Com as constantes mudanças no mercado de trabalho, as práticas de gestão de pessoas também tiveram que evoluir. Oferecer um ótimo salário já não garante mais a satisfação dos colaboradores. Hoje, eles buscam um ambiente profissional inspirador e alinhado com seus valores pessoais. Nesse cenário, é fundamental saber o que é employer branding e como aplicá-lo de forma assertiva.

Essa estratégia envolve uma série de ações que visam aumentar o engajamento dos funcionários e divulgar a cultura da organização para que ela seja vista no mercado como um ótimo lugar para trabalhar.

Neste post, explicamos tudo o que você precisa saber sobre a tendência e seus benefícios. Confira!

Definição de o que é employer branding

Employer branding é uma estratégia que visa melhorar a reputação de uma empresa como empregadora. Isso se dá por meio de ações elaboradas com a intenção de aumentar a satisfação dos colaboradores, que se tornam verdadeiros embaixadores do negócio.

Além disso, a organização precisa ter uma postura ativa na divulgação de suas qualidades, com o time do RH e do marketing criando estratégias criativas para valorizar a employer brand no mercado.

Assim, todo canal de comunicação da companhia é pensado com foco na construção dessa imagem, desde o site institucional até os anúncios de vagas.

Para fazer isso de forma efetiva, é fundamental ter uma cultura organizacional bem definida, mas isso não significa apenas elaborar uma frase de efeito com os valores da empresa.

Eles precisam estar presentes em cada produto, serviço e processo de trabalho. Só assim os colaboradores se sentirão realmente orgulhosos em fazer parte do negócio, o que traz credibilidade ao discurso da organização.

As principais vantagens dessa estratégia

Definir uma cultura e destacá-la no mercado traz diversos ganhos para a empresa. Veja, a seguir, os principais.

Atração de talentos

Um dos maiores benefícios do employer branding é aumentar a capacidade de atração de talentos da organização. Funcionários satisfeitos são grandes aliados nessa missão, pois disseminam a cultura da empresa entre seus amigos, familiares e em redes profissionais, como o LinkedIn e o Love Mondays.

Além de adotar boas práticas no dia a dia, a empresa deve criar uma boa imagem no mercado muito antes de fechar novas contratações. A divulgação da cultura deve ser feita no site institucional, redes sociais, anúncios de vagas e ao longo dos processos seletivos com o intuito de atrair profissionais que se identifiquem com os valores do negócio.

Outra medida importante é elaborar um bom onboarding para os novos colaboradores. O DNA da empresa deve ser reforçado durante as atividades de integração para garantir que o recém-contratado se adeque rapidamente ao ambiente de trabalho. Quanto antes ele se sentir em casa, melhor para a organização.

Redução de custos de recrutamento

Buscar profissionais qualificados é uma das etapas mais trabalhosas e custosas do recrutamento. Com a atração facilitada pelo employer branding, encontrar as pessoas certas fica muito mais fácil. Afinal, em vez de a empresa buscar os candidatos, são eles que procuram a organização.

Com isso, é possível criar um banco de talentos para ser utilizado quando surgirem novas vagas. Dessa forma, os investimentos em consultorias e sites de recrutamento são reduzidos, assim como o tempo de preenchimento de novos postos.

Mais produtividade

Gente feliz trabalha melhor, o que nos leva a outra enorme vantagem do employer branding: o aumento da produtividade. Se preocupar com o bem-estar e a satisfação dos funcionários não traz apenas ganhos para a imagem do negócio, mas também para seus resultados.

Quando um profissional tem suas necessidades atendidas, ele se torna mais engajado e propenso a desempenhar suas funções com 100% da sua capacidade. Além disso, uma equipe alinhada com os valores da empresa tem mais chances de superar metas e criar soluções realmente diferenciadas.

Agora que você já sabe o que é employer branding, é hora de colocar o que aprendeu em prática. Descubra as necessidades dos seus colaboradores e faça o possível para atendê-las. Isso certamente vai alavancar a imagem da sua empresa e ela será vista como o melhor lugar para trabalhar!

Gostou do post? Que tal se aprofundar ainda mais em gestão de pessoas? Então confira agora mesmo qual é o papel da transformação digital na educação corporativa.

?