Dinâmica de grupo: 5 atividades para motivar os colaboradores

dinamicas
07 mar 2024

A dinâmica de grupo é a atividade estratégica que visam a interação e o estímulo entre os participantes, a fim de que cheguem a um determinado resultado esperado pela empresa; a resolução de um problema, por exemplo.

As dinâmicas corporativas possuem inúmeras finalidades: engajar e motivar os profissionais são algumas das mais comuns. Por dispor de elementos lúdicos e interativos, essa ferramenta é vista como um grande potencial pelo setor de RH para sair do convencional e mesmo assim atingir um objetivo.

Dinâmica de grupo: o que são?

Muitas empresas e RHs têm ideias equivocadas a respeito das dinâmicas de grupo para empresas, não conhecendo o que são e a real importância delas para as estratégias corporativas, além de não saber aproveitar essa ferramenta em suas ações de gestão de pessoas. 

Em resumo, dinâmicas de grupo são atividades especiais que atraem a atenção dos participantes e os ajudam a explorar determinadas habilidades ou comportamentos. Em vez de aplicar questionários ou treinamentos convencionais, o RH aproveita as características lúdicas e sociais de ações como essas para avaliar, motivar e engajar colaboradores e outros públicos da organização.

Assim, se tornaram ferramentas de gestão de pessoas importantes para as empresas — ou seja, não são apenas uma brincadeira divertida para quebrar o gelo, mas sim estratégias sérias que podem contribuir para melhorar a gestão de pessoas.

Quais são os objetivos da dinâmica de grupo?

Existem vários propósitos em se aplicar uma dinâmica de grupo em uma empresa. Primeiro, essa atividade pode ser usada para avaliar o comportamento e perfil de indivíduos, sejam dos colaboradores ou até candidatos a uma vaga de emprego. 

Por serem lúdicas e divertidas, as pessoas acabam se sentindo mais confortáveis para mostrar suas tendências naturais em ações como estas, em vez de se prenderem a moldes ou ao nervosismo do contexto. 

Essas atividades também podem ser aplicadas para estimular a socialização e quebrar a rotina no trabalho, ou seja, sendo dinâmicas de grupo divertidas. 

Recém-contratados ou equipes já formadas conseguem fortalecer os laços e aprender habilidades como colaboração e comunicação, ajudando a aumentar a sinergia e a extrair o melhor do departamento. Basta utilizar-se de uma dinâmica de grupo para interação.

Além disso, é possível trabalhar a cultura organizacional de forma mais engajadora por meio dessa ferramenta, facilitando a assimilação dos valores e comportamentos desejados — sejam nos recém-contratados ou funcionários de décadas.
O desenvolvimento de pessoas é um dos maiores motivos para se aplicar uma ação na empresa, contribuindo para estimular competências como criatividade, inovação e resolução de problemas nos funcionários. Cada tipo de atividade pode ajudar a despertar determinada habilidade nos profissionais que a empresa, seu departamento e equipe precisam.

Porém, existe uma questão importante para negócios de todos os tipos e que também pode ser trabalhada por meio das dinâmicas: a motivação dos colaboradores. É possível fortalecer essa característica para melhorar a produtividade, qualidade do serviço e clima interno: afinal, profissionais desmotivados não se dedicam tanto como deveriam — além de serem mais propensos a sair da organização.

Ou seja, a dinâmica de grupo pode assumir diferentes intenções, tudo vai depender do objetivo da empresa; o que ela deseja atingir. Há: 

  • dinâmicas de grupo divertidas;
  • dinâmica de grupo para trabalho em equipe;
  • dinâmicas de grupo rápidas;
  • dinâmicas de grupo motivacionais; e
  • dinâmica de grupo para interação.

É importante ter em mente que não basta adotar qualquer atividade lúdica e esperar resultados positivos e o aumento na motivação da equipe. Existem questões importantes a serem consideradas para extrair o melhor dessa metodologia. 

Como aplicar a dinâmica de grupo para as empresas?

É preciso ter cuidado ao se aplicar uma dinâmica de grupo na empresa para não se tornar apenas uma brincadeira ou, pior, um momento que desperte constrangimento nos participantes. 

