A motivação é o combustível que impulsiona seus colaboradores a realizarem seu melhor trabalho. Sem ela, os profissionais não conseguem manter a qualidade do serviço, não são produtivos como antes e até podem sair da organização! Existem algumas formas de se despertar essa energia na equipe e, uma delas, é promover algumas atividades engajadoras. Conheça agora 5 dinâmicas para empresas que são simples de serem aplicadas e dê um up na animação dos seus funcionários.

O que você vai ver neste artigo:

O que são as dinâmicas nas empresas?

o-que-sao-as-dinamicas

Muitas empresas e RHs tem ideias equivocadas a respeito das dinâmicas em grupo, não conhecendo o que são e qual sua importância nas estratégias, além de não saber aproveitar essa ferramenta em suas ações de gestão de pessoas. 

Em resumo, as dinâmicas são atividades especiais que atraem a atenção dos participantes e os ajudam a explorar determinadas habilidades ou comportamentos. Em vez de aplicar questionários ou treinamentos convencionais, o RH aproveita as características lúdicas e sociais de ações como essas para avaliar, motivar e engajar colaboradores e outros públicos da organização.  

Assim, as dinâmicas se tornaram ferramentas de gestão de pessoas importantes para as empresas — ou seja, não são apenas uma brincadeira divertida para quebrar o gelo, mas sim estratégias sérias que podem contribuir para melhorar a gestão de pessoas.

Quais são os objetivos da dinâmica de grupo?

dinamicas

Existem vários propósitos em se aplicar uma dinâmica de grupo em uma empresa. Primeiro, essa atividade pode ser usada para avaliar o comportamento e perfil de indivíduos, sejam dos colaboradores ou até candidatos a uma vaga de emprego. Por serem lúdicas e divertidas, as pessoas acabam se sentindo mais confortáveis para mostrar suas tendências naturais em ações como estas, em vez de se prenderem a moldes ou ao nervosismo do contexto. 

As dinâmicas de grupo também podem ser aplicadas para estimular a socialização e quebrar a rotina no trabalho. Recém-contratados ou equipes já formadas conseguem fortalecer os laços e aprender habilidades como colaboração e comunicação, ajudando a aumentar a sinergia e a extrair o melhor do departamento. 

Além disso, é possível trabalhar a cultura organizacional de forma mais engajadora por meio dessa ferramenta, facilitando a assimilação dos valores e comportamentos desejados — sejam nos recém-contratados ou funcionários de décadas.  

O desenvolvimento de pessoas é um dos maiores motivos para se aplicar uma dinâmica na empresa, contribuindo para estimular competências como criatividade, inovação e resolução de problemas nos funcionários. Cada tipo de atividade pode ajudar a despertar determinada habilidade nos profissionais que a empresa, seu departamento e equipe precisam. 

Porém, existe uma questão importante para negócios de todos os tipos e que também pode ser trabalhada por meio das dinâmicas: a motivação dos colaboradores. É possível fortalecer essa característica para melhorar a produtividade, qualidade do serviço e clima interno: afinal, profissionais desmotivados não se dedicam tanto como deveriam — além de serem mais propensos a sair da organização. 

No entanto, não basta adotar qualquer atividade lúdica e esperar resultados positivos e o aumento na motivação da equipe. Existem questões importantes a serem consideradas para extrair o melhor dessa metodologia. 

Como aplicar a dinâmica para as empresas?

dinamica-nas-empresas

É preciso ter cuidado ao se aplicar uma dinâmica de grupo na empresa para não se tornar apenas uma brincadeira ou, pior, um momento que desperte constrangimento nos participantes. 

Primeiro, assim como qualquer estratégia, é importante definir os objetivos da ação antes de mais nada. Deve-se identificar os problemas e situações que a dinâmica tem que influenciar, estabelecer metas e resultados a serem alcançados, assim como indicadores para acompanhar o desempenho da metodologia. 

Também é fundamental conhecer o público-alvo para montar atividades que sejam verdadeiramente engajadoras e atraentes, descobrindo seus interesses, preferências, hábitos, expectativas e perfil. 

Além disso, deve-se conhecer vários tipos de dinâmica para saber qual a mais indicada para atingir os objetivos, engajar o público e resolver os problemas da gestão de pessoas. 

Dinâmicas para empresas: como aplicar?

dinamicas-para-empresas

As dinâmicas são conhecidos instrumentos para se avaliar o comportamento humano, sendo adotadas especialmente em processos como recrutamento, para avaliar a postura de cada candidato e encontrar aquele que tem atitudes mais próximas ao exigido para a vaga.

