As etapas do processo de aprendizagem
Educação

As etapas do processo de aprendizagem

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Aprendizagem é um processo associado ao desenvolvimento pessoal, onde competências, comportamentos, habilidades, conhecimentos e valores são adquiridos ou modificados através de experiências, observação, estudo e raciocínio.

Aprender é um algo fundamental na vida das pessoas. Seja considerando sua formação escolar, acadêmica ou profissional, é importante se manter constantemente atualizado na sua área de atuação, pois, como diz o ditado: “conhecimento é poder”, e obtê-lo traz mais vantagens para a carreira profissional e também para as empresas. Diversas teorias consideram que existem etapas no processo de aprendizagem e seguí-las é uma forma de tornar essa dinâmica mais eficiente e, assim, ter melhores resultados.

Neste artigo vamos explicar algumas teorias a respeito dos processos de aprendizagem para te ajudar a aplicá-los na sua empresa ou instituição de ensino, além de apresentar um método inovador para fortalecer ainda mais o aprendizado dos seus alunos ou colaboradores.


O Aprendizado

Durante toda a história da humanidade os estudiosos desenvolveram teorias a respeito de como funciona o ensino e aprendizagem e quais seriam as melhores metodologias para tornar essa operação mais eficiente.

De forma geral, considera-se o aprendizado um processo contínuo que não se acaba após retirar o diploma. Pelo contrário, as pessoas estão sempre assimilando novas informações e conhecimentos e nem sempre eles são desenvolvidos no ensino formal. De acordo com a teoria da aprendizagem organizacional* existem diversas formas com que o saber é construído: pode ser por meio das experiências práticas; do exemplo de terceiros, na troca de ideias ou com outros estímulos.

Além disso, existem estudos que consideram que a idade dos estudantes influencia na maneira com que aprendem (como a andragogia* e o modelo 70/20/10) e até mesmo a forma com que as informações estão dispostas podem ser mais fáceis ou não de serem assimiladas, de acordo com a teoria dos diferentes estilos de aprendizagem.

No entanto, o que é possível resumir: a aprendizagem é importante e traz diversos benefícios tanto para os estudantes quanto para as empresas, considerando as suas vantagens para a carreira. Quem se mantém atualizado e busca desenvolvimento pessoal e profissional tem melhores resultados em seu serviço e torna-se fundamental para o sucesso da organização.

As etapas do processo de aprendizagem

Como visto, existem diversos estudos a respeito desse tema. Cada teoria tem uma abordagem diferente, por isso vamos apresentar dois conceitos diferentes para serem usados nos processos de aprendizagem da sua empresa ou instituição de ensino.

4 Etapas do processo de aprendizagem - Programação Neurolinguística

1 - Incompetência inconsciente: esse é o estágio inicial, que acontece quando a pessoa não tem consciência da sua falta de conhecimento a respeito de determinado assunto. Todos nós passamos por essa etapa quando somos leigos em determinado tema. Um exemplo dessa situação é cozinhar pela primeira vez: somente na hora o indivíduo sentirá como sua inexperiência irá afetar seu desempenho.

2 - Incompetência consciente: ocorre quando a pessoa compreende que não ainda não tem capacitação em determinado assunto. Nessa etapa é importante que o indivíduo busque praticar a habilidade e ter respostas para os problemas que encontrar e, desta forma, progredir em seu conhecimento. Considerando o exemplo: é necessário cozinhar diversas vezes para pegar o jeito e não cometer falhas, como cortar os ingredientes irregularmente.

3 -  Competência consciente: neste momento a pessoa passa a ter mais confiança ao perceber que progrediu no conhecimento e, de tanto praticar, a atividade começa a ser mais automática. Seguindo o exemplo: ser mais ágil ao cozinhar, sem queimar os ingredientes ou deixar o prato cru.

4 - Competência inconsciente: agora é o ápice - a pessoa realiza todas as atividade no piloto automático após tantas repetições e com a superação das dificuldades. Quem cozinha há bastante tempo está nesse estágio.

Desta forma, considera-se que as falhas fazem parte do processo de aprendizado e que a prática é fundamental para que o indivíduo passe para a próxima etapa e atinja seu objetivo.


No items found.

5 Etapas do processo de aprendizagem

Esta teoria é apresentada por Victor Hugo Ferreira Jr, consultor de empresas, professor e palestrante. De acordo com ele, ao estudar determinado assunto é essencial seguir as etapas até o fim, ou ao menos até o 3 ponto, senão o conhecimento não é assimilado.

1 - Compreender: é o início, quando a pessoa é exposta ao conhecimento - como fazer um curso, faculdade e outras modalidades de aprendizagem. Entender é importante, mas é só o primeiro passo no trajeto, pois muitas vezes a informação é esquecida ao não prosseguir com as próximas etapas.

2 - Retenção: é quando a informação é fixada na mente da pessoa. A partir desse momento o conteúdo pode se tornar algo valioso no futuro, porém apenas saber e gravar não são o suficiente.

3 - Praticar: é nesse momento que o conhecimento vai se solidificando. Uma informação sem uso não tem valor - é necessário que ele gere uma ação para que se tenha resultados concretos. Nesta etapa é importante mudar os hábitos antigos antes do aprendizado, aplicando os novos métodos no dia a dia - por isso é fundamental dois elementos nesse estágio: a motivação e cobrança.

4 - Disseminar: transmitir o conhecimento assimilado a outros ajuda na retenção das informações, além de contribuir com que esse aprendizado alcance mais pessoas.

5 - Criar: é o topo do processo, quando a pessoa passa a gerar novos conhecimentos a partir daquilo que aprendeu inicialmente.  

Conclusão


A partir dessas duas teorias, podemos perceber a importância da prática no processo de aprendizagem: seja para superar os problemas como para fixar os conhecimentos, além de dar utilidade ao conteúdo aprendido. Desta forma não basta apenas o ensino expositivo, no qual o aluno ou colaborador é um mero receptor passivo: é importante que a pessoa participe efetivamente da dinâmica para que o aprendizado seja adquirido e se torne valor tanto para o indivíduo quanto para a empresa ou instituição.

Por isso é fundamental apostar em métodos que adotem a prática em suas atividades. Entre as estratégias mais inovadoras disponíveis, está a gamificação. Esta metodologia alia elementos lúdicos a resultados concretos, criando uma experiência imersiva e interativa de aprendizagem. Isso desperta a motivação dos usuários e ajuda no reforço dos conhecimentos assimilados.

A gamificação pode ser adotada tanto no ensino regular como na educação empresarial, em treinamentos corporativos, onboarding de novos funcionários e até mesmo na realização das tarefas cotidianas. Além disso, as ferramentas costumam oferecer relatórios detalhados do desempenho dos estudantes, ajudando na avaliação do seu nível e progresso de aprendizado.

Quer saber mais sobre a gamificação? Venha bater um papo conosco e conheça mais benefícios dessa metodologia na sua instituição de ensino ou empresa.

Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon facebookicon instagramicon linkedin