Escolher os profissionais mais qualificados é fundamental para a formação de equipes vencedoras. No entanto, olhar somente o currículo e as experiências não é o suficiente para contratar os melhores colaboradores ou que, unidos, irão trazer os resultados desejados.

Formar uma equipe competente e que atue em sinergia é um grande desafio para um RH. Por isso é preciso prestar a atenção em algumas questões, evitando problemas futuros e contratando os profissionais certos.

A Importância da Equipe (e da União) nas Organizações

Uma empresa é feita de pessoas: são elas que produzem os produtos; executam os serviços; elaboram as estratégias; avaliam os resultados; atendem ao cliente… entre tantas outras operações que permitem o negócio funcionar dia após dia. 

Contar com os funcionários mais competentes é uma das melhores maneiras de se ter sucesso no mercado, investindo na produtividade, qualidade e inovação, e contribuindo para aumentar a vantagem competitiva do negócio. 

Mas, tudo isso também depende do trabalho coletivo. Como uma grande engrenagem, se uma das peças não cumpre o seu papel adequadamente, a produção pode acabar prejudicada. E se, em conjunto, elas não funcionarem o problema será ainda maior do que o previsto. 

Imagine se um dos colaboradore é excessivamente competitivo, tem o péssimo hábito da fofoca ou não consegue acompanhar o ritmo dos outros, por exemplo — de uma forma ou outras esses pequenos problemas irão impactar negativamente o todo, se não tornarem o clima interno desfavorável.

No dia a dia é normal que existam atritos, ainda mais com a pressão dos prazos e demandas: afinal, nunca é fácil trabalhar em equipe dentro de uma empresa. No entanto, é possível evitar alguns problemas ao ter um bom processo de recrutamento e seleção que encontre profissionais que se adequem ao ritmo e dinâmica da organização.

Por isso é importante escolher bem cada integrante que irá fazer parte da sua empresa, selecionando os mais competentes e que também se integrem a dinâmica do grupo e da organização, juntando todos os esforços para atingir os objetivos.

O alinhamento de todos os integrantes ajuda a focar os trabalhos e estratégias em direção ao mesmo alvo, tornando a ação da equipe mais efetiva e com maiores resultados para a organização.

Mas montar uma equipe vencedora não é algo fácil, sim um grande desafio para todas as empresas e RHs no mundo todo. 

Formação de Equipes: como montar um grupo vencedor

Ter uma equipe de alta performance é o sonho de todo empreendedor, gestor e RH. No entanto, ela não se forma da noite para o dia e nem se pode contar com a sorte — como se as pessoas certas fossem, magicamente, bater na porta da empresa, se enturmar e trazer resultados rapidamente. 

Para escolher os profissionais mais competentes e alinhados à organização, formando uma equipe vencedora, é preciso ter um processo de recrutamento e seleção eficiente. Desta forma é possível atrair e identificar os melhores candidatos. 

Confira 4 dicas para acertar na contratação e formar uma equipe vencedora em sua empresa:

1- Definir as exigências dos cargos

Antes de mais nada, o RH e responsáveis pelo departamento em que será montada a equipe precisam saber claramente que tipo de profissional e pessoa deverão contratar, quais são as necessidades do setor e do grupo, entre outras definições. Isso tudo se refere tanto a experiência técnica dos novos funcionários, quanto a suas competências subjetivas e perfil comportamental.

Não adianta contratar vários colaboradores com as mesmas qualidades e visões de mundo, pois isso poderá limitar a nova equipe. Imagine somente contar com profissionais mais analíticos, e nenhum que analise os fatos por um viés mais qualitativo — ou o contrário: quantas oportunidades poderão passar despercebidas, somente levando em consideração este exemplo? 

Essa definição irá ajudar o RH a otimizar o processo de recrutamento e seleção, peneirando exatamente os candidatos mais adequados ao que a equipe precisa.

2- Analisar o perfil comportamental

Uma boa contratação não leva apenas em consideração as experiências profissionais e o que está no currículo do candidato, como se fazia frequentemente décadas atrás. O comportamento e valores dos profissionais são muito importantes para o dia a dia de uma equipe, garantindo um ambiente saudável ou então contribuindo para aumentar os problemas e conflitos no time. 

Imagine que foram contratados vários colaboradores que tenham a tendência a um excesso de competição ou que são tímidos, esperando que alguém se posicione antes de oferecer suas considerações. Vê como ambos irão impactar a dinâmica interna?

É preciso adotar metodologias que ajudem o RH a descobrir o perfil comportamental dos candidatos, verificando quais tem os valores que se alinham à cultura organizacional, além de posturas convergentes às desejadas para o cargo e dinâmica da equipe.

3- Inovação nos processos

Uma forma de atrair mais candidatos e com experiências diversas é investindo em formas inovadoras de recrutamento e seleção, analisando-os para além de suas experiências profissionais e currículo.

Um processo inovador consegue oferecer uma dinâmica que ajude a descobrir o perfil comportamental e valores dos candidatos, facilitando a vida do RH. Alguns métodos, como plataformas eletrônicas e gamificadas, ainda coletam os dados dos profissionais e os organizam para mostrar os resultados, tornando essa operação mais ágil e prática. 

Empresas de todos os portes e segmentos de mercado estão investindo em inovações nos processos de recrutamento e seleção, atraindo novos talentos e aumentando sua vantagem competitiva. 

4- Integração dos novos funcionários

Todo trabalho de formação de uma equipe não termina com a contratação. É importante investir em um processo de integração dos novos colaboradores, educando-os sobre o funcionamento, cotidiano e regras da empresa, além de ajudá-lo a socializar com seus colegas. 

Esse momento é fundamental para preparar os profissionais para os desafios do cargo, rotinas da organização e para se integrar a sua equipe, tornando-se mais do que um grupo de pessoas — mas sim um time, atuando em sinergia para alcançar os objetivos da empresa.

Além do programa de integração, o RH pode implementar estratégias para fortalecer os laços de confiança entre colegas e líder, incentivando-os a se tornarem uma equipe unida. Isso pode ser feito tanto em grupos recém-formados, quanto para aqueles que já trabalham juntos há anos. 

Uma dica é usar estratégias inovadoras e lúdicas para tal, contribuindo para moldar um clima interno saudável. Descubra como usar os jogos corporativos para engajar e motivar colaboradores e melhore a dinâmica das suas equipes!