Primeiro, assim como qualquer estratégia, é importante definir os objetivos da ação antes de mais nada. Deve-se identificar os problemas e situações a serem influenciados, estabelecer metas e resultados a serem alcançados, assim como indicadores para acompanhar o desempenho da metodologia. 

Também é fundamental conhecer o público-alvo para montar atividades que sejam verdadeiramente engajadoras e atraentes, descobrindo seus interesses, preferências, hábitos, expectativas e perfil.

Além disso, deve-se conhecer vários tipos para saber qual a mais indicada para atingir os objetivos, engajar o público e resolver os problemas da gestão de pessoas. 

Dinâmicas de grupo são conhecidas como instrumentos para avaliar o comportamento humano, sendo adotadas especialmente em processos como recrutamento, com intenção de analisar a postura de cada candidato e encontrar aquele que tem atitudes mais próximas ao exigido para a vaga.

Porém, essa estratégia pode ser usada em outros momentos, como para despertar a motivação dos colaboradores. As dinâmicas de grupo motivacionais, assim chamadas, permitem trabalhar conceitos como criatividade, resolução de problemas, proatividade, autoconfiança e relacionamento interpessoal - qualidades necessárias na maioria das organizações.

As dinâmicas em grupo podem ainda ajudar o RH a identificar determinados comportamentos nos funcionários para posteriormente definir estratégias de desenvolvimento de pessoas a fim de mudar atitudes indesejadas ou estimular certas posturas.

Dinâmicas de grupo para motivar empresas: como aplicar?

Conhecidas como instrumentos para se avaliar o comportamento humano, sendo adotadas especialmente em processos como recrutamento, para avaliar a postura de cada candidato e encontrar aquele que tem atitudes mais próximas ao exigido para a vaga.

Porém, essa estratégia pode ser usada em outros momentos, como para despertar a motivação dos colaboradores. As dinâmicas para empresas usadas nesse contexto permitem trabalhar conceitos como criatividade, resolução de problemas, pro atividade, autoconfiança e relacionamento interpessoal - qualidades necessárias na maioria das organizações.

Além disso, elas podem ajudar o RH a identificar determinados comportamentos nos funcionários e depois pensar em estratégias de desenvolvimento de pessoas para mudar as atitudes indesejadas ou estimular certas posturas.

Claro, é preciso investir em atividades que tenham um real objetivo, e não sejam apenas entretenimento - ou pior - perda de tempo ou causem vergonha alheia na equipe. Por isso a ação deve ser bem escolhida e planejada pelo RH.

5 Dinâmicas de grupo para motivar os funcionários

Adotar atividades diferenciadas na sua empresa pode ser mais fácil do que você imagina. Jogos, brincadeiras, ações colaborativas e até mesmo as atividades mais simples podem ajudar a quebrar o gelo, descontrair o ambiente e ensinar alguma coisa a todos.

Vamos conhecer algumas dinâmicas de grupo com foco em despertar a motivação e outras qualidades na equipe?

1- Troca de segredos

Essa atividade é bem simples e pode ser considerada uma dinâmica de grupo rápida: com papel e caneta distribuídos para os participantes, oriente-os a escrever algum problema de relacionamento que tem com os seus colegas, mas que teria vergonha de falar pessoalmente. Instrua-os a alterar sua caligrafia e dobrar cada pedaço conforme um padrão para evitar a identificação do autor do 'segredo'.

Faça um sorteio com os papéis e peça para um participante vir e pegar um dos “segredos”. Essa pessoa deve ler o comentário em voz alta, tentar se colocar no lugar do colega que escreveu essa confissão (explicando-a como se tivesse sido o autor) e tentar propor uma solução para a questão.

Essa atividade busca despertar a empatia entre a equipe, a auto aceitação e a melhora no relacionamento entre os colaboradores. Durante o processo de pegar o papel e executar sua parte, evite debates ou perguntas para manter o foco na ação.

Após todos terem sua vez, deve-se fazer alguns questionamentos aos participantes: como se sentiram ao escrever seu “segredo”? Ou ao ler e se colocar na dificuldade do outro? Como foi escutar a visão do colega sobre sua confissão? Desta forma, amplia-se a reflexão em torno da atividade.

