O sucesso de uma
empresa também depende de ter uma boa equipe. A qualidade dos serviços dos
colaboradores influencia desde a área administrativa, a produção e até o
contato e retenção dos clientes. 

Entre umas das características mais
valorizadas no ambiente corporativo está a proatividade no trabalho: um
funcionário que não apenas espera o chefe delegar tarefas, e sim tem uma
postura proativa no seu dia a dia, pode trazer novas ideias e também melhorar o
desempenho da companhia. 

No entanto, nem todos
os colaboradores apresentam este comportamento no ambiente corporativo. Mesmo
assim, as instituições podem contribuir para o desenvolvimento de sua equipe e
estimular certas qualidades nos seus funcionários, inclusive a proatividade no
trabalho. Quer saber como? Confira algumas dicas abaixo e a importância dessa
habilidade na empresa: 

O que é proatividade? 

Em resumo,
proatividade é a capacidade de assumir responsabilidades, atuar de forma ativa
para atingir resultados e ter um comportamento de antecipação e iniciativa, não
apenas esperando que os outros – especialmente o chefe – falem o que deve ser
feito. 

No ambiente
corporativo isso significa mais do que propor novas ideias nas reuniões, e sim participar dos processos, solucionar
desafios e evitar problemas
. Isso inclui até aprender novas competências e
saber como o negócio funciona em sua totalidade e a atividade de cada setor. 

A proatividade não é
somente algo benéfico para as empresas. Um colaborador que apresenta esta
qualidade acaba se destacando dos outros, participando ativamente do desempenho
da empresa e, assim, pode ser reconhecido e valorizado na instituição por meio
de incentivos e até promoções. 

Os benefícios da proatividade nas empresas 

A proatividade no
trabalho é tão prezada que muitos RHs já avaliam esta característica durante os processos seletivos. Isso
acontece porque esta qualidade faz toda a diferença no dia a dia da empresa. 

Quando os
colaboradores têm atitudes proativas, seu serviço não se resume a executar suas
obrigações no prazo determinado: eles buscam aprimorar seu trabalho e os
processos envolvidos nele, pensando em novas soluções, ideias e formas de
realizá-lo com qualidade. 

Eles pensam no todo
e não se limitam a sua função ou departamento, querendo que o negócio se
desenvolva cada vez mais. Eles se responsabilizam por suas decisões e atos, não
jogando a culpa em terceiros ou nas circunstâncias. Eles vestem a camisa da
empresa, tendo o mesmo cuidado e o chamado “sentimento de dono” por ela. 

Em uma instituição
que incentiva a proatividade, os funcionários são estimulados ao aprimoramento
pessoal e profissional, buscando cursos e conteúdos da área que enriqueçam seu
trabalho. Desta forma, eles estarão atentos às tendências e mudanças de
mercado, antecipando oportunidades e crises e auxiliando a marca a estar na
frente dos concorrentes. 

Mitos da proatividade 

Como acontece em
muitas áreas, algumas inverdades acabaram sendo criadas ao redor da noção do
que é proatividade. Em primeiro lugar, há uma confusão desta característica com
a produtividade: enquanto a segunda é sim importante para os funcionários e
empresas, ela se limita a execução das tarefas no prazo determinado, ou até
mesmo realizar várias atividades e cumprir diversas responsabilidades ao mesmo
tempo. Já a proatividade significa olhar além do trabalho diário: é ter iniciativa e vestir a camisa não somente
do seu serviço, como também da instituição

Outro mito é que a
proatividade é algo natural apenas a algumas pessoas. Enquanto alguns podem ter
maior facilidade em apresentar esta característica, isso não significa que ela
não possa ser desenvolvida em todos. Essa
habilidade pode e deve ser treinada e desenvolvida nos mais variados perfis de
profissionais

Ou seja, enquanto é
positivo já contratar profissionais com este perfil, uma empresa pode
implementar ações para estimular a proatividade no seu quadro de colaboradores
atual e criar uma cultura interna que valorize esta característica. Para te
ajudar nesta tarefa, separamos algumas dicas de ações que sua instituição pode
fazer para fomentar essa habilidade na sua equipe: 

5 Dicas para fomentar a produtividade no trabalho 

1 – Entenda sua equipe 

Antes de tudo, é
importante conhecer a fundo cada funcionário e o comportamento da sua equipe:
quais colaboradores apresentam mais iniciativa durante as atividades cotidianas
e participam mais nas reuniões? E quais costumam agir de forma mais reativa,
esperando estímulos externos antes de se posicionar? Ao fazer esse
levantamento, o RH pode identificar quais profissionais precisarão de maior treinamento e quais já são mais naturalmente proativos,
desenvolvendo estratégias específicas para trabalhar com cada grupo.

2 – Treine seus lideres e seja exemplo 

Uma boa liderança faz
toda a diferença no desempenho das equipes, e o exemplo é sempre uma das
melhores formas de ensino. Comece a treinar os líderes num primeiro momento, pois os outros
funcionários poderão se inspirar em suas posturas e até enxergar nelas um fator
para o crescimento dentro da instituição. 

Além disso, líderes
que demonstrem abertura e sabem ouvir seus colaboradores são fundamentais para
incentivar a proatividade e criar um clima saudável na empresa. 

3 – Invista na cultura da empresa 

Outro fator
importante para o desempenho dos colaboradores é a cultura organizacional. Uma
empresa com valores definidos e que sabe engajar os funcionários têm maior facilidade em fazê-los
vestir a camisa da marca e até em reter os talentos. Por isso invista em ações
para fortalecer os ideais da instituição e busque fomentar um ambiente que
incentive a liberdade e a participação. 

4 – Invista em recompensas 

Uma das formas mais
eficientes de estimular comportamentos positivos é criar recompensas.
Desenvolva um sistema que, de forma clara e transparente, premie atitudes
proativas, como trazer novas ideias para a melhoria dos processos internos e
concluir cursos livres e acadêmicos. 

5 – Invista em treinamento para os colaboradores 

Também é importante
realizar treinamentos diretos com os funcionários, desde os mais antigos à
integração de novos talentos, para ajudar em seu desenvolvimento pessoal e
profissional. Existem algumas técnicas que tornam o processo de aprendizagem
mais atraente, como o EAD e a Gamificação

No caso específico da
gamificação, além de ajudar os colaboradores a absorverem o conteúdo mais
facilmente, a dinâmica já traz formas de incentivo a participação e a lógica da
recompensa por ações positivas – combinando sua proposta ao estímulo à
proatividade. 

Esta técnica, quando
em seu formato digital, ainda traz a vantagem de gerar relatórios de
performance para ajudar a avaliação do desempenho dos participantes e da
própria atividade.