Porém, essa estratégia pode ser usada em outros momentos, como para despertar a motivação dos colaboradores. As dinâmicas para empresas usadas nesse contexto permitem trabalhar conceitos como criatividade, resolução de problemas, proatividade, autoconfiança e relacionamento interpessoal – qualidades necessárias na maioria das organizações.

Além disso, as dinâmicas podem ajudar o RH a identificar determinados comportamentos nos funcionários e depois pensar em estratégias de desenvolvimento de pessoas para mudar as atitudes indesejadas ou estimular certas posturas.

Claro, é preciso investir em atividades que tenham um real objetivo, e não sejam apenas entretenimento – ou pior – perda de tempo ou causem vergonha alheia na equipe. Por isso a ação deve ser bem escolhida e planejada pelo RH.

PROFISSIONAIS-DO-FUTURO

 5 Dinâmicas para motivar os funcionários

Adotar atividades diferenciadas na sua empresa pode ser mais fácil do que você imagina. Jogos, brincadeiras, ações colaborativas e até mesmo as dinâmicas mais simples podem ajudar a quebrar o gelo, descontrair o ambiente e ensinar alguma coisa a todos.

Vamos conhecer algumas dinâmicas para empresas, com foco em despertar a motivação e outras qualidades na equipe?

1- Troca de segredos

Troca-de-segredos-1024x576

Essa atividade é bem simples: com papel e caneta distribuídos para os participantes, oriente-os a escrever algum problema de relacionamento que tem com os seus colegas, mas que teria vergonha de falar pessoalmente. Avise-os para tentar mudar sua letra e a dobrar cada pedaço da forma padrão, para evitar que o autor do “segredo” seja identificado.

Faça um sorteio com os papéis e peça para um participante vir e pegar um dos “segredos”. Essa pessoa deve ler o comentário em voz alta, tentar se colocar no lugar do colega que escreveu essa confissão (explicando-a como se tivesse sido o autor) e tentar propor uma solução para a questão.

Essa atividade busca despertar a empatia entre a equipe, a autoaceitação e a melhora no relacionamento entre os colaboradores. Enquanto cada um pega o papel e faz sua parte, não é permitido debates ou perguntas, para não tirar o foco da ação.

Após todos terem sua vez, deve-se fazer alguns questionamentos aos participantes: como se sentiram ao escrever seu “segredo”? Ou ao ler e se colocar na dificuldade do outro? Como foi escutar a visão do colega sobre sua confissão? Desta forma, amplia-se a reflexão em torno da atividade.

Nessa dinâmica, o RH deve estar atento ao comportamento dos participantes – ele estão levando a sério as confissões ou tirando sarro da dificuldade dos colegas? Isso ajuda a identificar comportamentos prejudiciais à equipe, que podem impactar negativamente a confiança e produtividade de alguns funcionários. Essas atitudes poderão ser corrigidas com estratégias específicas.

2- Campo Minado

CAMPO-MINADO-1024x576

Essa é uma atividade para duplas. Prepare uma sala formando um caminho com diversos obstáculos, usando cadeiras, mesas e outros objetos para ficarem no trajeto.

Um dos participantes deve ser o líder, enquanto o outro será ser vendado e deverá cruzar o caminho sem ver nada, seguindo apenas a orientação do colega. A dupla que completar o desafio no menor tempo é a vencedora da dinâmica.

Essa atividade, além de render algumas risadas, pode ajudar a trabalhar o relacionamento e confiança entre os colegas. Um precisa do outro para vencer o desafio e somente a colaboração e respeito mútuo vão permitir que alcancem o objetivo. Um bom planejamento também é uma qualidade que conta nessa tarefa.  

3 – Caixa do Desafio

Caixa-do-desafio-1024x576

Essa atividade busca verificar e incentivar a proatividade em aceitar novos desafios.

Tudo começa ao mostrar uma caixa fechada para os participantes. Explique que dentro dela há vários papéis com pequenos desafios, que deverão ser cumpridos por quem ficar com ela em mãos. Coloque uma música e oriente os participantes a passarem a caixa do desafio entre si até a canção ser interrompida.

Quando parar em alguém, o mediador deve questionar o colaborador se ele aceita o desafio ou se quer passar para outro. Isso vai se seguir até que alguém aceite ficar com a caixa e cumprir a ação proposta – mesmo sem saber o que será.

Porém uma surpresa: não há desafios dentro da caixa, e sim um chocolate!

Parece simples, mas essa atividade incentiva a mentalidade de aceitar novos desafios, pois é possível receber um inesperado prêmio ao final.

O RH pode observar nesta atividade quais são os colaboradores mais dispostos a encarar novos desafios e aqueles que se sentem inseguros/ansiosos diante dessa situação de pressão. Assim, pode-se pensar em como explorar ou desenvolver essa postura na equipe.     

