A experiência gamificada está cada vez mais presente na vida das pessoas. Possivelmente, ao menos um app de gamificação você conhece — mesmo que nem saiba o que significa esta palavra ou entenda a metodologia. 

Neste artigo vamos mostrar 3 aplicativos mais conhecidos que usam a lógica da gamificação em sua dinâmica, e como essa ferramenta pode beneficiar diversas áreas — da vida pessoal aos negócios e educação.

Gamificação: uma tendência mundial

Quando uma metodologia começa a ganhar força não apenas em uma região, mas a se espalhar pelo globo, pode-se considerá-la bem sucedida, não? Esse é o caso da gamificação — uma metodologia que vem garantindo o seu espaço em diferentes contextos no mundo inteiro, em áreas como saúde, política, marketing educação e em diversos diversos processos de empresas.

Em resumo, a gamificação usa elementos comuns aos jogos em contextos que não se resumem ao entretenimento. Recursos como avatares, storytelling e pontuação são adotados para motivar as pessoas a realizarem determinadas atividades e até a mudarem comportamentos, gerando assim um impacto positivo em suas vidas. 

Apesar de usar elementos comuns, há uma grande diferença que separa a gamificação de um jogo: o segundo tem como finalidade apenas o entretenimento, mesmo que algo em si também gere efeitos favoráveis fora da atividade (como expandir o vocabulário em outra língua ou socializar, por exemplo), enquanto o primeiro tem como foco trazer resultados positivos concretos na vida de quem participa da sua dinâmica. 

Mais do que diversão, a gamificação propicia benefícios como o aumento do conhecimento e da capacitação profissional, motivação, engajamento, desenvolvimento de habilidades subjetivas, entre outros, por meio de uma dinâmica que aproveita o melhor dos jogos para além do entretenimento. 

Imagine participar de uma atividade em que se recebe pontos e medalhões, pode-se montar um personagem da forma que quiser, derrotar vilões e cumprir missões — tudo isso para te motivar a estudar um idioma estrangeiro, realizar o treinamento de integração em uma nova empresa e até praticar exercícios físicos. 

Legal, não? E tudo isso está mais próximo das nossas vidas do que se imagina. 

3 Apps de Gamificação Conhecidos 

As experiências gamificadas são bastante conhecidas no exterior, aplicadas nos mais diversos contextos, desde em campanhas políticas a plataformas de saúde física e mental, ajudando a aliviar o sofrimento de pessoas que enfrentam dores crônicas, câncer, depressão e até doenças terminais. 

No Brasil, a gamificação ainda está ganhando força, tendo um oceano de oportunidades para explorar no país. Mas, alguns aplicativos conhecidos já trazem a lógica dos jogos em suas dinâmicas. 

Descubra 3 apps com gamificação que você já deve, ao menos, ter ouvido falar e descubra um pouco do potencial dessa metodologia em diversos contextos: 

1- Nike (diversos aplicativos)

Uma das marcas mais famosas vem apostando em um estilo inspirado nos elementos dos jogos em um projeto de fidelização de clientes. A Nike fez vários projetos gamificados: em um dos primeiros, o app acompanhava o desempenho dos usuários em atividades de corrida, comparando seus resultados com o de seus amigos para estimular uma competição saudável. 

Em 2018 lançou o NIke Plus Unlocks, uma campanha em que os clientes usavam o app de exercícios da marca para acumular pontos e trocá-los por recompensas especiais. Era possível conseguir benefícios com parceiros, que incluíam desde playlists, acesso à atividades de meditação, créditos para academias e, para os melhores colocados no ranking, a oportunidade de concorrer à tênis das linhas mais recentes. 

Esses dois exemplos usam alguns elementos comuns da gamificação — pontuação, competição e recompensa — para motivar as pessoas a realizarem atividades benéficas à sua saúde a fortalecerem seu relacionamento com a marca. 

2- Waze

Um dos aplicativos mais usados no mundo também adota uma lógica gamificada em sua dinâmica. O Waze tem um sistema de GPS em que os usuários reportam problemas no trânsito para que o app modifique o trajeto dos outros motoristas, evitando engarrafamentos e demais situações negativas nas corridas.

E todas essas ações são motivadas com mecanismos da gamificação: os usuários ganham pontos com suas interações, também estimulando o senso coletivo de que um motorista pode ajudar o outro — o que contribui para o app oferecer uma experiência melhor a todos. 

Assim, o senso de colaboração que também pode ser adotado em outras estratégias de gamificação, além da tradicional pontuação e competição, estimula a interação dos usuários e a própria melhoria do sistema.

3- Duolingo

Um dos maiores e mais conhecidos exemplos de gamificação aplicada à educação: o Duolingo é uma plataforma de ensino de línguas, que oferece atividades nos mais diversos idiomas — de inglês, chinês, esperanto, navajo, guarani, a linguagens fictícias, como klingon e alto valiriano — tudo de forma gratuita. 

Os usuários realizam exercícios que aplicam conversas cotidianas da língua escolhida, ensinado vocabulário, regras de gramática e frases comuns em uma dinâmica que usa elementos como pontuação, níveis e moedas virtuais. 

Desta forma, recursos tradicionais da gamificação ajudam a estimular as pessoas a fazerem as atividades educativas e aprenderem novos idiomas, em uma plataforma intuitiva e divertida de ensino.

O Duolingo vem contribuindo para a aprendizagem de milhões de pessoas no mundo todo, ganhando até status de meme com o mascote — um passarinho verde — e a estratégia diferenciada de tom de comunicação por e-mail. Tudo devido o uso da gamificação, aliando ciência e tecnologia para melhorar a vida das pessoas. 

Aproveite o Melhor da Gamificação

Esses são apenas 3 exemplos de como a gamificação está mais próxima do nosso dia a dia do que se imagina. Seja no trânsito, no estudo individual de uma nova língua e na caminhada ou corrida, essa metodologia pode ajudar a dar aquele empurrãozinho para melhorar a sua vida. 

Porém essa ferramenta ainda pode ser mais explorada em diversos contextos, como nas instituições de ensino e negócios. A gamificação tem um grande potencial ao ser adotada no aprendizado, seja formal ou corporativo, e em diversos processos de uma empresa. 

Quer conhecer mais exemplos dos benefícios da gamificação? Confira gratuitamente nossos casos de sucesso da aplicação dessa metodologia em diferentes finalidades e transforme sua empresa e instituição de ensino!