Tecnologia de RH: saiba quais são as principais tendências
Negócios

Tecnologia de RH: saiba quais são as principais tendências

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Vivemos em plena era exponencial e de aceleração tecnológica. Quem faz essa constatação é o arquiteto e visionário americano Buckminster Fuller, ele desenvolveu um gráfico que demonstra que no ano 1900 eram necessário 100 anos para dobrar o conhecimento humano, enquanto em 2020, a estimativa é de que o conhecimento dobre em apenas 12 horas. Essa revolução também possibilitou o surgimento da tecnologia de RH, inovação que merece a atenção de todo profissional dessa área.

Essa ascensão tecnológica não fez apenas com que as pessoas inserissem dispositivos em suas rotinas, mas também que desempenhassem novos tipos de comportamento, novas formas de agir e ver o mundo que as rodeia. Isso ocorre, principalmente, com os nativos digitais, ou seja, jovens que nasceram na década de 1990, em meio ao “boom” tecnológico e hoje já ocupam posições no mercado de trabalho.

Dentro desse contexto, o setor de RH das empresas também precisa saber como lidar com essas mudanças e apostar em novas tecnologias para obter resultados positivos nos processos de recrutamento e seleção e também da gestão de carreiras dos colaboradores já contratados.

Pensando em ajudá-lo a ampliar a sua visão nesse sentido, desenvolvemos uma lista com as principais tendências da tecnologia de RH. Não deixe de acompanhar nos tópicos a seguir.

Softwares de RH

É preciso investir na informatização do setor de RH, pois isso facilita muito os processos internos, como o controle da jornada de trabalho e os horários de entrada e saída dos colaboradores. Além disso, esse tipo de sistema também pode auxiliar nos processos de recrutamento e seleção dos candidatos a vagas de emprego.

A tendência, no entanto, é que esses programas sejam cada vez mais simples, de fácil uso e sem muitas complicações, pois estamos falando de um dos setores das empresas que mais necessita de agilidade em seus processos.

Tornar os softwares mais simples não significa reduzir as suas funções, mas sim optar por um programa intuitivo, em que se siga os preceitos de user experience, ou seja, com o desenvolvimento a partir das reais necessidades dos usuários.

Big Data

Podemos definir Big Data como a imensa quantidade de dados, estruturados ou não, que podem impactar a rotina de uma empresa. Desse modo, é preciso contar com ferramentas tecnológicas para fazer a gestão de todas essas informações.

No setor de RH é comum que se trabalhe com um grande volume de dados, em planilhas, sistemas, informações sobre os colaboradores, horários de trabalho e valores pagos a cada colaborador etc. Por isso, todas essas informações podem ser utilizadas para aumentar a objetividade dessa área da empresa em atividades como análise e retenção de talentos, processos de recrutamento e seleção, e nas avaliações de desempenho.

Além disso, o Big Data também pode ser utilizado para armazenar informações internas, como o comportamento e forma de lidar com situações de cada colaborador. Assim, fica mais fácil escolher quem merece uma promoção, quando surgir a oportunidade, por exemplo.

No items found.

Treinamentos online

A reforma trabalhista, recentemente sancionada, regulamentou novas modalidades de trabalho, como o home office, que permite aos colaboradores cumprirem toda ou parte da jornada de trabalho em suas casas. Isso faz com que as relações de trabalho ocorram de forma diferente, sendo necessário atentar para uma renovação na forma como os trabalhadores são treinados para desenvolver as suas atividades.

Dessa forma, desenvolver treinamentos online pode ser uma boa ideia para o setor de RH, que pode atingir de forma mais abrangente esses colaboradores que não se encontram no mesmo espaço físico da sede da empresa.

Ademais, no caso de empresas que têm matriz em uma cidade e filiais em outras localidades, podem ser desenvolvidos treinamentos online para que todos os funcionários acompanhem as instruções ao mesmo tempo e também interajam entre si.

Business Intelligence

Business Intelligence são as ações que visam, por meio de um processo de captação de dados, tomar decisões mais inteligentes para os negócios, o que inclui o setor de RH, entre outras áreas da empresa.

Com sistemas de gestão integrados, como os Data Warehouses, é possível que todas as informações fiquem armazenadas em um mesmo local, facilitando o acesso, quando for necessário. A ideia é que os gestores de cada setor da empresa atuem em sinergia com o setor de RH, pois eles poderão alimentar os sistemas com dados que podem ser úteis para os estrategistas de recursos humanos.

Seguindo os preceitos de Business Intelligence, os gestores de RH podem desenvolver gráficos, planilhas e outros documentos que auxiliam na tomada de decisões mais estratégicas, sempre com embasamento em métricas e indicadores reais e não achismos ou números estipulados.

Entre as funções que o BI pode ter, destaca-se o People Analycts. Este consiste na coleta e análise de dados para gerar capital humano na empresa, de modo a quantificar, por exemplo, o valor que um determinado colaborador tem para a empresa.

Plataforma de gamificação

Contar com uma plataforma de gamificação também é uma das principais tendências de tecnologia de RH, pois por meio dos jogos é possível conquistar diversos resultados positivos no meio corporativo.

Os games podem ser utilizados em treinamentos, com técnicas inovadoras, que envolvem a resolução de problemas, agilidade na execução de processos, raciocínio lógico, entre outras possibilidades.

Vale ressaltar que os gestores de RH podem utilizar os processos de gamificação não apenas nos processos de recrutamento e seleção, mas também para avaliar as pessoas que já fazem parte da empresa, como em programas de desenvolvimento dos colaboradores ou da divulgação da cultura organizacional.

Para desenvolver e aplicar esses jogos com maestria, é importante que a empresa conte com os serviços de uma plataforma gamificada de qualidade, em que ocorra a realização dos games, o monitoramento de resultados dos usuários, o comportamento e o engajamento nas atividades.

Como você pôde observar, ter uma plataforma é muito importante para que possam ser geradas métricas que atuem como um grande diferencial na estruturação de estratégias no setor de recursos humanos. Trata-se, portanto, de uma tecnologia de RH que você não pode deixar de ter na sua empresa.

Com uma plataforma que utiliza técnicas e mecânicas de games para engajar, ensinar e aumentar a produtividade de seu público de um jeito interativo e inovador, você poderá alcançar resultados muito impactantes para o setor de Recursos Humanos.

Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon linkedinicon instagramicon facebook