Ludos Pro

Plataforma de aprendizagem corporativa

Português PT

Liderança inclusiva é uma tendência nas empresas de todo o mundo. Este tipo de líder é capaz de tornar o ambiente de trabalho mais saudável e extrair o melhor da sua equipe. No entanto, muitas organizações ainda não sabem o poder dessa postura e perdem talentos por não saber valorizá-los. 

O que você vai ver neste artigo:

Descubra o que é a liderança inclusiva e como aplicá-la na sua empresa e equipe!

Inclusão, Empresas e Lideranças

Termos como diversidade e inclusão estão em alta em todos os sentidos: muitas empresas estão investindo em estratégias para atrair clientes e contratar profissionais com vivências diversas, além de se posicionar no mercado como marcas que respeitam essa diferença entre as pessoas. 

Mas, não adianta contratar os melhores profissionais, para trazerem sua visão de mundo e colaborarem com o desempenho do negócio, se a empresa não estiver preparada para acolhê-los, apreciá-los e atender às suas necessidades no dia a dia. Caso contrário, além de uma grande frustração, pode-se prejudicar a imagem da organização e perder um talento que poderia contribuir bastante para o seu sucesso.  

Muitos profissionais, inclusive altamente qualificados, acabam se sentindo excluídos em seus trabalhos ao não serem bem aproveitados. Isso gera desmotivação e desequilibra a produtividade e qualidade do serviço de qualquer indivíduo. 

As lideranças têm um papel importante nesse contexto, ajudando ou prejudicando a experiência do profissional na empresa, incentivando ou desanimando sua presença na equipe. Dentro de uma empresa, um verdadeiro líder não é aquele que manda, cobra e fiscaliza o trabalho dos colaboradores: sim aquele que se adapta às situações, motiva, inspira, orienta, acolhe e extrai o melhor de cada profissional.

Por isso, para qualquer organização interessada em abraçar a gestão de pessoas, é fundamental preparar os líderes para embarcarem nessa missão e acolherem todos os seus colaboradores e os façam sentir valorizados na empresa. E é aí que entra a liderança inclusiva. 

O que é a Liderança Inclusiva? 

O contexto atual exige que um líder seja mais do que um bom planejador ou executor: é preciso se atentar às inovações tecnológicas e sociais que impactam a empresa, além de saber motivar e orientar seus colaboradores. Não é à toa o surgimento de conceitos como a liderança 4.0 — que considera a tecnologia e o lado humano em seu posicionamento.

E também não é à toa o surgimento do conceito de liderança inclusiva. Afinal, as últimas décadas fervilharam em relação às discussões sociais e de direitos civis de minorias, onde a diversidade e inclusão ficaram em voga. Mais do que isso, a necessidade de estar aberto a todas as vivências se tornou fundamental a qualquer empresa. 

Uma liderança inclusiva é aquela que acolhe, respeita e dá autonomia aos seus funcionários. Por meio de um conjunto de ações, os profissionais são valorizados e não deixados de lado ou com a sensação de não serem tratados de forma igualitária. 

Um líder inclusivo ajuda os colaboradores a ter senso de pertencimento a empresa, independente da sua trajetória de vida e realidade. Seja diferença de etnia, cultura, religião, orientação sexual e de gênero, idade, com ou sem deficiência física ou mental, grupo social ou qual for sua vivência — todos são incluídos e acolhidos na empresa. 

Benefícios da Liderança Inclusiva

Existem várias vantagens em se adotar a liderança inclusiva em uma empresa:

Aproveitamento de talentos

Um dos maiores motivos para se investir em inclusão é aproveitar talentos que eram ignorados ou não valorizados como deveriam. Isso vale para qualquer perfil de pessoa: quantos profissionais poderiam contribuir tanto com a empresa se tivessem uma oportunidade ou se sentissem acolhidos pela equipe e liderança? 

Ter pessoas com vivências diversas no departamento é uma ótima forma de dar chance a novos talentos e, inclusive, ter melhores resultados em questões importantes como inovação — o que pode ajudar na competitividade empresarial. 

Maior participação 

Ao se sentirem valorizados, os profissionais estarão mais à vontade para contribuir com a equipe, seja por meio de novas ideias ou ajudando em projetos que não são apenas os de sua função e rotina diária. 

Imagine como seria a equipe inteira contribuindo em uma reunião, estratégia ou atividade: mais inovações nas ações; aumento da motivação; fortalecimento dos relacionamentos internos e do engajamento e tantas outras consequências positivas seriam vistas. 

Melhora no clima interno

Ter um líder empático, respeitoso e que valoriza seus colaboradores certamente gera um impacto positivo na dinâmica de uma equipe. Em vez de alguns se sentirem ignorados ou excluídos, todos serão acolhidos em suas igualdades e diferenças — melhorando assim sua motivação individual e, claro, melhorando também o clima interno no departamento. 

Melhora na imagem

Mais do que um discurso, abraçar a diversidade e inclusão é uma atitude concreta do dia a dia. Ter líderes capacitados para adotar essa tendência em sua realidade é uma excelente forma de perpetuar essa postura nas equipes — ainda mais ao ser exemplo a todos —, acolher os profissionais e contribuir para tornar a empresa referência nessa questão.

Claro que fortalecer a imagem da organização e se destacar na valorização da diversidade e inclusão é algo que vai além das lideranças, considerando todas as áreas do negócio — da produção ao atendimento ao cliente. Porém, esse é um passo nessa direção. 

Além disso, ao ser reconhecida como marca que respeita a diversidade, inclusão e seu público interno, logicamente profissionais qualificados irão desejar fazer parte da empresa: outra forma de atrair talentos e fortalecer a equipe.

Como Aderir a Liderança Inclusiva?

Adotar esse espírito na empresa é um trabalho desafiador — afinal, nem todos estão acostumados a lidar com vivências completamente diferentes das suas. Ou nem todos estão preparados para uma liderança voltada mais para as pessoas, menos — de forma exclusiva — aos resultados. 

Porém, é possível mudar essa realidade ao se investir em treinamentos. Essa estratégia pode auxiliar o gestor a desenvolver habilidades sociais para ser mais empático, acolhedor e saber como e quando dar espaço aos seus colaboradores para que eles brilhem.

Além disso, os treinamentos podem ser usados para fortalecer outras competências que são essenciais a qualquer um que assuma essa posição, tornando as lideranças mais eficientes, completas e empáticas.

Quer melhorar o trabalho dos gestores da sua empresa? Descubra como a gamificação ajuda na formação de liderança nas organizações e como usá-la nos treinamentos dos líderes!

teste-gratis-por-7-dias
O que é a Liderança Inclusiva? 

Uma liderança inclusiva é aquela que acolhe, respeita e dá autonomia aos seus funcionários. Por meio de um conjunto de ações, os profissionais são valorizados e não deixados de lado ou com a sensação de não serem tratados de forma igualitária. 

Benefícios da Liderança Inclusiva

– Aproveitamento de talentos
– Maior participação 
– Melhora no clima interno
– Melhora na imagem

Como Aderir a Liderança Inclusiva?

Adotar esse espírito na empresa é um trabalho desafiador — afinal, nem todos estão acostumados a lidar com vivências completamente diferentes das suas.

Fale com um consultor

Preencha os campos abaixo e receba o contato de um especialista.

X
Imagem semi-disco Imagem triângulo

Obrigado!

Entraremos em contato o mais breve possível