O gerenciamento de projetos é uma tendência no mundo corporativo, ajudando as empresas a terem uma postura mais competitiva no mercado. Porém, é possível abraçar ainda mais a inovação nessa dinâmica ao adotar algumas ideias de gamificação nesse processo. 

Neste artigo iremos explicar sobre o gerenciamento de projetos na atualidade, mostrando algumas ideias de gamificação que podem ser aplicadas nessa situação para obter ainda mais resultados. 

A importância do Gerenciamento de Projetos

A inovação está em alta: organizações que investem em mudanças, sejam pequenas ou estruturais, estão conseguindo maior destaque no mercado ao oferecer produtos e serviços que encantem os clientes, ao otimizar processos internos e melhorar a experiência tanto do público interno, quanto externo.

Nessa dinâmica, a gestão de projetos pode contribuir para desenvolver novas ideias dentro da empresa que irão impactar sua realidade de forma positiva. Ao aproveitar os talentos internos é possível pensar em estratégias inovadoras em diversas áreas da organização e, desta forma, melhorar seus resultados.  

Alguns acabam confundindo um projeto com processo, por isso nunca deixa de ser relevante marcar suas diferenças: o segundo é algo rotineiro, enquanto o outro é uma ação temporária, com objetivos específicos e recursos e prazos definidos, uma ação pontual e altamente transformadora. 

Desta forma, é possível dividir os projetos em 5 etapas:

  • Início: quando nasce a ideia ou um desafio é lançado;
  • Organização e preparação: o planejamento das ações;
  • Execução: momento de tirar as ideias do papel;
  • Monitoramento e controle: acompanhamento do projeto, identificando pontos de melhoria e os que estão dando respostas positivas;
  • Encerramento: avaliação dos resultados, compreendendo as dificuldades enfrentadas e verificando possibilidades de ações futuras, que gerarão novos projetos.

O gerenciamento de projetos é uma área que ganhou bastante destaque nas últimas décadas. Métodos como o agile e scrum, além de siglas como PMI, PMO e PMBOK, passaram a povoar a cabeça de gestores, promovendo uma série de mudanças e até mesmo garantindo profissionais específicos para implementar esses conceitos nas organizações. 

No entanto, nem sempre os colaboradores estão motivados a participar dos projetos paralelamente a lidar com suas tarefas cotidianas. Toda ação demanda esforços e mudanças na rotina da equipe, o que pode prejudicar seu envolvimento com a iniciativa. 

Isso se intensifica quando lembramos que as gerações que começam a ser maioria nas empresas não têm o mesmo comportamento e expectativas de seus antecessores. Nunca antes questões como motivação e engajamento se fizeram tão necessárias e caras às organizações: o que exige uma mudança na relação com os colaboradores, até mesmo implementando estratégias inovadoras no dia a dia.

Nesse sentido, a gamificação é uma tendência mundial que vem trazendo resultados positivos em diversos processos empresariais, inclusive no gerenciamento de projetos. Essa estratégia pode ajudar a motivar e engajar os profissionais da organização, melhorando sua produtividade e relacionamento com a instituição. 

O que é Gamificação?

Em resumo, é uma estratégia que usa elementos comuns aos jogos em contextos que não se resumem ao entretenimento, como saúde, educação e negócios. Recursos lúdicos são aplicados em uma dinâmica que motiva os participantes a realizarem determinadas tarefas e até a mudar certos comportamentos. 

A gamificação pode ser uma excelente estratégia para as empresas engajarem seus públicos em atividades como lançamento de produtos e serviços, recrutamento e seleção, treinamento corporativo, onboarding de novos funcionários, comunicação interna, tarefas cotidianas e projetos. 

Oferecendo uma experiência imersiva e interativa, a gamificação ajuda a melhorar os resultados das ações ao torná-las mais divertidas, quebrando assim a monotonia e peso da obrigação. No caso das gerações mais novas, como Y e Z, a adoção dessa metodologia tem a vantagem de trazer a dinâmica familiar dos jogos no contexto do trabalho. 

Os elementos lúdicos conseguem naturalmente despertar a motivação e chamar a atenção das pessoas. Para as gerações que estão prestes a dominar o mercado de trabalho, essa atividade não é apenas brincadeira, sim um hábito — bastante valorizado no seu dia a dia. 

E por que não usar essas características nas empresas, em especial para incentivar a criatividade e inovação nos projetos internos? A gamificação pode contribuir para motivar os colaboradores nas ações, extraindo o seu melhor para trazer mais resultados à organização. 

Ideias de Gamificação no Gerenciamento de Projetos

Adotar a gamificação na gestão de projetos pode ser uma ótima forma de tornar essa dinâmica mais engajadora, conseguindo despertar o melhor de cada funcionário envolvido com a ação. 

Existem diversas maneiras de se implementar essa estratégia e, para ajudar, trouxemos algumas ideias para gamificar a gestão de projetos. 

1- Defina as missões

Ao iniciar o projeto, tente imaginá-lo como um grande jogo: cada etapa é uma missão que deve ser cumprida, com seus objetivos e metas definidas.

Uma ideia para tornar esse processo imersivo é usar as técnicas de storytelling, ou seja, desenvolver uma história envolvendo a situação e que engaje os colaboradores na atividade. 

2- Use simulações

O storytelling e a dinâmica de jogos podem ser adotadas em uma simulação, que se baseie em situações reais. Isso ajuda os colaboradores a exercitarem a criatividade e inovação, pensando em novas formas de resolver os problemas — mas sem a pressão da realidade para inibir suas ideias. 

3- Defina chefões e obstáculos

Todo jogo tem seu antagonista e barreiras que impedem o personagem principal de alcançar seu objetivo: quais são os do seu projeto? Esse elementos ajudam a recriar a dinâmica de jogos na atividade, motivando as ações dos participantes para atingir sua meta. 

4- Defina recompensas

Um dos recursos que mais funciona nos jogos é a recompensa. Toda vez que o colaborador realizar uma tarefa corretamente, ele recebe um incentivo — que pode ser em forma de pontos, bônus, medalhões, conquistas, itens exclusivos na dinâmica, ou até tangíveis, como brindes, descontos em empresas parceiras, entre outras ideias. 

A recompensa é um grande fator motivacional em qualquer situação, e pode fazer a diferença para engajar os colaboradores nos projetos. 

5- Conte com parceiros especializados

Uma ótima forma de adotar a gamificação no gerenciamento de projetos é contar com a ajuda de uma empresa especializada. Esse parceiro poderá identificar com maior assertividade os objetivos da ação, o perfil do colaboradores e os elementos mais efetivos para dinâmica, desenvolvendo e implementando uma estratégia verdadeiramente eficiente. 

Quer usar o melhor da gamificação na sua empresa? Conheça o Ludos Pro e engaje seus colaboradores nas estratégias!