Nessa dinâmica, o RH deve estar atento ao comportamento dos participantes - eles estão levando a sério as confissões ou tirando sarro da dificuldade dos colegas? Isso ajuda a identificar comportamentos prejudiciais à equipe, que podem impactar negativamente a confiança e produtividade de alguns funcionários. Essas atitudes poderão ser corrigidas com estratégias específicas.

2- Campo Minado

Essa é uma atividade para duplas. Prepare uma sala formando um caminho com diversos obstáculos, usando cadeiras, mesas e outros objetos para ficarem no trajeto.

Estabeleça um participante como líder, enquanto o outro será vendado e terá que percorrer um caminho sem enxergar, contando apenas com a orientação do colega. A dupla que completar o desafio no menor tempo é a vencedora da dinâmica.

Essa atividade, além de render algumas risadas, pode ajudar a trabalhar o relacionamento e confiança entre os colegas. Um precisa do outro para vencer o desafio e somente a colaboração e respeito mútuo vão permitir que alcancem o objetivo. Um bom planejamento também é uma qualidade que conta nessa tarefa.

3 - Caixa do Desafio

Essa atividade busca verificar e incentivar a proatividade em aceitar novos desafios.

Tudo começa ao mostrar uma caixa fechada para os participantes. Descreva que a caixa contém vários papéis com pequenos desafios, os quais devem ser realizados por quem estiver com ela em mãos. Toque uma música e instrua os participantes a passarem a caixa do desafio uns aos outros até que a música seja interrompida.

Quando parar em alguém, o mediador deve questionar o colaborador se ele aceita o desafio ou se quer passar para outro. Isso vai se seguir até que alguém aceite ficar com a caixa e cumprir a ação proposta - mesmo sem saber o que será.

Porém uma surpresa: não há desafios dentro da caixa, e sim um chocolate!

Parece simples, mas essa atividade incentiva a mentalidade de aceitar novos desafios, pois é possível receber um inesperado prêmio ao final.

O RH pode observar nesta atividade quais são os colaboradores mais dispostos a encarar novos desafios e aqueles que se sentem inseguros/ansiosos diante dessa situação de pressão. Assim, pode-se pensar em como explorar ou desenvolver essa postura na equipe.     

4 - Vamos dar as mãos?

Essa dinâmica parece simples, mas na verdade pode contribuir para fortalecer o senso de colaboração e estratégia em uma equipe, além de incentivar o aparecimento de lideranças. 

Em um primeiro momento, os colaboradores devem segurar as mãos uns dos outros para formar um círculo e gravar quem está do seu lado esquerdo e direito. Então, os participantes são liberados para se dispersar pelo ambiente.

Porém, após se misturar, os responsáveis pela atividade colocam uma cartolina no chão (ou outro material para demarcar um espaço físico pequeno) e pedem que os funcionários fiquem em cima do papel. Ao estarem neste cantinho, os participantes têm que segurar as mãos das pessoas que, anteriormente no círculo, estavam à sua direita e esquerda. 

Assim, os colaboradores terão que se ajudar para alcançar o objetivo, com alguns assumindo mais a liderança do grupo e outros dando ideias para superar as dificuldades, inclusive físicas. 

5 - Ilha do tesouro

Essa é uma dinâmica que pode surpreender os participantes. Eles são separados em duplas, com o objetivo de conseguir o “tesouro” e não ser desclassificado no meio da jornada.  

Em uma sala, deve-se colocar um prêmio em um dos cantos (uma caixa de doces, brindes ou outras recompensas) e dar uma folha de papel ou de jornal para as duplas. Os participantes têm que ficar em cima desse espaço e dar um jeito de alcançar o tesouro: só que sem colocar o pé no chão, fora do papel, ou rasgá-lo. 

No fim das contas, o melhor jeito de se alcançar o objetivo é que as duplas se unam para ajudar umas as outras a avançar no caminho, dividindo o mesmo jornal ou papel e usando a outra folha para seguir em frente.

Assim, a dinâmica estimula o senso de união, colaboração e estratégia, fortalecendo os laços na equipe. 

Quais as dinâmicas de grupo mais usadas pelas empresas?

A escolha da dinâmica dependerá do objetivo que a empresa busca atingir. Se a intenção é avaliar as características comportamentais dos colaboradores, uma dinâmica será escolhida; se o objetivo for motivar e engajar os funcionários, provavelmente outra dinâmica será selecionada.

