso significa para a educação? Os estudantes irão aprender mais ao se dedicarem com maior empenho aos ensinamentos e tendo maior vontade de realizar suas tarefas. O uso de uma metodologia ativa ajuda a reduzir a desatenção, os índices de abstenção e até de desistência nas atividades e educação. 

3- Fortalecimento dos conhecimentos

Tudo que é associado a estímulos positivos costuma ser mais facilmente gravado na memória das pessoas. E o mesmo acontece com a gamificação: os elementos lúdicos e interativos contribuem para a melhor fixação dos conteúdos na mente dos estudantes, ajudando assim na sua busca por conhecimento e no aprimoramento do seu rendimento educacional. 

Desta forma, usar a gamificação ajuda a fortalecer os conhecimentos, trazendo uma experiência mais prática para solidificar os conteúdos mais teóricos.

4- Desenvolvimento de habilidades sociais

Além da educação mais técnica, a gamificação pode ajudar a melhorar o desenvolvimento das chamadas soft skills — habilidades sociais que fazem a diferença na vida pessoal e profissional de todos. 

Os jogos tem muito a ensinar a respeito de qualidades importantes como trabalho em equipe, proatividade, autonomia, resiliência, raciocínio lógico e a lidar com erros e fracassos. Todas essas competências são valiosas, seja para estudantes, colaboradores e outros públicos em que a metodologia for aplicada. 

Outro ponto interessante nesse sentido é que a gamificação traz uma dinâmica que aceita o erro: isso significa que os participantes são incentivados a arriscarem e, a partir das suas tentativas, construírem o seu conhecimento. Somente nessa postura ativa (e sem inibições) é possível melhorar e chegar às inovações — e esse caminho passa pelas falhas. 

Assim, a gamificação é uma estratégia completa, contribuindo para uma formação técnica e social dos participantes.

5- Uso de dados

No caso das plataformas eletrônicas, a gamificação ainda oferece mais uma vantagem: gerar relatórios detalhados do desempenho dos estudantes nas atividades. Essa informação é fundamental para o controle dos responsáveis pela estratégia (como instrutores, professores, equipe pedagógica, RH, e outros), ajudando-os a identificarem os pontos que precisam ser melhorados na dinâmica e quais estão dando certo. 

Assim é possível fazer um aprimoramento contínuo da ação, conseguindo ter resultados cada vez melhores e engajando mais os estudantes. E tudo isso é feito de forma prática e ágil, facilitando a vida dos responsáveis pela estratégia. 

Adote a Gamificação no Processo de Aprendizagem

Como vimos, a gamificação pode trazer diversos benefícios para a educação — seja formal ou empresarial, independentemente da idade dos estudantes. Ela ajuda a tornar a experiência de ensino mais engajadora, fortalecendo os conhecimentos e gerando resultados positivos. 

Porém, assim como toda estratégia, é importante fazer um bom planejamento antes de adotar esta metodologia: é necessário conhecer o perfil do público-alvo; definir as metas da ação; estabelecer as métricas; desenvolver o projeto e acompanhar todo processo e resultados gerados.

Assim é possível melhorar os processos de aprendizagem da sua empresa ou instituição de ensino, alcançando os objetivos da estratégia. 

Além de tudo isso, é preciso contar com um parceiro especializado no assunto para desenvolver uma plataforma que seja realmente engajadora para o público-alvo e que atinja os resultados desejados. E nós do Ludos Pro podemos fazer isso por você! Conheça nosso trabalho e descubra como a gamificação irá transformar os processos de aprendizagem na sua empresa ou instituição de ensino.