Toda empresa precisa lucrar para se manter funcionando, certo? Existem vários caminhos que podem chegar a este fim, como colocar o foco da organização nos processos, produtos ou até nas pessoas. Porém, um modelo que é bastante efetivo nesta questão é a gestão de resultados.

Confira neste artigo o que é e as vantagens de se adotar o modelo de gestão de resultados e melhore o desempenho da sua empresa!

O que é Gestão de Resultados?

Basicamente, esse modelo se baseia em focar os esforços da empresa para melhorar o seu desempenho. Para isso é necessário definir metas específicas que serão de responsabilidade da organização como um todo: se o objetivo for alcançado, o sucesso é de todos; caso contrário, o todo também é responsável pelo resultado menor do que o desejado.

Esse termo foi desenvolvido a partir do reconhecido autor e um dos maiores nomes da administração, Peter Drucker. Ele tornou famoso o conceito do Management by Objectives (Gestão por Objetivos), descrito no seu livro The Practice of Management (1954). Também conhecido por Management by Results (Gestão por Resultados), o termo indica o processo de definir objetivos específicos na empresa para que todos trabalhem para alcançá-los.

Para a gestão de resultados não importa muito o como atingir o objetivo, e sim em propriamente alcançá-lo. Por isso este modelo está ligado a conceitos como métricas e objetividade. Isso significa que é necessário estabelecer KPIs (os indicadores de performance) e monitorar com dados como anda o desempenho de cada colaborador e da empresa como um todo: assim será realmente possível ver se as metas estão sendo cumpridas e identificar os pontos que precisam ser melhorados.

Aquilo que foi definido como resultado a ser conquistado será o norte de todas as operações da empresa, na qual todos os envolvidos – colaboradores, gestão, alta diretoria, etc – são responsáveis por atingir. Cada unidade do negócio deve estar unida em prol da mesma meta, contribuindo a sua maneira forma para chegar a este ponto.

Para deixar claro e evitar confusões, é bom entender o que significa objetivo, indicador e meta:

  • O Objetivo é o desejo do empreendedor para sua empresa, como aumentar as vendas.
  • Indicador: é a métrica relacionada ao objetivo da empresa, como dividir as vendas em bruta, líquida, de determinado produto/serviço, etc.
  • Meta: é o resultado numérico do objetivo que deve ser alcançado, considerando determinado período de tempo, como aumentar em 5% as vendas do produto X no próximo semestre.

Alguns empreendedores acreditam tanto nesse modelo que, mais do que um tipo de gestão, implementaram uma cultura voltada a resultados. Mas, para que ela dê certo, é necessário alinhar os valores e missão da empresa com as metas definidas e desenvolver uma comunicação efetiva entre a liderança e os colaboradores.

Além disso, há 3 pilares que fazem a implementação da gestão de resultados ser bem sucedida na empresa:

  1. Transparência: a comunicação tem um papel fundamental nesse modelo de gestão, ajudando a fazer circular pela empresa informações importantes – como a missão, visão, valores, dados,metas, KPIs – de uma forma acessível para que todos entendam com clareza o que devem fazer para correr atrás dos resultados. Por isso é importante deixar tudo às claras, valorizando a transparência.
  1. Objetividade: junto com a ideia anterior, é essencial mostrar com clareza quais são as metas e objetivos da empresa para que os colaboradores saibam o que devem fazer. Esta informação precisa ser passada com objetividade para evitar confusões que irão prejudicar o rendimento dos funcionários.
  1. Engajamento: dificilmente a gestão/cultura terá sucesso se os colaboradores não aceitarem a mudança de posicionamento. Por isso é fundamental trabalhar com o engajamento do público interno, usando a comunicação para explicar como essa transformação será positiva para a empresa e seus funcionários.

Aliás, este é um ponto interessante: se realizar uma mudança de modelo é algo que precisa ser bem trabalhado, o que demanda bastante esforço, por que adotar a gestão de resultados? Quais benefícios ela traria para a empresa?

Por que Implementar a Gestão de Resultados?

Em primeiro lugar, ao tornar os resultados o foco dos trabalhos da empresa, é bem mais fácil atingir esse patamar concreto. Toda a equipe estará se esforçando para alcançar uma meta bem definida que irá trazer os benefícios financeiros para a empresa, como o aumento de 20% nas vendas, por exemplo.  

Assim os objetivos da empresa ficam mais claros, evitando o desperdício de tempo e recursos e aumentando a produtividade dos colaboradores.

Como esse modelo demanda uma boa comunicação e relacionamento interno, esses dois itens serão valorizados na empresa. Isso significa a redução de erros, por conta de disparidades entre as ideias de um colaborador e outro, uma circulação melhor das informações e conhecimentos organizacionais e da troca de experiências e feedback, o que impacta nos processos e qualidade dos trabalhos realizados.

Além disso, ao ver os resultados sendo atingidos e o esforço ser recompensado pela empresa, os colaboradores estarão mais motivados a realizar seu trabalho com qualidade e produtividade. A melhora na comunicação e relacionamento interno também impacta no engajamento dos funcionários e aprimora o clima da organização.

De todas essas formas, a gestão de resultados traz diversos benefícios para a empresa que o adota. No entanto, para alcançá-los, é importante implementar corretamente este modelo.

Como Adotar a Gestão de Resultados?

Primeiramente é importante revisar quais são os objetivos atuais da empresa, analisando também sua missão, visão e valores. Isso implica tanto em metas a curto, médio e longo prazo.

Depois é preciso reunir as equipes para que, juntos, gestores e colaboradores definam os objetivos e metas de seus trabalhos. Tanto elas quanto os prazos devem ser realistas com a situação da empresa, seus funcionários e função de cada cargo, caso o contrário diversos problemas – como a desmotivação – irão ocorrer.

Ao estabelecer as metas é importante monitorar como anda a performance das equipes, criando momentos de troca e feedback para mostrar como estão os trabalhos. Quando chega-se no resultado do período, é preciso fazer a avaliação do desempenho tanto individual como da equipe, comparando o que estava previsto e o que foi alcançado. Esses dois controles devem ser feitos com dados e métricas, o que irá tornar essa análise mais objetiva e imparcial

E quando a empresa alcança as metas definidas, uma dica é criar formas de recompensar as equipes por seu bom resultado. Isso pode ser feito tanto de maneira mais simbólica, como por elogios, ou concreta, como fazendo um happy hour e celebrações, por exemplo.

Mesmo com o foco nos objetivos, é fundamental cuidar bem da gestão de pessoas, pois são elas que correm atrás dos resultados. Confira mais artigos sobre motivação, produtividade e empreendedorismo no nosso blog e melhore o desempenho da sua empresa!