Ludos Pro

Plataforma de aprendizagem corporativa

Português PT

Adotar indicadores de clima organizacional é uma ótima forma de acompanhar como está o relacionamento interno dentro da empresa. Um ambiente saudável ajuda os colaboradores a serem produtivos e eficientes, evitando problemas e conflitos na equipe.

Saiba como fazer esse controle e fortaleça sua gestão de pessoas: conheça 5 indicadores fáceis para se monitorar o clima organizacional na empresa.

O que você vai ver neste artigo:

1- Produtividade

2- Absenteísmo

3- Rotatividade

4- Reclamações

5- Engajamento

A Importância do Clima Organizacional

Uma empresa não é feita apenas de números: são os colaboradores que atuam na produção ou execução dos serviços; no desenvolvimento de estratégias; no atendimento ao cliente; entre tantas outras atividades que fazem o negócio existir e ganhar espaço no mercado. 

Por isso, mais do que considerar apenas a produtividade e resultados atingidos ao fim do mês ou semestre, toda organização deve cuidar de questões mais subjetivas relacionadas aos seus funcionários — como sua qualidade de vida na empresa, satisfação e em como anda o clima organizacional

Esse último item pode mudar tudo na dinâmica de uma equipe e empresa. Um ambiente de trabalho problemático pode minar a produtividade e qualidade do serviço mesmo dos melhores profissionais, impactando negativamente o desempenho do negócio. 

Imagine passar horas do dia em um local altamente estressante, conflituoso, desigual e exageradamente competitivo: como ficaria sua motivação em acordar todos os dias e ir para lá? Como ficaria sua vontade de se relacionar com os colegas e lideranças? Como iria agir caso encontrasse oportunidade em outra empresa? 

Assim, quando o ambiente não é favorável, os colaboradores podem perder a motivação, produzir menos, não se dedicar tanto quanto deveriam e, no pior dos casos, sair do emprego. E isso não impacta apenas um dos funcionários — toda equipe acaba prejudicada em um cenário como os relatados. 

Por isso é fundamental estar de olho no clima organizacional da empresa, entendendo como está o ânimo e relacionamentos internos, para evitar problemas e fortalecer a motivação dos colaboradores e, consequentemente, seus resultados no negócio. 

Para algumas empresas, essa questão é tão importante que é incluída na cultura organizacional, desenvolvendo estratégias para desenvolver uma dinâmica saudável nas equipes e entre os funcionários.  

5 Indicadores de Clima Organizacional

O clima organizacional é a percepção geral que os colaboradores têm sobre o ambiente da empresa. Por mais subjetiva que seja essa opinião, existem formas de medir como está a situação e implementar estratégias para tornar o local de trabalho mais saudável a todos.

É possível fazer uma pesquisa de clima organizacional para ter um diagnóstico completo sobre a situação. Porém, como essa ferramenta costuma ser aplicada de forma espaçada, pode-se também monitorar com maior frequência outras e simples métricas para ter maior rapidez em identificar problemas na dinâmica interna.

Confira agora 5 indicadores de clima organizacionais práticos para adotar em seu negócio:   

1- Produtividade

A produção sempre é afetada quando algo de errado ocorre internamente e isso também vale para situações mais subjetivas como problemas na dinâmica da equipe. Por isso, estar de olho nos resultados também é uma forma de monitorar a qualidade do ambiente empresarial.

Uma grande variação do desempenho de um colaborador pode ser motivado por vários problemas, desde pessoais a de estratégia do departamento. O RH e as lideranças devem investigar quais seriam as causas dessa queda na produtividade, e se ela não esconde complicações piores — ainda mais se for algo que acometa a equipe inteira, derrubando a performance do setor.

2- Absenteísmo

Um indicador fácil de ser identificado no departamento é o absenteísmo: os funcionários costumam faltar com frequência? Constantemente chegam atrasados ou saem mais cedo do serviço? Se isso é comum na sua equipe, o RH tem um problema em mãos.

Essa postura, quando ocorre repetidamente, indica que algo de errado está acontecendo na motivação dos colaboradores ou na dinâmica da equipe, o que pode ser causado por um clima organizacional ruim. 

Se a empresa contar com um software para o controle de horas, será ainda mais fácil identificar e metrificar essa situação, conseguindo visualizar até quando foi que o problema começou a surgir e aumentar no setor. 

3- Rotatividade

Se faltas, atrasos e saídas rotineiras já são um problema para a empresa — impactando na produtividade e dinâmica interna — imagine quão ruim seria o desligamento de várias pessoas da mesma equipe em um curto espaço de tempo? Isso seria um grande alerta de que algo de muito errado está acontecendo no departamento. 

Uma alta rotatividade gera prejuízos produtivos, intelectuais e financeiros para a empresa, também desequilibrando o relacionamento no time e motivação dos colaboradores. E, se o clima organizacional já apresenta problemas, será cada vez pior com a constante entrada e saída de funcionários. 

4- Reclamações

Os próprios colaboradores podem revelar que o clima organizacional está ruim: basta escutá-los e saber quais canais são usados para ter esse feedback. Um líder tem uma posição privilegiada para identificar funcionários cuja postura acaba desestabilizando a equipe ou então ver pontos na dinâmica interna que precisam ser melhorados de forma geral, seja por observação ou até mesmo porque os colegas se sentem confortáveis em confiar a ele suas opiniões. 

Mas, além da conversa olho no olho, é possível descobrir se a empresa tem problemas dessa natureza de outras formas. Redes sociais, plataformas, avaliações e até mesmo reclamações trabalhistas e a reputação podem ser avaliadas pelo RH para entender pontos sensíveis na organização, inclusive no clima interno. 

5- Engajamento

Outra questão subjetiva, mas que faz toda a diferença na equipe: um funcionário engajado é produtivo, dedicado, e considera que o sucesso da empresa é o seu sucesso. Por isso essa característica é tão valorizada atualmente pelas organizações, ajudando inclusive na redução da rotatividade de pessoal. 

Para acompanhar essa postura, é possível aplicar uma pesquisa de engajamento com os colaboradores, identificando problemas na dinâmica dos funcionários e empresa — o que também pode ser gerado por conflitos internos. 

Todas essas informações e indicadores são fundamentais, mas não podem ser avaliados e depois guardados na gaveta. Os dados, percepções e resultados devem ser usados para aprimorar e desenvolver ações que irão tornar o ambiente de trabalho mais saudável. 

Mas, quanto melhor for aplicada essa gestão de métricas, mais assertivo será o diagnóstico dos problemas da empresa, identificando corretamente as causas para solucioná-las corretamente. 

Quer ter mais controle sobre o negócio? Crie uma árvore de indicadores em 5 passos e colha os frutos desse acompanhamento estratégico!

Teste-por-7-dias-gratis-1024x286

Fale com um consultor

Preencha os campos abaixo e receba o contato de um especialista.

X
Imagem semi-disco Imagem triângulo

Obrigado!

Entraremos em contato o mais breve possível