Ver o capital humano como parte estratégica de uma organização é fundamental para que sua performance como empresa seja efetiva no mercado atual, isso porque são os colaboradores que estão à frente do desenvolvimento do produto ou serviço, do atendimento ao cliente e diversas outras tarefas necessárias para o funcionamento completo e efetivo de uma empresa.

Mas para que essa mudança de perspectiva aconteça, primeiro é preciso entender a importância do capital humano na sua empresa e entender como ele pode se aliar para alcançar os objetivos da empresa.

O que você vai ver neste artigo:

Através deste artigo, você poderá entender melhor como é importante dispor de um capital humano na sua empresa e como ele influencia diretamente nos resultados dela. Ficou interessado para saber a respeito? Venha conferir os próximos parágrafos.

O que é capital humano?

Capital humano é o termo utilizado para referir-se às pessoas, seus conhecimentos, suas experiências e habilidades, elementos fundamentais para garantir a efetividade de uma empresa, pois são eles os responsáveis em transformar ações em resultados e resultados em ganhos financeiros.

Com um mundo cada vez mais competitivo, empresas que fazem do seu capital humano seu principal diferencial, se torna insubstituível no mercado, isso porque ela aproveita de toda potencialidade de cada profissional, que é único, para criar produtos, serviços, atendimento e cultura empresarial diferenciados chamando atenção de potenciais compradores que dispõem de um perfil de compra que valoriza esses aspectos.

Quando surgiu a expressão “capital humano”?

O termo capital humano apareceu pela primeira vez entre os séculos XVIII e XIX, nas análises de teóricos da economia, como Arthur Lewis e Adam Smith que evidenciaram a necessidade de as corporações se atentarem a fatores humanos além dos técnicos quando estabelecessem regras de funcionamento da empresa.

Nesta época, o capital humano estava relacionado à força de trabalho de uma empresa, comparando a uma massa homogênea, o que não retratava a realidade, visto que cada profissional dispõe de características e comportamentos diferentes.

Mas a partir da década de 1950, essa perspectiva começou a mudar, quando o economista Theodore W. Shultz compartilhou seus estudos de outra perspectiva de conceito capital humano. A partir dele, o conceito passou a ser visto como um conjunto de elementos que visam produzir valor por meio de habilidades, conhecimentos e competências das pessoas.

Características do capital humano

Para que se entenda melhor o conceito de capital humano, é importante que saiba quais são os elementos que fazem parte dessa ideia. Sendo eles:

  • experiências, tanto de vida como profissional;
  • habilidades, competências e qualificações;
  • personalidade;
  • níveis de educação;
  • inteligência emocional e técnica;
  • capacidade de resolução de problema (criatividade) e inovação;
  • comunicação; e
  • análise.

A importância do capital humano para a empresa

O capital humano é o ativo mais importante de uma organização, visto que todos os elementos que o compõem estão diretamente ligados ao resultado que uma empresa possui. Logo, sem capital humano não há resultados, sem resultados não há ganhos financeiros.

Por conta disso, a gestão do capital humano se torna fundamental para explorar o máximo que ele pode entregar para a empresa. Nisto inclui criar ações que valorizem e desenvolvam ainda mais as competências, habilidades e conhecimentos que os profissionais possuem.

Algumas das ações que sua empresa pode aplicar para investir na melhoria do capital humano são:

Apostar em capacitação profissional

Os resultados têm relação direta com a qualificação dos profissionais, isso porque quanto mais aperfeiçoadas as competências, habilidades e aptidões, melhor será para eles exercerem suas atividades. Portanto, investir em treinamento e desenvolvimento é uma estratégia essencial quando a empresa busca valorizar o capital humano, garantir alta performance e se sobressair no mercado.

Plano de carreira

Dispor de um plano de carreira significa ter mapeado as possibilidades de crescimento profissional dos colaboradores dentro da instituição. Optar por evidenciar as opções que um colaborador pode trilhar para crescer na empresa alinha a expectativa tanto do profissional quanto da organização.

Reconhecimento

Se uma empresa é feita por pessoas e esse ativo é considerado o mais importante de uma instituição, logo é preciso dispor de algumas ações que humanize a empresa e que valorize os profissionais que nela atuam.

O reconhecimento é uma das alternativas que pode ser utilizada para evidenciar a importância do trabalho do profissional para a instituição. O reconhecimento pode ser gerado de diferentes formas, as bonificações são alternativas mais comuns.

É possível bonificar através de folgas, premiações, pagamento bônus ao final do ano e porcentagem sobre o salário anual, vales-presentes por exemplo. Tem empresas que até levam seus funcionários para viajar, como visitar a Disney. 

Pode ser qualquer benefício que faça sentido para sua organização e de fato permita com que ela alcance o objetivo que é gerar impacto positivo em seus funcionários.

Os resultados de se valorizar o capital humano

O desenvolvimento e a valorização do capital humano impactam em muitos aspectos de uma organização, trazendo uma série de benefícios a ela. Mas há duas características que se destacam quando uma empresa passa a entender a importância do capital humano e valorizá-lo por meio de ações.

Retenção de talentos

Ao observar que a empresa tem investido no bem-estar, na capacitação e no aperfeiçoamento dos colaboradores, eles passam a sentir gratidão e valorizam o esforço que a empresa tem feito para criar um ambiente que se importe com as pessoas.

A tendência é dos colaboradores se tornarem defensores e continuarem na empresa, diminuindo o índice de turnover, rotatividade e absenteísmo ajudando na retenção de talentos.

Cultura e clima organizacional

Profissionais satisfeitos influenciam na cultura e no clima organizacional de uma empresa, aumentando ainda mais a satisfação interna e evidenciando a empresa no mercado. O resultado disso são mais clientes e profissionais com perfil alinhado à cultura da empresa.

Como você viu, a gestão do capital humano também exerce sua importância no âmbito empresarial, portanto, não basta somente reconhecer que o capital humano é a chave de uma empresa, mas dispor de bons líderes que explorem o potencial deles na organização.

Quer saber quais as características que um líder atual precisa ter? Confira o artigo: Como desenvolver e identificar líderes nas empresas.

Teste-por-7-dias-gratis-1024x286