Como a Realidade Virtual Potencializa a Gamificação

01 fev 2024

Unir realidade virtual e gamificação pode ser uma excelente opção para potencializar as duas estratégias e gerar mais resultados para diversas ações de uma empresa — especialmente as de educação corporativa. 

Oferecer experiências imersivas e interativas aos colaboradores ajuda a aumentar seu engajamento e aproveitamento nas atividades, consequentemente melhorando os impactos de ações como treinamento empresarial e desenvolvimento de pessoas, por exemplo. 

A Symbiose de Duas Tecnologias 

Adotar mais de uma metodologia e tecnologia nas estratégias e processos de uma empresa ajuda a aumentar os resultados das ações — um método pode potencializar as vantagens do outro ou até mesmo superar algumas de suas lacunas.

No caso da educação corporativa, usar variados recursos permite enriquecer o ensino, oferecendo estímulos diferentes para fortalecer a aprendizagem e o engajamento dos funcionários nas atividades. 

Experiências Imersivas para o Aprendizado

Muitas empresas investem em metodologias tradicionais nas suas estratégias de educação corporativa. No entanto, apostar apenas no estilo expositivo pode acabar afastando alguns colaboradores ou prejudicando de certa forma a aprendizagem de todos por oferecer apenas um modelo de ensino, ainda mais um que proporciona uma experiência mais passiva de aprendizado. 

Investir também em métodos mais ativos, inclusive imersivos, contribui então para oferecer uma atividade mais engajadora, rica e eficiente de aprendizagem. Em vez de apenas escutar, os funcionários participarão da dinâmica com maior entusiasmo, aproveitando assim mais os conteúdos, materiais e ensinamentos ao longo da ação. 

E uma das metodologias mais reconhecidas pela sua capacidade de imersão do público-alvo é a realidade virtual. 

A Realidade Virtual no Treinamento Corporativo

As organizações já estão adotando a realidade virtual em estratégias como a educação empresarial há um tempo, proporcionando experiências em 3D de ensino e tarefas interativas. Nessas ações, os participantes usam óculos e dispositivos especiais para acessar os materiais de forma ativa, explorando a solução desenvolvida e suas possibilidades. 

Inclusive algumas companhias aplicam a metodologia em ações especiais, como o treinamento de segurança no trabalho, por exemplo, para reduzir alguns riscos das atividades sem deixar de oferecer a capacitação necessária aos colaboradores. 

Mas, esse é apenas um exemplo do bom uso da RV nos treinamentos corporativos.

Casos de Sucesso e Benefícios

Há vários casos de organizações no mundo todo aproveitando os benefícios que a RV oferece à ações como a educação corporativa. 

Empresas que Transformaram a Aprendizagem com Realidade Virtual

Um bom exemplo é uma ação feita para o Itaú Personnalité. A marca precisava oferecer um treinamento especial para os gerentes de agências físicas e digitais em todo Brasil — por isso foi desenvolvido uma capacitação em realidade virtual, proporcionando uma narrativa imersiva nas rotinas do banco. 

Foi empregada na plataforma simulações de conversas com clientes, desafiando os profissionais a entenderem suas necessidades e expectativas em relação aos serviços da instituição. Assim, os gerentes tiveram acesso a treinamentos práticos e inovadores, não importando sua localidade geográfica ou temporal. Ou seja, em vez de reunir todos em um mesmo local, cada gestor pode aproveitar os materiais educativos em seu espaço e respeitando o seu ritmo de aprendizagem, otimizando desta forma os recursos e tempo de todos os envolvidos. 

Além do Itaú, companhias como GE Healthcare, Centauro, iFood e Ford também já implementaram treinamentos corporativos aplicando a RV — comprovando que segmentos distintos podem se aproveitar dessa metodologia em suas estratégias. 

Vantagens da Integração da Realidade Virtual na Gamificação

Se a RV já oferece uma experiência imersiva e inovadora de aprendizagem, uni-la a outras metodologias ajuda a fortalecer não só essas qualidades como também a cobrir algumas de suas lacunas e promover atividades ainda mais interativas e eficientes.

