Como a tecnologia educacional mudou o processo de aprendizagem
Educação

Como a tecnologia educacional mudou o processo de aprendizagem

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

A medida em que novos avanços tecnológicos vão se popularizando, diversos segmentos da sociedade vão incorporando essas novidades em suas atividades cotidianas. Assim foi com a internet, dispositivos mobile e aplicativos: essas inovações trouxeram transformações profundas em diversos campos - e um dos inúmeros setores impactados foi a educação. Neste artigo, vamos explicar como a tecnologia educacional mudou o processo de aprendizagem e mostrar as tendências desta área que podem ser aplicadas nas empresas e instituições de ensino.

Os impactos da tecnologia educacional

Assim como setores como saúde, segurança e mobilidade, a educação também foi impactada por diversas transformações com a adoção dos avanços tecnológicos. Essa união não alterou somente os processos educacionais, e sim inclusive a recepção e interação dos estudantes.

Antes os processos educacionais eram restritos à sala de aula: um professor ou instrutor fazia a exposição dos conteúdos definidos pelo projeto pedagógico e depois realizava atividades de fixação, como lições ou trabalhos. Isso era a norma, independentemente do nível de ensino - do básico ao superior.

Agora, enquanto a sala de aula ainda tem seu espaço e vantagens nos processos educacionais, esse modelo não é mais hegemônico ou a única possibilidade de se investir em educação - seja para as instituições de ensino como para as empresas. Mesmo o estilo presencial está aderindo as inovações tecnológicos em suas atividades, tornando a aprendizagem mais dinâmica e interativa.

Metodologias como o EAD, blended learning e a gamificação estão sendo usadas dentro e fora das salas de aula, dando maior autonomia para os estudantes e flexibilidade para seu momento de aprendizagem. Os educandos podem se aperfeiçoar em determinados temas de acordo com seu interesse e necessidade, além de acessar os conteúdos a qualquer hora e em qualquer lugar. O professor/instrutor não é mais o único guardião do conhecimento: um número infinito de informações pode ser encontrado com apenas alguns cliques ou toques na tela - tudo graças à tecnologia.

Essa quebra de paradigma mudou completamente o comportamento dos estudantes: agora o aprendizado não se baseia apenas em um modelo passivo de escuta e atividades programadas; atualmente os educandos querem interagir, questionar e construir seu caminho no processo educacional. Desta forma, são necessários diferentes tipos de estímulos para despertar sua atenção, além de contemplar os variados estilos de aprendizagem para que ensino seja eficiente e atinja os resultados desejados.

Neste sentido, as inovações tecnológicas trazem um desafio às instituições de ensino e empresas; mas também oferecem diversas vantagens e possibilidades para as organizações.

Os benefícios da tecnologia educacional para empresas e instituições de ensino

Por mais que essa mudança possa parecer assustadora em um primeiro momento para quem está acostumado ao modelo tradicional, as inovações possibilitadas pela tecnologia só têm a acrescentar aos processos de aprendizagem - não somente para os estudantes, como também para as organizações que adotam essas estratégias, em alguma medida, em seu projeto educacional.

A primeira vantagem que essas inovações costumam oferecer é a redução de custos: ao adotar tecnologias como o EAD e gamificação, economiza-se recursos em relação ao deslocamento, aluguel de espaço e horário dos estudantes/colaboradores e do professor/instrutor. As aulas e atividades podem ser acessadas remotamente e em horários flexíveis, apenas contando com uma produção anterior dos conteúdos.

Por sua natureza, o uso dos avanços tecnológicos já desperta a atenção, tanto de alunos de uma escola como de funcionários de uma organização. Esse interesse natural ajuda os participantes a se engajarem nas atividades propostas, aumentando sua motivação e consequentemente o seu desempenho na dinâmica. Além disso, a tecnologia educacional incentiva a autonomia e proatividade dos estudantes, tornando o processo de aprendizagem mais interativo - o que reforça o engajamento.

Também é possível explorar novas abordagens e formatos de conteúdo nas plataformas, o que ajuda os estudantes a fixar os conhecimentos adquiridos, considerando ainda mais os diferentes estilos de aprendizagem que podem apresentar. O fato de ser uma atividade dinâmica também contribuir para que o uso das tecnologias educacionais reforce a memorização dos aprendizados, pois alia um estímulo positivo às informações.

Outra vantagem da tecnologia é facilitar a mensuração do desempenho dos estudantes/colaboradores nas atividades. As plataformas costumam oferecer relatórios detalhados de performance, auxiliando na análise da própria dinâmica.

Seja no ensino básico, superior ou nos treinamentos corporativos, as tecnologias educacionais tornaram os processos de aprendizagem mais dinâmicos, atraentes, flexíveis e até mesmo mais eficientes. Os avanços tecnológicos já fazem parte das vidas das pessoas - independentemente de sua idade - então por que não os aproveitar na educação?

Tendências da tecnologia educacional

Existem algumas estratégias que podem ser implementadas tanto em instituições de ensino como em empresas, utilizando a tecnologia para fortalecer os processos de aprendizagem. Vamos conhecer melhor as tendências desta área?

Blended Learning

Também chamado de ensino híbrido ou misto, este método é um intermediário entre o modelo presencial e o online. Basicamente misturam-se aulas a distância com atividades em sala de aula, possibilitando ao mesmo tempo um certo grau de flexibilidade e o contato pessoal com professores/instrutores e seus colegas de aprendizado.

Este método pode ser usado por instituições de ensino e empresas que estão começando a adotar as tecnologias em seus processos educacionais, acostumando aos poucos os públicos (como os próprios profissionais das organizações, alunos e colaboradores) que não tem tanta facilidade e intimidade com os avanços tecnológicos.

EAD

Este modelo é um dos mais conhecidos. O ensino a distância é uma estratégia acessível, flexível e prática para utilizar em escolas, empresas e outras instituições. Porém adotar uma plataforma EAD não significa acabar 100% com o ensino presencial na sua organização: é possível aproveitar em alguns momentos a sala de aula e discussões em grupo para fortalecer os conhecimentos.  

Gamificação

A gamificação é uma ótima solução para tornar as atividades mais dinâmicas, engajadoras e interativas. Esta estratégia alia elementos de games em situações que não se restringem ao entretenimento, como na educação formal, treinamento corporativo, integração de novos funcionários e até mesmo na realização das tarefas cotidianas - seja na escola como na empresa.

Desta forma, combinando o lúdico ao aprendizado, a gamificação fortalece a fixação dos conteúdos apresentados e desperta a motivação para cumprir as atividades propostas, criando competições saudáveis entre os participantes para atingirem as missões da dinâmica. Assim, alcança-se o objetivo do jogo e da aprendizagem: a conquista do conhecimento.

Quer saber como a gamificação pode contribuir com o processo de aprendizagem da sua organização? Converse conosco e descubra os benefícios dessa estratégia!

No items found.
Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
No items found.
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon facebookicon instagramicon linkedin