4 – Vamos dar as mãos?

vamos-dar-as-maos-1024x576

Essa dinâmica parece simples, mas na verdade pode contribuir para fortalecer o senso de colaboração e estratégia em uma equipe, além de incentivar o aparecimento de lideranças. 

Em um primeiro momento, os colaboradores devem segurar as mãos uns dos outros para formar um círculo e gravar quem está do seu lado esquerdo e direito. Então, os participantes são liberados para se dispersar pelo ambiente.

Porém, após se misturar, os responsáveis pela atividade colocam uma cartolina no chão (ou outro material para demarcar um espaço físico pequeno) e pedem que os funcionários fiquem em cima do papel. Ao estarem neste cantinho, os participantes têm que segurar as mãos das pessoas que, anteriormente no círculo, estavam à sua direita e esquerda. 

Assim, os colaboradores terão que se ajudar para alcançar o objetivo, com alguns assumindo mais a liderança do grupo e outros dando ideias para superar as dificuldades, inclusive físicas. 

5 – Ilha do tesouro

TESOURO-1024x576

Essa é uma dinâmica que pode surpreender os participantes. Eles são separados em duplas, com o objetivo de conseguir o “tesouro” e não ser desclassificado no meio da jornada.  

Em uma sala, deve-se colocar um prêmio em um dos cantos (uma caixa de doces, brindes ou outras recompensas) e dar uma folha de papel ou de jornal para as duplas. Os participantes têm que ficar em cima desse espaço e dar um jeito de alcançar o tesouro: só que sem colocar o pé no chão, fora do papel, ou rasgá-lo. 

No fim das contas, o melhor jeito de se alcançar o objetivo é que as duplas se unam para ajudar umas as outras a avançar no caminho, dividindo o mesmo jornal ou papel e usando a outra folha para seguir em frente.

Assim, a dinâmica estimula o senso de união, colaboração e estratégia, fortalecendo os laços na equipe. 

Conclusão

As dinâmicas para empresas são atividades divertidas, mas que trazem resultados para o relacionamento das equipes. Elas podem ser adotadas para melhorar a motivação, integrar um novo colaborador ou para desenvolverem habilidades específicas, além de ajudarem o RH a avaliar o perfil comportamental dos funcionários.

Mas, uma forma de ter resultados ainda melhores é combinar as dinâmicas com outras estratégias motivadoras, como a gamificação. Essa metodologia alia elementos dos jogos com a realização de ações concretas, como fazer o treinamento corporativo, o onboarding de novos funcionários e até mesmo cumprir as tarefas diárias.

jornada-da-gamificacao

A gamificação é um método inovador que vem sendo adotado cada vez mais nas empresas, com o objetivo de fortalecer o treinamento, melhorar a produtividade e aumentar a motivação e engajamento dos funcionários.

Além disso, ao implementar essa estratégia, o RH poderá contar com relatórios detalhados da performance dos colaboradores nas atividades, ajudando assim a ter dados confiáveis para tomar as decisões mais acertadas para motivar e capacitar a equipe.

Quer conhecer mais sobre essa metodologia? Converse conosco e descubra mais benefícios de se adotar a gamificação na gestão de pessoas da sua empresa!

teste-gratis-por-7-dias
Como as Dinâmicas para empresas podem ajudar O RH?

As dinâmicas podem ajudar o RH a identificar determinados comportamentos nos funcionários e depois pensar em estratégias de desenvolvimento de pessoas para mudar as atitudes indesejadas ou estimular certas posturas.

O que são as dinâmicas nas empresas?

As dinâmicas são atividades especiais que atraem a atenção dos participantes e os ajudam a explorar determinadas habilidades ou comportamentos. Em vez de aplicar questionários ou treinamentos convencionais, o RH aproveita as características lúdicas e sociais de ações como essas para avaliar, motivar e engajar colaboradores e outros públicos da organização.  

Quais são os objetivos da dinâmica de grupo?

As dinâmicas de grupo podem ser aplicadas para estimular a socialização e quebrar a rotina no trabalho. Recém-contratados ou equipes já formadas conseguem fortalecer os laços e aprender habilidades como colaboração e comunicação, ajudando a aumentar a sinergia e a extrair o melhor do departamento. 

Como aplicar a dinâmica para as empresas?

Primeiro, assim como qualquer estratégia, é importante definir os objetivos da ação antes de mais nada. Deve-se identificar os problemas e situações que a dinâmica tem que influenciar, estabelecer metas e resultados a serem alcançados, assim como indicadores para acompanhar o desempenho da metodologia.