Apesar disso, há dinâmicas de grupo consideradas preferidas no mundo corporativo. Aqui estão algumas delas:

  • Ilha do tesouro;
  • Troca de segredos;
  • Campo Minado;
  • Caixa do Desafio;
  • Vamos dar as mãos?

Estas são apenas cinco das dinâmicas de grupo mais comumente adotadas no ambiente corporativo. Atualmente, há uma infinidade de possibilidades, desde as mais simples até as mais elaboradas.

Antes de implementar uma dinâmica motivacional, é crucial compreender os elementos-chave que norteiam essa estratégia. Siga os passos a seguir para criar uma dinâmica motivacional personalizada alinhada aos objetivos da sua empresa.

1. Estabeleça seus objetivos empresariais

Antes de escolher qualquer dinâmica, é fundamental identificar os objetivos específicos que sua empresa busca alcançar, pois uma dinâmica motivacional pode contribuir para diversos deles: aumento da produtividade, melhoria na comunicação ou fortalecimento do espírito de equipe, melhorar o engajamento, entre outros.

2. Conheça seu público-alvo

Após definir seus objetivos como empresa, compreenda as características do seu público interno. Analise suas necessidades, interesses e desafios. Essa compreensão aprofundada permitirá selecionar dinâmicas que se conectem de maneira mais eficaz com sua equipe.

Lembre-se que quanto mais pensar no seu público e personalizar as ações de treinamento e desenvolvimento, maiores são as chances de ter êxito no seu objetivo. Portanto, entender seus colaboradores é parte essencial do plano de criação de uma dinâmica motivacional.

3. Escolha a dinâmica motivacional adequada

Existem diversas dinâmicas motivacionais, cada uma com enfoques diferentes. Pode ser desde jogos de equipe até programas de reconhecimento. E como já mencionamos por aqui, cada uma apresenta um objetivo específico. Neste caso, escolha aquela que melhor se alinha aos objetivos da empresa e às expectativas do seu público.

4. Defina metas mensuráveis

Estabeleça metas claras e mensuráveis para a dinâmica motivacional escolhida. Seja específico sobre o que você espera alcançar. Se, por exemplo, seu objetivo é fortalecer a colaboração entre departamentos, sua meta pode ser aumentar a interação entre equipes em X%.

Para poder comparar um período e outro, é imprescindível ter dados anteriores à aplicação da dinâmica motivacional, dados tanto quantitativos como qualitativos. Então, essa melhora precisa se basear em dados reais, ser alcançável e desafiadora ao mesmo tempo.

5. Avalie e adapte

Como dito logo acima, antes, durante e após a implementação da dinâmica, monitore e avalie os resultados. Utilize métricas pré-definidas para mensurar o impacto nas áreas alvo. 

Caso perceba a necessidade, esteja adapte a dinâmica para melhor atender às expectativas e metas.

Ao criar uma dinâmica motivacional, lembre-se de que sua empresa é única. Personalize suas estratégias com base nos objetivos específicos e na sua cultura organizacional.

A adaptação constante é essencial para garantir que as dinâmicas permaneçam relevantes e eficazes ao longo do tempo. Ao seguir esses passos, sua empresa estará mais preparada para criar dinâmicas motivacionais efetivas.

Quais são as melhores dinâmicas de grupo?

No mundo corporativo dinâmico de hoje, a motivação dos colaboradores desempenha um papel fundamental no sucesso de uma empresa. A implementação de dinâmicas motivacionais eficazes é uma maneira comprovada de criar um ambiente de trabalho positivo, fortalecer o espírito de equipe e aumentar a produtividade.

Antes de conhecer algumas dinâmicas específicas, é importante ressaltar que não existe uma abordagem única que sirva para todas as empresas. Cada dinâmica possui um propósito específico e oferece benefícios distintos. O segredo está em compreender as necessidades únicas da sua empresa e dos colaboradores para escolher as dinâmicas mais apropriadas.

Confira, a seguir, algumas dinâmicas que você pode trabalhar na sua empresa. 

Quebra-gelo

Ideal para iniciar reuniões ou treinamentos, a dinâmica de quebra-gelo se destaca por sua capacidade de promover a descontração e facilitar a interação entre os colaboradores. 

