Big Data e RH: uma parceria realmente estratégica
Comportamento

Big Data e RH: uma parceria realmente estratégica

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

A utilização estratégicas de dados é uma tendência mundial que está sendo adotada pelos mais variados segmentos de empresas. Coletar informações de diversos processos permite analisar o desempenho dos setores e identificar pontos de melhoria. Agora, implementar a mesma mentalidade com o público interno também está trazendo benefícios para as organizações. Saiba nesse artigo como adotar o Big Data no RH para ter melhores resultados com sua gestão de pessoas.


Afinal, o que é Big Data?


Em resumo, Big Data significa usar de maneira estratégica diversas informações, recolhidas das mais variadas fontes, para aprimorar processos. Apesar de parecer simples, esse recurso se tornou mais sofisticado com os avanços tecnológicos das últimas décadas. Uma enorme quantidade de dados e suas diversas variáveis pode ser coletada, ajudando a trazer insights e a identificar oportunidades de melhorias nos mais diferentes segmentos.


Para ficar mais claro, vamos a alguns exemplos. Grandes corporações tecnológicas usam o Big Data como vantagem competitiva, adotando os resultados para tornar seu serviço cada vez melhor ao cliente. O mecanismo de busca do Google avalia a qualidade do conteúdo das páginas e o comportamento do usuário para saber qual material deve aparecer nos primeiros lugares. O Facebook analisa quais postagens e perfis você mais interage, dando prioridade a esses contatos no seu feed de notícias. A Netflix mapeia os seus gostos audiovisuais e faz uma seleção daquilo que provavelmente mais te interessará, considerando o que você já assistiu na plataforma. Tudo isso só é possível ao coletar dados e trabalhá-los de forma estratégica, considerando essas informações como fontes valiosas para tomar decisões.


Mas adotar o Big Data não é algo exclusivo de empresas de tecnologia, nem apenas das estrangeiras ou gigantes. Os dados podem pautar as decisões de negócios de diferentes tamanhos e ramos de mercado: um jornal pode analisar as informações para saber como está a divulgação do seu conteúdo online; uma vendedora pode entender quais tipos de produtos mais comercializa para investir realmente naquilo que traz lucro e uma empresa pode colher dados para melhorar seus processos como marketing, produção e RH. Sim, é possível implementar essa tendência até mesmo com o público interno, visando melhorar sua produtividade e qualidade.


Desta forma, o Big Data pode se tornar um diferencial estratégico no seu RH, ajudando a identificar pontos que podem ser melhorados e, assim, fortalecer sua equipe e se destacar da concorrência.


Big Data e RH


Usar soluções tecnológicas no RH é uma medida que traz diversos benefícios para as empresas. No caso específico do Big Data, incluir essa estratégia significa adotar métodos analíticos para otimizar a gestão de pessoas da sua organização, considerando informações concretas e confiáveis para tomar decisões importantes para melhorar o desempenho dos seus colaboradores.


Um dos cuidados essenciais com o Big Data - no entanto - é planejar quais dados serão realmente aproveitados à sua gestão. Uma infinidade de informações pode ser colhida dos colaboradores e processos da empresa, porém nem todas são realmente necessárias ou úteis para o RH.


Essa é uma das tentações da estratégia: acabar soterrado em dados que não servem para absolutamente nada e perder tempo coletando e analisando essas informações. Por isso o primeiro passo é entender o que realmente será útil para sua tomada de decisões e quais áreas do RH podem se beneficiar com o uso do Big Data.


Onde adotar o Big Data no RH


O uso estratégico dos dados pode contribuir com vários processos do RH, ainda mais se combinando diversas variáveis para tomar decisões estratégicas. Vamos conhecer cada benefício?


Contratação


Considerar dados nos processos seletivos é uma forma de tornar esse trabalho mais ágil, assertivo e imparcial. Ao usar um software ou solução que trabalhe com essa estratégia, como a gamificação, o RH terá em mãos um mapeamento das informações e comportamentos dos candidatos - coletados por meio de questionários e outros métodos. Isso ajudará o setor a escolher qual profissional é mais adequado a vaga, analisando sua experiência e perfil sem favoritismos.


Desempenho dos colaboradores


Com o Big Data é possível verificar como está a performance da sua equipe, tendo dados analíticos para embasar a avaliação desse desempenho de forma concreta e sem parcialidade. Quais funcionários estão batendo a meta? Os objetivos da equipe estão sendo alcançados? Os processos do setor estão atingindo as expectativas?


Desta forma, é possível identificar onde deve-se trabalhar questões como produtividade, motivação e treinamento, buscando tornar esses colaboradores mais empenhados e eficientes.


Retenção de talentos


Adotar a estratégia de dados pode contribuir com a redução do temido turnover - a rotatividade de pessoal que acarreta em diversos prejuízos para a empresa. É possível identificar se o nível de desligamento de funcionários está alto, identificar padrões nos motivos para as saídas e, desta forma, evitar perder mais talentos.


Nesse sentido, também pode-se usar as informações para entender o que motiva os colaboradores a se manter na organização, buscando replicar esses elementos com a equipe.


Treinamentos


Ainda mais adotando estratégias eletrônicas como a gamificação, é fácil analisar como está a aprendizagem e engajamento dos colaboradores com os treinamentos corporativos quando se trabalha com dados. As informações ajudarão o RH a mapear o desempenho de cada funcionário, avaliar os conteúdos que mais precisam ser reforçados na equipe, aqueles que estão sendo bem assimilados e se o próprio método implementado é eficiente ou não. Usar o Big Data nesse processo é tornar a educação empresarial mais efetiva e, desta forma, obter mais resultados na qualificação do seu pessoal.  


Conclusão


Adotar o Big Data nas estratégias de RH é uma ótima forma de melhorar a gestão de pessoas da sua empresa. Ao coletar os dados certos - sabendo cruzar as informações e variáveis - é possível identificar os pontos que precisam ser melhorados no desempenho e processos da equipe, avaliar aquilo que está atingindo seus objetivos para replicá-lo em maior escala e evitar problemas, como investir em treinamentos ineficientes ou ter uma alta taxa de rotatividade.


Existem diversas ferramentas que já utilizam dados para atingir seus objetivos, como a gamificação. Especialmente considerando o modelo eletrônico, as plataformas coletam as informações dos usuários que participam da dinâmica e elaboram relatórios detalhados de seu desempenho. Assim, o RH tem um parceiro estratégico para realizar processos como recrutamento, treinamento corporativo, onboarding de novos funcionários, comunicação interna e até mesmo para aumentar a motivação e engajamento dos colaboradores.


Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
icon localização
Av. Nova Independência, 87 - 9º andar - São Paulo/SP • CEP 04570-000
icon telefone
+55 11 5171-6940
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon facebookicon instagramicon linkedin