O termo feedforward advém da língua inglesa e significa “avançar” ou “olhar para a frente”. Esta necessidade de olhar para o futuro que o feedforward se baseia, é uma maneira de direcionar os colaboradores a respeito das habilidades que precisam ser aprimoradas, sendo um recurso para o RH utilizar no desenvolvimento de carreira y de cada profissional da organização.

Plano de carreira é um programa estruturado que determina qual caminho cada colaborador pode seguir na sua organização. Ao unir esses dois recursos, sua empresa consegue desenvolver de forma mais estratégica os passos que cada colaborador pode seguir dentro do âmbito corporativo para contribuir com sua melhor versão. Dessa forma, o feedforward se torna um recurso de fundamental importância para uma organização que quer criar uma equipe de alta performance.

O que você vai ver neste artigo:

Através deste artigo, você entenderá mais a respeito do feedforward e como ele pode ser tornar uma ferramenta poderosa para suas estratégias de gestão. 

O que é feedforward?

Uma ferramenta que visa auxiliar no desenvolvimento de pessoas tanto no âmbito pessoal quanto profissional, o feedforward já foi testado por diversos CEOs do mundo e teve grandes resultados. O conceito de feedforward está pautado em três pilares: o presente, o futuro e a positividade.

A ideia é potencializar o colaborador focando no presente e no futuro, de modo que ele consiga alcançar seus objetivos. Assim, esta ferramenta se torna ideal para desenvolver a alta performance de uma pessoa, equipe ou até mesmo liderança.

Diferença entre feedback e feedforward

É comum que os termos feedback e feedforward sejam confundidos, mas, basicamente, o feedback é a observação de comportamentos e atitudes passadas, enquanto o feedforward foca no presente e no futuro.

Pense na seguinte situação hipotética: um colaborador enviou um projeto e você precisa dar um retorno sobre aquele determinado trabalho, isto é considerado feedback

O profissional realizou determinada ação ou tarefa e você, representando a empresa, indica se tal ação corresponde com os objetivos da companhia ou não. Portanto, o feedback serve para reportar um erro, salientar pontos de melhoria ou mesmo elogiar uma atitude ou um trabalho já realizado pelo colaborador.

Neste mesmo cenário é possível entender como seria desenvolver o feedforward. O gestor ao invés de indicar um ponto de melhoria ou somente elogiar o projeto, mostra características que podem ser contempladas nas próximas etapas, de modo que o colaborador aprenda algo novo.

Portanto, enquanto o feedback identifica questões que devem ser mudadas para que o resultado esperado pela empresa seja alcançado, o feedforward indica o caminho para o futuro do aperfeiçoamento do profissional.

O feedforward pode ser utilizado no feedback, inclusive deve ser incluído neste processo, pois assim o profissional não apenas consegue entender quais as características precisam ser melhoradas, mas também quais caminhos deve percorrer para que isso aconteça.

Em resumo:

  • feedback: é uma devolutiva de uma ação que já aconteceu. Identifica pontos de melhoria ou pontos positivos.
  • feedforward: é uma orientação para a melhoria de desempenho do colaborador e tem foco no futuro.

Motivos para adotar o feedforward agora!

Listamos alguns dos benefícios que o feedfoward pode gerar na sua empresa:

  • O feedforward foca no futuro, enquanto o feedback foca no passado. O futuro pode ser mudado, já o passado não;
  • Não necessariamente precisa de um gestor para dar o feedforward, qualquer pessoa que entende a dinâmica pode participar e contribuir;
  • O feedforward não é visto como algo negativo pelos colaboradores como o feedback é;
  • O feedforward tende a ser mais rápido e eficiente do que o feedback;
  • O feedforward pode ser aplicado com gerentes, colegas e equipes.

Como aplicar o feedforward

Agora que entende mais sobre o feedforward, veja como ele é fácil de ser aplicado na sua organização!

Identifique um comportamento que o colaborador precise mudar

Antes de tudo, é necessário que você identifique qual comportamento precisa ser mudado. O importante nesta fase é ouvir o colaborador, para que ele compartilhe sua necessidade. Precisa ser um comportamento que, ao mudá-lo, traga diferença significativa e positiva na vida pessoal ou profissional do profissional. Esta etapa pode ser bem simples e direta. O colaborador, por exemplo, pode ser um ouvinte melhor.

Dê sugestões

Cada participante deve apresentar ao menos duas sugestões que o colaborador possa realizar no futuro e alcançar a mudança positiva em seu comportamento uma vez compartilhado. É imprescindível que neste momento sejam compartilhadas ideias para o futuro, nada de dar feedback sobre o passado. Apesar de ser realizado em equipe, esta etapa deve ser feita de maneira individual.

O profissional também deve indicar duas sugestões

Feedforward é uma troca! Assim como um colaborador ouviu a mudança de comportamento do seu colega e indicou duas possíveis soluções, o mesmo deve ser feito pelo outro colaborador, que deve ouvir o problema e indicar ações que possam ajudar na mudança da outra pessoa. Em seguida, os colaboradores devem encontrar outro participante, repetindo o processo até que os organizadores determinem.

Deixe que os profissionais exponham suas experiências

Após a etapa anterior, cada participante deve compartilhar uma palavra que descreva sua reação para a experiência que acabou de passar. Eles podem completar a frase: “Este exercício foi…”

Mesmo que o colaborador esteja compartilhando um ponto fraco que precisa ser melhorado, dificilmente ele se sentirá constrangido. Quando esse exercício foi realizado com diversos CEOs, muitos compartilharam como foi divertido e útil, ao contrário do que acontece quando uma empresa opta por utilizar o feedback tradicional

Como conferiu neste artigo, o feedforward é uma excelente ferramenta a ser usada com um plano de carreira do seu colaborador. Se você ainda não sabe como funciona este recurso, confira como montar um plano de carreira gamificado e fique à frente da sua concorrência!