A transformação digital é uma tendência que vai continuar em alta para 2020. E quem não se adaptar a essa nova realidade vai acabar ficando para trás: é preciso que as empresas estejam atentas às novidades, avaliando quais poderão ser implementadas e aproveitando o melhor das estratégias para se manter no mercado. 

Descubra nesse artigo as tendências de 2020 para a transformação digital nas empresas e torne sua organização mais competitiva com a ajuda da tecnologia!

O que é Transformação Digital e qual sua importância nas empresas?

Basicamente, esse conceito significa aproveitar tudo que a tecnologia tem a oferecer em um determinado contexto, adotando-a não como um coadjuvante, e sim como uma peça importante na estratégia da organização.

Com o avanço da tecnologia, uma infinidade de soluções foram desenvolvidas e estão mostrando resultados positivos ao serem implementadas nas empresas. Aplicar a transformação digital não é adotar uma ou outra ferramenta, mas explorar o que elas tem de melhor de forma completa, dos processos iniciais até o atendimento ao cliente. 

É importante reforçar que esse conceito não serve apenas para empresas de tecnologia e startups. Organizações dos mais diversos segmentos e tamanhos podem adotar a transformação digital para otimizar suas operações, oferecer uma experiência mais agradável ao cliente, reduzir custos, melhorar seus desempenho e ganhar mais competitividade no mercado.

A empresa que não apostar nas soluções tecnológicas estará fadada à ficar para trás: o uso das ferramentas ficará cada vez mais evidente no mercado, deixando de ser novidade e se tornando norma para as organizações.

Por isso é importante estar de olho nas inovações e tendências, atentando-se às constantes mudanças e novidades que estão surgindo — mas ainda sim com um olhar crítico para avaliar quais poderão ser implementadas na sua empresa, trazendo os resultados desejados e não se tornando uma fonte de gastos desnecessários. 

E como o mercado tecnológico não para, uma série de inovações já estão sendo incorporadas às estratégias de transformação digital. 

Tendências de 2020 para a Transformação Digital

É inevitável: a tecnologia vai estar cada vez mais presente em nossas vidas e trabalhos. Ignorar esse movimento pode significar até mesmo a morte de negócios — como aconteceram com tantos nessas últimas décadas — e a ascensão de muitos. 

Algumas décadas atrás ninguém imaginava o sucesso que os e-commerces teriam, e muitos empreendedores construíram sua marca online e conseguem sobreviver apenas com suas lojas virtuais. Esse é apenas um exemplo de avanço tecnológico que mudou o mercado: agora dificilmente uma empresa que não tenha um site ou ao menos uma página em alguma rede social terá um bom alcance de público. 

Agora pense como as demais soluções tecnológicas podem afetar o seu negócio, seja oferecendo oportunidades de mercado ou transformando os processos internos. 

Por isso tudo é fundamental investir no digital, especialmente as pequenas, médias e grandes empresas, aproveitando todas as vantagens que as soluções tecnológicas propiciam e ficando de olho nas novidades.

Conheça agora algumas tendências em Transformação Digital para 2020 e mantenha sua empresa na frente. 

Transformar os dados em conhecimento

Que o analytics e big data são tendências no mundo digital já é algo consolidado no mercado: afinal, grandes como Google, Netflix e todas as redes sociais usam essas informações para entregar conteúdos mais satisfatórios aos seus usuários e dominarem seu mercado. 

No entanto, não adianta ter uma enorme quantidade de informações e não saber usá-las estrategicamente. Isso seria uma perda de tempo e recursos ao coletar todo esse material e não ter ideia do que fazer com eles. Transformar todos os dados em conhecimento e ações que irão beneficiar a empresa é a tática fundamental para os próximos anos. 

Planejar quais são as informações importantes de saber sobre seus clientes (faixa etária, gênero, padrão de consumo, etc) ou até de outros públicos, como os colaboradores (nível de conhecimento técnico de sua função, habilidades extras, etc) e saber o que fazer com eles — ações de marketing segmentadas, treinamentos focados para solucionar lacunas de conhecimento, por exemplo — será o básico daqui alguns anos. 

Portanto, busque aprimorar os processos e o conhecimento dos seus profissionais para valorizar a inteligência de dados — o uso estratégicos dessas informações.

Valorização da experiência

Outra tendência que está crescendo é a valorização da experiência, especialmente considerando a do cliente. Usando os dados coletados anteriormente, é possível avaliar se os produtos ou serviços que sua empresa oferece — até para os colaboradores, como os treinamentos e ações de engajamento — estão agradando o público-alvo.

Propiciar uma experiência positiva é fundamental, seja com um site fácil de ser navegado pelos clientes ou um produto prático, um serviço bem executado e atendimento impecável, ou então uma plataforma gamificada intuitiva para o treinamento dos funcionários — tudo isso gera resultados positivos para a sua organização.

A tecnologia tem muito a oferecer em cada uma dessas etapas, como usar chatbots para a triagem do atendimento, agilizando esse processo, ou então até na coleta e organização dos dados do público-alvo para o desenvolvimento das estratégias. 

Internet das coisas (IOT)

Esse conceito já é usado por algumas grandes varejistas para aprimorar a experiência dos clientes em suas lojas e, está cada vez mais chegando a outros segmentos de mercado. 

A internet das coisas, ou IOT em inglês, basicamente conecta os espaços físicos ao ambiente digital, geralmente usando sensores e outros dispositivos inteligentes para gerar experiências mais personalizadas e otimizadas. Alguns exemplos de aplicações nesse sentido são: reconhecimento visual; produtos com toques de tecnologia — de carros a geladeiras — e óculos de realidade aumentada. 

Inteligência artificial e machine learning

Com o avanço da tecnologia, os dispositivos e sistemas começaram a ficar mais inteligentes — até o ponto de aprenderem com o comportamento humano, como no caso do algoritmo de pesquisas da Google. 

A inteligência artificial e o machine learning podem ser adotados em diversos processos, como atendimento ao cliente, operações internas e até mesmo no RH, como na seleção e recrutamento e treinamento.

Saiba mais sobre como adotar essa inovação com o nosso artigo Inteligência artificial no RH é uma aposta promissora.