A tecnologia tornou muitas coisas acessíveis. Mobilidade, emprego e até a educação se transformaram com os avanços tecnológicos, abrindo portas que não existiam antes da popularização da internet. Entre as oportunidades que surgiram, os MOOCs (Massive Open Online Course) se apresentam como boas soluções para complementar o ensino, tanto tradicional quanto o corporativo.

Descubra nesse artigo o que são os Massive Open Online Courses e como adotá-los nos seus processos de aprendizagem, seja para instituições de ensino ou empresas.

O que é MOOC (Massive Open Online Course) e qual sua importância na educação?

O MOOC é uma solução educacional de cursos abertos e disponíveis na internet. Ele adota o estilo da educação a distância, com a vantagem de ser ainda mais acessível e global. Esse tipo de modalidade costuma oferecer opções gratuitas de aprendizagem e não exigir pré-requisitos para se matricular, porém, em alguns casos, não há a emissão de certificado de participação

Esse modelo de ensino surgiu a partir dos anos 2000, ganhando cada vez mais relevância com os avanços tecnológicos. Existem diversas universidades e instituições mundiais que disponibilizam conteúdo educacional em opções gratuitas e pagas em plataformas como a Edx, Coursera, FutureLearn e Udacity, voltadas a esse segmento. Um brasileiro de qualquer município pode acessar aulas ministradas por profissionais de Harvard, MIT e USP, apenas usando um computador ou celular. Chique, não?

As aulas dos MOOCs são desenvolvidas para atingir milhares de pessoas, por isso sua metodologia é diferente do estilo tradicional de aprendizagem. Após cada etapa, geralmente são aplicados pequenos testes (usando quizzes e jogos) para que o estudante se autoavalie e assim reforce seus conhecimentos exatamente onde não foram bem assimilados.

Além de vídeos, os massive open online courses normalmente abrem espaços de fóruns para que os estudantes troquem ideias, tirem dúvidas e colaborem com a aprendizagem uns dos outros, sempre sob a tutoria de um professor responsável. E todo esse conteúdo pode ser aproveitado por quem começou o curso mais tarde.

Assim como os EADs, massive open online courses trazem a vantagem de permitir a autonomia dos estudantes e a flexibilidade em seu modelo de ensino. O aluno pode acessar as aulas que desejar no local e horário mais apropriados – seja em casa, no almoço, no ônibus, no trabalho ou na escola – além de poder construir seu próprio caminho ao avaliar quais habilidades deseja desenvolver e quais temas precisa se aprofundar. Um mundo de conhecimento a alguns cliques de distância.

Apesar da maioria dos conteúdos estar disponibilizado em línguas estrangeiras, existem plataformas que oferecem legendas em português e até algumas empresas nacionais estão investindo em criar esse tipo de material para capacitar mais pessoas – tanto do seu público interno como externo.

Os massive open online courses podem oferecer conteúdos dos mais variados temas, desde línguas estrangeiras a programação, passando por história da arte e genética. Assim, as possibilidades são praticamente inesgotáveis de conhecimento. E sua empresa ou instituição de ensino só tem a ganhar ao aproveitar esse modelo em suas atividades educacionais.

MOOCs nas instituições de ensino

As escolas e universidades podem incluir os massive open online courses em suas atividades, como reforço ou conteúdo adicional a sua ementa. Os professores conseguem adiantar diversos temas, como matemática básica, história e programação e depois os aprofundam na aula presencial.

Adotar os massive open online courses na escola é uma forma de integrar as novas tecnologias a realidade da sala de aula, aproveitando os benefícios que esse modelo oferece para fortalecer o conhecimento e engajar os alunos no aprendizado. Afinal, cada vez mais as gerações mais novas não só terão familiaridade com este tipo de metodologia, como logo ela será padrão em seu dia a dia.

MOOCs nas empresas

A educação empresarial também tem muito a ganhar com os massive open online courses. O RH pode selecionar algumas aulas e incluí-las nos treinamentos corporativos, dependendo do objetivo da atividade e setor que está aprendendo.

O departamento de Marketing, por exemplo, pode acessar aulas sobre Big Data, comunicação online e outros temas relacionados às novidades da área. Aplicando as inovações e boas práticas em seu cotidiano, o setor poderá alcançar melhores resultados.

O T.I pode encontrar aulas para aprimorar seus processos, enquanto o pessoal de Vendas descobre novas técnicas. Até mesmo o RH consegue encontrar conteúdos educacionais para se manter atualizado nas melhores práticas do setor e assim dar um novo gás a gestão de pessoas.  

Tudo isso praticamente sem custo a empresa! Além disso, essa metodologia tem a facilidade de não ter que produzir o próprio material e a possibilidade do estudo ser feito fora do horário de expediente – assim não precisa interromper o trabalho dos colaboradores e nem locar um espaço para que eles se capacitem.

Conclusão

Os MOOCs são modelos de ensino eficientes e acessíveis, que tornaram possível que pessoas de diferentes idades, regiões e necessidades consigam aumentar sua bagagem de conhecimento graças aos avanços tecnológicos. As empresas e instituições de ensino podem aproveitar essa modalidade para complementarem seus processos de aprendizagem, reforçando conteúdos e incluindo materiais adicionais aos estudantes.

Assim, é possível ministrar conteúdos de qualidade na educação dos alunos e colaboradores, sem fazer grandes investimento financeiros, logísticos e estratégicos: basta encontrar o curso mais adequado para sua finalidade e ter algum dispositivo com acesso a internet. Pronto, conhecimento adquirido!

Além disso, os massive open online courses trazem outras vantagens das novas tecnologias, como proporcionar a autonomia do estudante, a flexibilização do ensino e engajar os participantes ao usar a tecnologia de forma orgânica.

Porém, é preciso entender que não basta apenas ofertar os MOOCs para se ter uma aprendizagem efetiva na sua empresa ou instituição de ensino. Outras estratégias podem e devem ser adotadas para complementar o ensino tradicional e trazer ainda mais resultados.

Uma das metodologias inovadoras que vem chamando a atenção é a gamificação. Essa estratégia alia elementos de jogos com a realização de ações com impacto concreto, como estudar e fazer os exercícios de fixação. Os participantes são motivados pelos recursos lúdicos a completarem as atividades e a se engajarem na dinâmica, tendo assim melhores resultados de aprendizagem.

A gamificação pode ser tanto usada por instituições de ensino como em empresas, criando uma experiência imersiva e interativa de ensino. Ao adotar as plataformas eletrônicas, é possível acessar relatórios detalhados do desempenho dos participantes, trazendo dados para aprimorar cada vez mais sua aprendizagem.

Além disso, no caso das empresas a gamificação também pode ser adotada em outros processos, como recrutamento, onboarding de novos funcionários, comunicação interna e até mesmo nas tarefas cotidianas.

Quer saber mais sobre gamificação? Converse conosco e descubra mais vantagens dessa estratégia para sua instituição de ensino e empresa!