Essa atividade, muitas vezes realizada no início de eventos corporativos, busca criar um ambiente mais descontraído, reduzindo barreiras e incentivando a participação ativa de todos. 

Caixa dos elogios

A dinâmica da Caixa dos Elogios é uma estratégia poderosa para incentivar o reconhecimento mútuo entre os colaboradores. 

Nessa prática, os membros da equipe têm a oportunidade de expressar elogios uns aos outros, promovendo um ambiente positivo e fortalecendo os laços interpessoais. 

Ao escrever palavras de apreço e reconhecimento, os colaboradores contribuem para a construção de uma cultura organizacional que valoriza as realizações individuais e coletivas.

Jogo da torre

O Jogo da Torre é uma dinâmica que envolve a construção de uma torre utilizando materiais simples. Essa atividade vai além do aspecto lúdico, pois reforça importantes habilidades no ambiente de trabalho, como trabalho em equipe, comunicação eficaz e resolução de problemas. 

À medida que os participantes colaboram na construção da torre, são desafiados a coordenar esforços, comunicar ideias e encontrar soluções conjuntas, fortalecendo a coesão e a eficácia da equipe.

Jogo da verdadeira contribuição

Nesta dinâmica, chamada Jogo da Verdadeira Contribuição, os colaboradores são incentivados a compartilhar suas contribuições reais à empresa. Essa prática promove a valorização individual, destacando o impacto positivo que cada membro da equipe tem no sucesso organizacional. 

Além disso, a dinâmica busca criar uma cultura de transparência, onde o reconhecimento das contribuições vai além do evidente, valorizando também esforços que podem passar despercebidos no dia a dia.

Cartões de Agradecimento

A dinâmica dos Cartões de Agradecimento envolve a distribuição de cartões onde os colaboradores expressam gratidão uns pelos outros. Essa prática - simples em sua execução - desempenha um papel significativo no fortalecimento dos laços interpessoais e na promoção de um ambiente de trabalho harmonioso.

Ao reconhecer e agradecer pelas contribuições dos colegas, os colaboradores cultivam um senso de apreciação mútua, criando uma cultura organizacional baseada no respeito e na valorização das pessoas.

Cada uma dessas dinâmicas oferece uma abordagem única para motivar equipes e promover um ambiente de trabalho mais saudável. A escolha da dinâmica certa dependerá dos objetivos específicos da empresa e das características da equipe.

Dinâmica da Ilha Deserta

A dinâmica da ilha deserta é amplamente utilizada pelos departamentos de Recursos Humanos de diversas empresas, sendo adaptável a qualquer segmento ou porte empresarial. 

Nessa atividade, os organizadores aplicam um breve questionário aos participantes, contendo três perguntas:

  • 1. Supondo que você estivesse perdido em uma ilha deserta, qual colega do grupo você gostaria que estivesse com você?
  • 2. Supondo que você ganhou uma viagem com direito a três acompanhantes, quem do grupo você levaria?
  • 3. Supondo que você precise organizar um evento, qual colega você escolheria para dividir essa tarefa?

Para que a dinâmica seja efetiva, é crucial orientar os colaboradores: as respostas devem incluir os nomes dos colegas e os motivos por trás de cada escolha. No entanto, é importante esclarecer que não é necessário identificar os colegas durante a apresentação, aumentando assim a probabilidade de respostas sinceras.

Após o preenchimento dos questionários, a equipe organizadora orienta os participantes a colocá-los em um envelope. Em seguida, todos se reúnem em círculo para apresentar os motivos por trás de suas escolhas.

As palavras-chave mencionadas nessas justificativas devem ser registradas em algum lugar, talvez em um quadro, e podem se tornar valores essenciais, servindo como características a serem desenvolvidas e aprimoradas por todos no trabalho em equipe.

Dinâmica do Desafio

A dinâmica do desafio, como o próprio nome sugere, é uma opção a ser considerada quando o objetivo da empresa é preparar os colaboradores para enfrentarem novos desafios e motivá-los a buscar oportunidades para superar limites diariamente.

Esta dinâmica requer uma preparação mais detalhada para sua elaboração e aplicação, pois envolve o uso de uma caixa preta ou escura, que não pode ser transparente, garantindo assim o sigilo do conteúdo nela inserido.