Uma das estratégias que mais combina com a realidade virtual é a gamificação: ela proporciona uma ação ainda mais interativa e engajadora para o público-alvo, usando recursos de jogos para motivar as pessoas a realizarem determinadas tarefas — aumentando assim a adesão e aproveitamento dos colaboradores nas atividades educativas. 

Os elementos lúdicos da gamificação também ajudam na fixação dos conhecimentos e experiências vividas nas ações, associando os ensinamentos à estímulos positivos. Desta forma, os funcionários terão mais facilidade ao aplicar o que aprenderam no seu dia a dia. 

Essa metodologia ainda pode ser usada para desenvolver habilidades sociais nos colaboradores, como liderança, espírito de equipe, competitividade saudável, criatividade, entre outras — que podem fazer toda a diferença na dinâmica e resultados da equipe. 

Além disso, as plataformas gamificadas costumam oferecer relatórios detalhados da performance dos participantes nas atividades, mostrando seu progresso na dinâmica e permitindo com que o RH e os gestores identifiquem com maior praticidade os pontos que precisam ser melhorados na estratégia. 

No fim das contas, adotar a gamificação em conjunto com a realidade virtual e outras metodologias na educação empresarial contribui para enriquecer os processos de aprendizagem dos funcionários, otimizar algumas operações e expandir as possibilidades na estratégia como um todo. 

Implementação e Desafios

Apesar de todos os benefícios e oportunidades no uso da realidade virtual (sozinha ou em conjunto com a gamificação, por exemplo), é preciso levar em consideração os desafios de se adotar uma nova tecnologia na empresa e nas demandas que a RV possui para sua adoção bem sucedida. 

Como Introduzir a Realidade Virtual em Programas de Gamificação

Primeiramente, é necessário se investir em planejamento: quais são os objetivos da ação? Que temas e abordagem serão usados? Como cada metodologia será aplicada? Como elas irão se complementar? Que mecanismos e ferramentas serão aproveitados nessa dinâmica?

Além disso, deve-se ter uma boa compreensão do perfil do público-alvo da estratégia para usar elementos que realmente vão despertar seu engajamento e não causar frustrações ou desinteresse. 

Desafios e Considerações Importantes

A adoção de qualquer novo método sempre gera desalinhamentos e demanda um período de transição para que tanto o público quanto os responsáveis se acostumem com as ferramentas e descubram todo o seu potencial. 

Mas, além de entender as particularidades e tecnologias envolvidas na RV, é importante saber mais sobre a gamificação — para ser capaz de equilibrar os elementos lúdicos com os objetivos da ação e obter mais resultados com ambas. 
Quer saber mais sobre essa estratégia? Acesse gratuitamente o Guia para Elaborar um Treinamento Online Gamificado e descubra como aproveitar o melhor dessa metodologia na educação corporativa da sua empresa!

Por que a união entre realidade virtual e gamificação é vantajosa para a educação corporativa?

A combinação oferece experiências imersivas e interativas que aumentam o engajamento dos colaboradores, melhorando o aproveitamento nas atividades de treinamento e desenvolvimento.

Como a realidade virtual está sendo aplicada em treinamentos corporativos?

Empresas estão utilizando a realidade virtual para proporcionar experiências em 3D de ensino e tarefas interativas, como no treinamento de segurança no trabalho, oferecendo simulações realistas e práticas.

Quais são as vantagens de integrar a realidade virtual à gamificação?

A integração fortalece experiências imersivas, aumenta o engajamento e permite o desenvolvimento de habilidades sociais dos colaboradores, além de fornecer relatórios detalhados de desempenho.

Banner-teste-gratis-artigo

Engaje. Incentive. Inspire.

  • Engajar times
  • Aumentar performances
  • Agilizar a aprendizagem
Mulher em ambiente gamificado se transformando em sereia

Nossas conquistas

  • Selo top 100 ranking open startups
  • Selo top 10 ranking edtechs
  • Selo Startup destaques liga insights edtechs
  • Selo watchlist company
  • Selo boostlab
  • Selo cubo Itaú
  • Selo GESAwards
  • Selo top 100 ranking open startups
  • Selo top 10 ranking edtechs
  • Selo Startup destaques liga insights edtechs
  • Selo watchlist company
  • Selo boostlab
  • Selo cubo Itaú
  • Selo GESAwards
Pular para o conteúdo