Liderança transformacional é um modelo de gestão em que os líderes incentivam os colaboradores da organização a inovar e gerar novas mudanças para a empresa, com objetivo de ajudar no crescimento e no sucesso da corporação.

Mesmo que seja um conceito criado há bastante tempo, ainda não há outros modelos de liderança com o mesmo propósito e que faça jus à liderança transformacional, sendo ela considerada um dos modelos mais efetivos para empresas que desejam mudar sua cultura. 

O que você vai ver neste artigo:

Isso porque líderes transformacionais tendem a orientar seus colaboradores com base na inspiração e não por meio da hierarquia, geralmente utilizado em demais tipos de lideranças.

Neste artigo, vamos tirar todas as suas dúvidas com relação à liderança transformacional: quais as principais características, práticas importantes para implementar esse tipo de liderança positiva na sua instituição e demais informações necessárias.

O que é liderança transformacional?

Compartilhado por James V. Downton em seu livro “Rebel Leadership: Commitment and Charisma in a Revolutionary Process”, de 1973, o termo liderança transformacional surgiu para inovar a maneira com que se é visto a liderança e o gerenciamento de equipes.

Diferente dos demais perfis de liderança, nesse, o líder é alguém que tem como função inspirar mudanças. Ele é capaz de influenciar positivamente no progresso e no desenvolvimento dos profissionais que fazem parte da sua equipe.

jornada-da-gamificacao

Apesar de o termo ter sido público em 1973, somente em 1978, quando o especialista em liderança James McGregor Burns falou sobre o termo em seu livro “Leadership”. Segundo o autor, a liderança transformacional significa ajuda mútua. Isso porque tanto líderes como os liderados incentivam uns aos outros a aumentar a motivação.

Tempos depois, mais especificamente em 1985, através da obra “Leadership and Performance”, de autoria de Bernard M. Bass, foi revisto e explicitado mais sobre o conceito. A partir de então, o termo passou de fato a ser conhecido, até porque ele foi melhor estruturado, tanto que passou a ter quatro pilares básicos: Liderança por exemplo, Motivação inspirada pela visão, Desenvolvimento intelectual e Orientação individualizada.

Liderança por exemplo

A figura do líder sempre esteve relacionada ao exemplo. Tudo que ele faz dentro da instituição e até mesmo fora dela pode influenciar na forma com que os liderados o vê e reage a isso.

Nesse sentido, a liderança transformacional é um dos modelos de gestão que mais se preocupa com essa influência que o líder possui diante dos seus colaboradores. E por conta disso, a liderança busca dar o exemplo antes de compartilhar o que espera de outro profissional.

Antes de cobrar o time para ser pontual, ele dará o exemplo sendo o primeiro a chegar e, quando necessário, sendo o último a sair. 

Motivação inspirada pela visão

A liderança transformacional se baseia na motivação para gerir a equipe e para que isso aconteça efetivamente, ele precisa ter uma visão muito clara do que entregar aos colaboradores.

Com isso, mais do que orientar a equipe nas atividades do dia a dia, o gestor se torna responsável em promover a motivação dos profissionais para que possam conquistar objetivos maiores

Desenvolvimento intelectual

O líder transformacional sempre incentiva sua equipe a se desenvolver intelectual e profissionalmente. Ele sabe que ao compartilhar seu conhecimento ou instigar os profissionais a explorar maneiras de se aperfeiçoar, isso gera benefícios tanto ao colaborador como para a empresa.

Orientação individualizada

Na visão da gestão transformacional o feedback deve ser personalizado e a crítica prioritariamente construtiva, assim diferente da perspectiva que o feedback tem nos demais tipos de gestão, nesta ele passa a ser uma ferramenta em que o participante se sente ouvido.

Os benefícios da liderança transformacional

Você já deve ter visto por aí a frase de que empresas são feitas de pessoas, com pessoas e para pessoas, pois bem, a liderança transformacional se atenta a isso e trabalha muito bem essa questão.

Por se atentar especificamente em pessoas (que fazem parte de toda a cadeia de uma organização e é um recurso comum em todo tipo de empresa), esse tipo de liderança se adequa facilmente a qualquer empresa, desde uma fábrica de camisetas até uma empresa de software, gerando impacto positivo em diversos âmbitos:

  • Mantém a empresa no mercado competitivo;
  • Gera equipes flexíveis;
  • Cria um ambiente propenso à inovação;
  • Desenvolve no negócio a cultura do aprendizado contínuo;
  • Abre espaço para proatividade, dando mais autonomia aos colaboradores;
  • Melhora o clima organizacional;
  • Aumenta o desempenho das equipes.

Passo a passo para implementar a liderança transformacional

Confira as principais práticas que você pode realizar na sua empresa a fim de implementar a liderança transformacional.

Passo 1: desenvolva uma visão inspiradora

Os colaboradores da sua empresa precisam de um porquê que as inspire a seguir a liderança, então o primeiro passo para implementar a liderança transformacional da organização é encontrar e comunicar uma visão inspiradora do futuro.

A visão define o propósito da sua equipe, ou seja, o motivo que leva cada colaborador a levantar todos os dias para ir trabalhar. Para desenvolver uma visão para seus colaboradores, é possível observar a missão e visão da empresa e a partir daí, explorar maneiras que sua equipe pode construir para isso.

Passo 2: motive a equipe a aderir e concretizar a visão

O segundo passo é destinado a usar esses valores criados para mostrar para a equipe para onde ela deve ir e porquê. Para que isso seja possível, sua empresa precisará lembrar sempre aos colaboradores qual a visão que ela tem.

Passo 3: gerencie a entrega da visão

Uma visão não serve apenas para inspirar os colaboradores da empresa, ela também funciona como um objetivo para a empresa que toma suas decisões para conquistar aquela visão uma vez definida. Sendo assim, mais do que criar a visão, é preciso se mover para realizá-la. A combinação entre gerenciar a equipe e gerar mudanças, é uma maneira de atingir esse resultado. 

Passo 4: construir relacionamentos

O líder transformacional foca em criar relacionamento com a equipe baseado na confiança, por isso ele está sempre ajudando os colaboradores a alcançar seus objetivos. 

Portanto, se quiser implementar esse tipo de gestão, é essencial que o líder conheça sua equipe e identifique suas necessidades de aperfeiçoamento necessárias para atingir suas metas. 

Você já ouviu falar sobre a liderança situacional? É sobre a capacidade de um líder em se adaptar às situações e acertar em suas decisões, característica fundamental para o líder transformacional. Vem ler sobre!

teste-gratis-por-7-dias
O que é liderança transformacional?

Diferente dos demais perfis de liderança, nesse, o líder é alguém que tem como função inspirar mudanças. Ele é capaz de influenciar positivamente no progresso e no desenvolvimento dos profissionais que fazem parte da sua equipe.

Quais os benefícios da liderança transformacional?

– Mantém a empresa no mercado competitivo;
– Gera equipes flexíveis;
– Cria um ambiente propenso à inovação;
– Desenvolve no negócio a cultura do aprendizado contínuo;
– Abre espaço para proatividade, dando mais autonomia aos colaboradores;
– Melhora o clima organizacional;
– Aumenta o desempenho das equipes.