Dentro da caixa, serão colocadas as regras do jogo, ou seja, os desafios que devem ser realizados pelos colaboradores.

Os participantes devem ser divididos em dois grupos com a mesma quantidade de colaboradores. Em seguida, eles devem ser dispostos em círculos, intercalando os participantes desses grupos.

Após a formação do círculo e garantindo que os participantes da mesma equipe não fiquem lado a lado, um dos funcionários deve entrar na caixa, sem critérios específicos para essa escolha inicial.

Em seguida, coloque uma música para tocar e, enquanto ela estiver em execução, oriente os colaboradores a passarem a caixa para o colega ao lado. Ao desligar a música, peça ao participante com a caixa para escolher uma das seguintes opções:

  • 1. Cumprir o desafio que foi apresentado.
  • 2. Indicar um colega para cumprir esse desafio.
  • 3. Passar a caixa adiante.

Neste momento, é a oportunidade para avaliação. Se a pessoa optar por realizar o desafio, ela conquista 3 pontos para sua equipe. Caso o desafio não seja realizado, o participante é excluído do jogo, e o grupo é penalizado, perdendo 4 pontos.

A cada nova rodada, o grupo tem o direito de recusar 3 desafios. Na quarta vez, quem estiver segurando a caixa precisa obrigatoriamente realizar o desafio.

No último desafio, você pode incluir pequenas recompensas, como uma caixa de chocolates. A pessoa que ficar na última rodada pode optar por dividir os bombons com sua equipe ou com todo o grupo.

Dinâmica do Balão

Esta dinâmica é interessante para empresas que têm como objetivo desenvolver a competitividade saudável e o trabalho em equipe. Ela proporciona a oportunidade de criar estratégias de defesa e ataque, permitindo que todos colaborem.

A dinâmica funciona da seguinte forma: os colaboradores devem ser divididos em duas equipes, preferencialmente diferenciadas por cores. Cada participante receberá dois balões e uma corda para amarrá-los na cintura.

A ideia é que cada um tente estourar o maior número de balões da equipe adversária com as mãos, ao mesmo tempo em que defende os seus. A equipe que estourar todos os balões primeiro será a vencedora.

Dinâmica da Observação

Se a ideia é desenvolver habilidades de observação, esta dinâmica é altamente recomendada, pois permite que os participantes observem uns aos outros e prestem atenção aos detalhes da organização.

Para realizá-la, reúna os participantes em uma sala e posicione-os em círculos. Em seguida, peça-lhes que fechem os olhos.

A pessoa encarregada de coordenar a dinâmica deve fazer perguntas aos colaboradores, como "quem está com blusa azul ou usando all star vermelho?"

Aqueles que souberem a resposta devem levantar a mão. O primeiro a se manifestar e responder corretamente ganha um ponto. A pessoa que acumular mais pontos vence o jogo e recebe um prêmio a ser definido pela organização.

Verdade ou Mentira

A dinâmica "Verdade ou Mentira" funciona da seguinte forma: cada participante escreve em um papel três afirmações sobre si mesmo, sendo uma delas uma mentira. Em seguida, cada um lê em voz alta o que escreveu, e os demais membros tentam adivinhar qual afirmação é verdadeira e qual é falsa.

Essa dinâmica possibilita promover a interação, aumentar o conhecimento sobre os colegas de trabalho, além de proporcionar descontração e lazer.

Sim, o texto está gramaticalmente correto. No entanto, sugiro algumas pequenas alterações para melhorar a clareza:

Técnica 6.3.5

Essa dinâmica assemelha-se ao brainstorming, um processo amplamente adotado pelas empresas, principalmente no setor de Marketing. A Técnica 6.3.5 possibilita a integração dos participantes para resolver problemas ou atingir metas definidas previamente.

O nome da técnica reflete suas características:

  • 6:o número de participantes;
  • 3: a quantidade de ideias que cada um deve sugerir;
  • 5: o tempo disponível para isso.

A cada intervalo de cinco minutos, o papel circula entre os colaboradores, permitindo o reaproveitamento e o desenvolvimento conjunto de ideias.

