A tecnologia está cada vez mais presente nos processos de aprendizagem, seja nas instituições de ensino ou empresas. Porém, com tantas opções no mercado e suas variedades, é normal ter dificuldades em escolher a ferramenta mais adequada. Nesse sentido, ao adotar um modelo LMS, qual seria melhor para a sua necessidade?

Nesse artigo vamos mostrar os diferentes modelos LMS que você pode adotar na sua empresa ou instituição de ensino, explicando as vantagens e desafios de cada um para que você implemente a solução mais adequada para a sua realidade!

LMS: o que é e quais as vantagens dessa ferramenta?

Basicamente, o Learning Management System (LMS), ou Sistema de Gestão de Aprendizagem em bom português, é uma solução de educação online. Porém, na prática, ela é mais do que isso: essa plataforma permite criar, personalizar, organizar e fazer a gestão dos conteúdos virtuais, oferecendo uma ferramenta completa para o ensino a distância. 

O desenvolvimento e popularização do EAD foi um marco para a educação. Esse método tornou o ensino mais acessível e flexível, permitindo com que pessoas com dificuldades de deslocamento ou horários possam encontrar conteúdos educativos a alguns cliques e toques de distância

Porém, enquanto acessar o EAD e um LMS não é algo que faça muita diferença para os usuários, para a empresa ou instituição de ensino essa escolha é bastante diferente: o segundo modelo é um avanço para o ensino a distância ao oferecer uma plataforma mais completa de aprendizagem.

O LMS pode ser adotado por empresas, instituições de ensino e profissionais autônomos para usar o que há de melhor no EAD em uma solução que alia metodologias pedagógicas e inovações tecnológicas.

Em vez de ter que usar diversas ferramentas para se trabalhar a educação online, basta uma única plataforma para resolver todas as questões relacionadas a este processo. Isso ajuda tanto o RH quanto equipe pedagógica a economizarem tempo e esforços, além de otimizar a operação. 

Mas estes são apenas algumas das vantagens de se adotar um modelo LMS. Outras são:

  • Flexibilização do ensino: os usuários podem acessar os conteúdos a qualquer hora e de qualquer lugar;
  • Redução de custos: não é preciso gastar com várias ferramentas, basta ter uma boa opção de LMS;
  • Centralização das atividades: tudo que é necessário para a educação online está na mesma ferramenta, otimizando o tempo dos responsáveis pela atividade;
  • Acompanhamento do desempenho: as plataformas costumam oferecer relatórios da performance dos usuários para facilitar o controle dos responsáveis; 
  • Personalização da interface: geralmente as ferramentas permitem certa personalização, adaptando a solução às necessidades da empresa ou instituição que adotou o LMS;
  • Uso com outras metodologias: é possível implementar outros métodos, como a gamificação, para melhorar os resultados e assim fortalecer a aprendizagem. 

Com todos esses benefícios, é fácil entender os motivos para uma empresa ou instituição de ensino adotar esse sistema. Porém, antes de investir nessa solução, é preciso conhecer os diferentes modelos de LMS disponíveis no mercado e quais são suas possibilidades.

Modelo LMS: qual o melhor para minha realidade?

Existem uma série de modelos LMS que podem ser adotados nas empresas e instituições de ensino: alguns são mais populares — outros nem tanto. Vamos listar os principais e mostrar as suas vantagens e desvantagens: 

LMS online X instalado

Esse sistema é uma solução eletrônica e, como tal, oferece duas possibilidades de uso: o software ou versão online.

O primeiro caso exige que a ferramenta seja instalada no computador e outros dispositivos do usuário, o que significa que é possível acessá-lo mesmo sem internet. Porém, o sistema irá ocupar espaço no HD das máquinas. 

Já a versão online ou hospedada na nuvem deixa todos os arquivos na internet, precisando desse acesso para que os usuários possam estudar, mas sem carregar o HD dos dispositivos. 

Nesse sentido, você deve refletir: quer algo que possa ficar na nuvem ou ser acessado offline? Como é a capacidade dos dispositivos da sua empresa/instituição de ensino ou da internet adotada? Essas são algumas questões levantadas antes de escolher uma opção ou outra. 

LMS grátis X comercial

Outra escolha bastante comum na hora de adotar um modelo LMS é na questão de implementar uma solução gratuita ou paga.

O modelo grátis é ideal para as empresas e instituições de ensino que estão começando a usar a ferramenta ou ainda não tem um orçamento maior para investir nesse sistema. Existem algumas versões gratuitas de LMS que podem ser usadas enquanto a situação não muda.

No entanto, o modelo de LMS grátis costuma oferecer menos recursos do que a versão paga, limitando assim as possibilidades dos usuários e responsáveis pela estratégia. Em alguns casos, será necessário instalar e configurar o software por conta própria — resolvendo assim por si só os problemas que eventualmente podem ocorrer. 

Já a versão comercial ou paga traz todas as funcionalidades disponíveis, como hospedagem na nuvem, oferecendo uma solução completa para a educação online. 

Apesar do investimento financeiro, adotar um LMS pago traz a segurança de contar com o suporte do fornecedor, resolvendo os problemas e dúvidas que costumam acontecer uma hora ou outra. 

LMS inovador X tradicional

Assim como toda solução tecnológica, com o passar do tempo novas funcionalidades foram sendo acrescentadas ao LMS. O modelo tradicional costuma oferecer as possibilidades que informamos no início do artigo: criar; personalizar; organizar e fazer a gestão da educação online.

Os modelos de LMS inovadores já oferecem uma série de recursos que o anterior não costuma dispor, como: 

  • Aplicativo ou hospedagem na nuvem, facilitando o acesso ao LMS;
  • Integração com outros sistemas, como ERP (para gestão) e CRM (para relacionamento com o cliente) para otimizar ainda mais o tempo e esforços dos responsáveis;
  • E-learning analytics, ou o uso estratégico dos dados de aprendizagem, ajudando a tomada de decisões da área.

Além disso, o modelo LMS inovador também traz outras soluções, como o LXP (Learning Experience Platform): um sistema ainda melhor para adotar nas empresas e instituições de ensino!

Ficou curioso? Conheça essa inovação e tire suas dúvidas com o nosso artigo (LXP) Learning Experience Platform x LMS: principais diferenças e descubra qual é melhor para a sua realidade!