Como criar um mapa mental para treinamento e desenvolvimento
Educação

Como criar um mapa mental para treinamento e desenvolvimento

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

O aprendizado pode ser um desafio para algumas pessoas. Nem sempre ficar lendo algo ou assistindo vídeos educacionais por horas é o suficiente para gravar as informações e saber usá-las no cotidiano. Às vezes é preciso investir em métodos não tão tradicionais para fortalecer o processo de aprendizagem dos colaboradores e fazer com que a educação corporativa traga mais resultados para a empresa. Nesse sentido, uma boa ideia é adotar o modelo do mapa mental no treinamento e desenvolvimento dos funcionários.


Neste artigo vamos explicar como fazer um mapa mental e usá-lo na sua educação corporativa, otimizando assim as ações do RH.


Mapa Mental: o que é? para que serve?


É uma ferramenta criada para ajudar na compreensão e memorização de informações, estruturando cada ideia de forma a organizá-las para melhor visualização. Basicamente forma-se um diagrama com as palavras-chave relacionadas ao tema de estudo, podendo adicionar desenhos, símbolos e cores também para melhor entendimento do assunto. Ou seja, o mapa mental é como um resumo dos estudos, só que feito de forma mais visual e seguindo uma linha de associação de temas.


O modelo do mapa mental foi criado pelo pesquisador britânico Tony Buzan, que se tornou escritor best seller e guru na área de aprendizagem e memória, chegando a ser consultor para grandes organizações como Microsoft, IBM, Walt Disney, Encyclopaedia Britannica, de acordo com o jornal The Herald Scotland. A concepção da ferramenta surgiu das suas experiências ao anotar as informações nos seus estudos usando palavras-chave, flechas, rabiscos e cores - se inspirando no estilo empregado por grandes mentes como Leonardo Da Vinci e Maria Montessori.


Nem todos os modelos de ensino funcionam com todas as pessoas: existem teorias que refletem como diferentes idades assimilam as informações; outras também consideram o formato do conteúdo produzido. O mapa mental é uma ideia fácil, barata e que pode ser adotado em diferentes contextos e públicos de variadas faixas etárias, inclusive para resolver situações e problemas do dia a dia.


Nas empresas, é possível usar essa ferramenta na tomada de decisões e também no treinamento e desenvolvimento dos funcionários, tornando esse processo mais eficiente especialmente para os profissionais que têm dificuldade com o estilo tradicional de ensino.


Mapa Mental e Treinamento e Desenvolvimento


Montar um treinamento que prenda a atenção dos colaboradores e os ajude a verdadeiramente aprender é sempre um desafio para o RH - especialmente nos tempos atuais, em que a concentração das pessoas está cada vez menor. Se muitos já tinham dificuldade na escola e ensino tradicional, imagine agora que há mil preocupações na cabeça das pessoas, distraindo-as do momento de aula. Tem gente que vai tentar anotar palavra por palavra as falas do instrutor e estudar apenas essas notas, outras não vão copiar nada e depois ler desesperadamente o material de apoio. Como ajudar esses funcionários a realmente assimilar as informações para saber usá-las no seu dia a dia e assim melhorar seu desempenho?


O mapa mental é uma ferramenta que pode ser ensinada aos colaboradores, auxiliando-os a organizar melhor as informações dos treinamentos para ter uma compreensão maior do tema abordado. Além disso, existem vários benefícios de se adotar esse modelo nos treinamentos:


  • Ajuda no foco, pois os colaboradores deverão fazer seu próprio mapa, associando as palavras com os conhecimentos que obtiveram;
  • Sendo um modelo de aprendizagem mais ativo, os funcionários estarão mais engajados na atividade;
  • O modelo ajuda na organização e entendimento das informações;
  • É uma atividade simples e intuitiva, que funcionários dos mais diversos setores, experiências e idades terão facilidade de usar;
  • É barato, não sendo necessário grandes investimentos para fazer essa atividade;
  • Com a facilidade, engajamento e foco dos funcionários, o treinamento e desenvolvimento trará mais resultados.


O mapa mental pode ser usado pelo RH até mesmo para montar o próprio treinamento: ajudando a visualizar todas as etapas necessárias para desenvolver uma estratégia eficiente e ver com suas ideias/sugestões cabem nos balões.


Como criar um mapa mental para treinamento e desenvolvimento


Como dissemos, fazer um mapa mental é fácil e barato. Há duas possibilidades: montar o diagrama de forma manual (com papel e canetas/lápis/giz de cera de diferentes cores); ou no computador, usando softwares simples e até mesmo os de texto. Algumas pessoas aconselham o primeiro modelo, pois oferece uma experiência palpável na atividade, o que poderia ser um elemento positivo para a atividade e memorização das informações.


Mas como fazer esse diagrama? Vamos por etapas:


  1. Escolha o tema do mapa mental: definir se será um assunto geral, como vendas, ou algo mais específico, como técnicas para reverter um cancelamento do cliente, por exemplo.


  1. Buscar informações: incentive os colaboradores a pesquisar por sua conta sobre esse tema e até mesmo conversar com os colegas a respeito, formando assim uma boa bagagem de informações;


  1. Desenhe o mapa mental: agora é a hora de pegar as canetas ou abrir o software. Ensine o seguinte para os colaboradores: no meio do papel se escreve o tema do treinamento, destacando-o com um desenho ou cor. Depois faça ramificações desse núcleo, escrevendo as palavras-chave ligadas a este assunto e acrescentando novas imagens e cores, conforme sua associação da relação entre um tópico e outro. Adicione outros ramos nos grupos secundários e coloque as palavras correlatas, assim por diante, criando um grande diagrama separado por subtemas.


Apesar de simples, seguindo esses passos já haverá uma diferença no treinamento e desenvolvimento da sua empresa: seus colaboradores terão uma postura mais proativa no processo de aprendizagem, pois deverão pesquisar mais sobre o tema e montar uma imagem do seu próprio entendimento, associando uma informação a outra. Desta forma, essa ‘colinha’ irá fazer sentido para cada funcionário individualmente e todo esse exercício irá reforçar o conhecimento que acabou de adquirir - o que vai facilitar quando esse profissional se deparar com uma situação que precise usar essa habilidade desenvolvida.  


Além do treinamento e desenvolvimento, os colaboradores poderão usar o mapa mental para resolver problemas (cada ramificação pode ser as possibilidades e consequências de cada escolha), estruturar projetos e apresentações, fazer brainstorm, definir metas e objetivos e em outras situações.  


Gostou dessa dica? Se quiser mais ideias para potencializar o treinamento e desenvolvimento da sua empresa, acesse os artigos sobre educação no nosso blog!


No items found.
Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon facebookicon instagramicon linkedin