As integrações vertical e horizontal são estratégias utilizadas por empresas que querem expandir seus modelos de negócio de maneira sustentável. Porque apesar de o crescimento de uma instituição ser objetivo de qualquer empreendedor, tal mudança, se não for feita de forma estratégica, pode ocasionar em uma empresa insustentável e desorganizada.

Por conta dos riscos que envolvem o avanço de uma organização, empresas de todos os nichos e tamanhos buscam desenvolver um planejamento estratégico que disponha de diretrizes que direcionam o crescimento do negócio.

O que você vai ver neste artigo:

Nesse planejamento estratégico são trabalhados os conceitos de integração vertical e horizontal. Por isso, neste artigo, você verá o que significa cada uma dessas estratégias, suas vantagens e como elas se aplicam nas organizações, independente de seu tamanho. 

O que é integração vertical e horizontal?

As estratégias de integração vertical e horizontal têm como objetivo elevar a eficiência operacional e fomentar a performance do modelo de negócio, para que assim a empresa ganhe mais força no mercado que atua. 

Para que isso seja possível, a organização precisa passar por uma reestruturação organizacional que pode ser feita de duas maneiras: através da integração vertical ou horizontal.

Apesar de as duas integrações terem a mesma finalidade, cada uma foca em questões diferentes. Enquanto na integração vertical a expansão é realizada internamente, na horizontal a ação visa fundir operações com outras organizações. 

Integração vertical

A integração vertical possibilita que uma organização disponha de total controle sobre os seus processos da cadeia de produção. Isso porque a empresa expande seus negócios para pontos diferentes, mas da mesma cadeia. Pode-se usar como exemplo um centro de distribuição que passa a produzir os produtos que vendem.

Nesse tipo de integração, a expansão do negócio pode se dar de duas formas:

  • A Montante: Quando a organização começa a dispor do controle da matéria prima. Ou seja, ela adquire outras companhias que irão desenvolver as matérias-primas ou componentes do produto final.

  • A Jusante: A empresa expande a cadeia de valor “para frente” e passa a dispor de controle dos processos de pós-produção do produto, distribuição ou venda. Esse modelo também é utilizado quando a empresa cria organizações que vão melhorar esses processos de entrega.

Integração horizontal

Agora a integração horizontal diz respeito à expansão da empresa possibilitada pela aquisição ou fusão de outra corporação que atue no mesmo setor de atuação da segmentação de suplementos que a organização está. 

Em outras palavras, na integração horizontal novos mercados, públicos ou praças entram na cartela da empresa, mas eles estão na mesma hierarquia dentro da cadeia produtiva que ela já atua. A finalidade desse tipo de integração é expandir a capacidade produtiva e a cartela de produtos.

Diferença entre integração vertical e horizontal

Uma organização está em constante decisão sobre seus produtos e processos, o que irá trazer menos custo, mais eficiência e qualidade: desenvolver internamente ou terceirizar. A escolha desta questão está diretamente relacionada à diferença entre integração vertical e horizontal.

Isso porque quando uma empresa internaliza o desenvolvimento de seus produtos ou processos, o termo utilizado para isso é que ela está verticalizando os sistemas. Já quando a corporação possui uma estratégia de terceirização, ela é conhecida como “horizontal”.

Basicamente, a diferença entre uma e outra é que no processo de integração vertical, a empresa centraliza seus processos na própria organização. Enquanto no processo horizontal a organização adquire ou faz uma fusão com uma empresa para promover seus produtos.

Vantagens e desvantagens da produção vertical e horizontal

As integrações vertical e horizontal são estratégias que apresentam diversas vantagens e, como qualquer outra, algumas desvantagens, sendo importante para a organização observar quais são elas antes de chegar a uma conclusão sobre qual tipo de integração faz mais sentido para o contexto atual da empresa.

Vantagens

  • Melhora na produtividade;
  • Mais eficiência nas operações internas;
  • Redução de custo;
  • Maior performance organizacional;
  • Melhora no controle da cadeia de valor;
  • Mais qualidade na produção;
  • Aumento da vantagem competitiva;
  • Reforço do posicionamento da organização no mercado;

Desvantagens

  • Inicialmente requer um investimento alto;
  • Dificuldade para uma organização se encaixar na cultura da outra;
  • O processo de gestão de pessoas, bem como do capital humano passa a ser mais desafiador.

A importância das estratégias empresariais

A estratégia é responsável por estabelecer como a empresa atingirá seus objetivos e sua missão. Dada a finalidade que está por trás de uma estratégia empresarial, ela passa a ser fundamental para a empresa que quer garantir que seus processos sejam efetivos, porque ajuda os líderes a pensarem estrategicamente quanto a possíveis práticas que contribuirão para o crescimento da organização.

Com um cenário volátil, incerto, complexo e ambíguo, tanto as organizações já consolidadas quanto às recém-geradas precisam estabelecer seus propósitos e ter visão sistêmica de seus processos para que estejam sempre à frente e se mantenham nesse mercado tão competitivo. Esse processo envolve avaliar pontos fortes e fracos que possam haver na cadeia – interna e externa – para evitar danos e atingir resultados mais consistentes.

As empresas mais experientes no mercado podem adotar o processo de aperfeiçoamento contínuo, adicionando novas estratégias que irão agradar ao ambiente. Afinal, ao reestruturar seus processos (tanto do ponto de vista organizacional como financeiro), a tendência é que elas aumentem seu diferencial competitivo e sejam ainda mais destacadas no mercado em que atuam.

Dicas de como implantar a estratégia de integração vertical e horizontal

Ficou interessado em implementar as estratégias de integração vertical e horizontal na sua empresa? Veja, a seguir, algumas dicas que você precisa saber para que uma integração seja bem-sucedida.

  • Disponha de um planejamento estratégico de expansão;
  • Implemente um treinamento de integração
  • Identifique o cenário atual do mercado;
  • Faça um diagnóstico da sua cadeia de valor;
  • Observe qual será o investimento essencial para fazer a integração vertical ou horizontal;
  • Faça uma projeção do que se espera atingir com essas mudanças;
  • Avalie seus principais concorrentes (diretos e indiretos);
  • Crie um onboarding.

Como comentado por aqui, um dos grandes desafios que o processo de integração vertical e horizontal pode gerar em uma corporação, é a dificuldade de integrar os novos profissionais, sendo importante que a empresa discuta sobre seu processo de integração de funcionários.

Se você gostou deste artigo, então continue acompanhando as novidades do blog!

teste-gratis-por-7-dias