Com essa dinâmica de grupo para trabalho em equipe, além de avaliar o trabalho em conjunto, a empresa consegue identificar a capacidade de cada colaborador em buscar soluções para problemas relacionados ao contexto empresarial.

Ela também destaca como as ideias podem ser aprimoradas, tornando-as mais criativas à medida que há colaboração e engajamento de outros profissionais.

Conclusão

Dinâmicas para motivar empresas proporcionam diversão enquanto impulsionam resultados no relacionamento das equipes. Elas têm a capacidade de aprimorar a motivação, integrar novos colaboradores, desenvolver habilidades específicas e auxiliar o RH na avaliação do perfil comportamental dos funcionários.

Mas, uma forma de ter resultados ainda melhores é combinar essas atividades com outras estratégias motivadoras, como a gamificação. Essa metodologia alia elementos dos jogos com a realização de ações concretas, como fazer o treinamento corporativo, o onboarding de novos funcionários e até mesmo cumprir as tarefas diárias.

A gamificação é um método inovador que vem sendo adotado cada vez mais nas empresas, com o objetivo de fortalecer o treinamento, melhorar a produtividade e aumentar a motivação e engajamento dos funcionários.

Além disso, ao implementar essa estratégia, o RH poderá contar com relatórios detalhados da performance dos colaboradores nas atividades, ajudando assim a ter dados confiáveis para tomar as decisões mais acertadas para motivar e capacitar a equipe.

Sobre a Ludos Pro

Sabemos que treinamentos e capacitações são essenciais para o crescimento e desenvolvimento de uma empresa, mas acreditamos que é possível ir além do convencional. É por isso que oferecemos algo mais do que um simples treinamento: uma experiência única e transformadora que vai mudar a forma como você e sua equipe encaram a aprendizagem.

A Ludos Pro é uma plataforma gamificada (SaaS), para empresas que buscam transformar a aprendizagem corporativa em uma experiência mais lúdica, motivadora e eficiente. Nossa solução, permite criar programas de treinamento personalizados de acordo com as necessidades da empresa e dos colaboradores, além de acompanhar o desempenho de cada um em tempo real, através de métricas e relatórios completos, tudo de forma simples e intuitiva!

Descubra mais benefícios de se adotar a gamificação na gestão de pessoas da sua empresa!

teste por 14 dias grátis
Como as Dinâmicas para motivar empresas podem ajudar O RH?

As dinâmicas podem ajudar o RH a identificar determinados comportamentos nos funcionários e depois pensar em estratégias de desenvolvimento de pessoas para mudar as atitudes indesejadas ou estimular certas posturas.

O que são as dinâmicas nas empresas?

As dinâmicas para motivar empresas são atividades especiais que atraem a atenção dos participantes e os ajudam a explorar determinadas habilidades ou comportamentos. Em vez de aplicar questionários ou treinamentos convencionais, o RH aproveita as características lúdicas e sociais de ações como essas para avaliar, motivar e engajar colaboradores e outros públicos da organização.  

Quais são os objetivos da dinâmica de grupo?

As dinâmicas para motivar empresas podem ser aplicadas para estimular a socialização e quebrar a rotina no trabalho. Recém-contratados ou equipes já formadas conseguem fortalecer os laços e aprender habilidades como colaboração e comunicação, ajudando a aumentar a sinergia e a extrair o melhor do departamento. 

Como aplicar a dinâmica para as empresas?

Primeiro, assim como qualquer estratégia, é importante definir os objetivos da ação antes de mais nada. Deve-se identificar os problemas e situações que a dinâmica tem que influenciar, estabelecer metas e resultados a serem alcançados, assim como indicadores para acompanhar o desempenho da metodologia. 

Engaje, incentive e inspire: Gamifique.

A Ludos Pro foi desenvolvida com os recursos que você precisa para oferecer treinamentos gamificados rápidos, eficientes e muito mais dinâmicos. Tudo em um único lugar!

  • Impulsione o engajamento da sua equipe
  • Potencialize a performance com foco em resultados
  • Revolucione o processo de aprendizagem e desenvolvimento

Nossas conquistas

  • Selo Startup destaques liga insights edtechs
  • Selo GESAwards
  • Selo top 10 ranking edtechs
  • Selo top 100 ranking open startups
  • Selo boostlab
Pular para o conteúdo