Os dados estão dominando o mundo. Atualmente este tipo de informação está sendo utilizada em diversos cenários: na nossa experiência com sites e redes sociais; ao ouvir música e assistir um filme e até mesmo nos processos internos das empresas. O RH tem muito a aproveitar desse conteúdo, ainda mais nos treinamentos corporativos. Conheça agora o que é o E-Learning Analytics e quais são as vantagens dessa ferramenta!

O E-Learning e suas possibilidades

O modelo de educação a distância mudou a maneira com que estamos acostumados a aprender e ensinar. Qualquer pessoa com acesso a internet pode, atualmente, encontrar as mais variadas informações e construir seu conhecimento no assunto que quiser. Desde línguas estrangeiras, programação a como fazer uma maquiagem artística: são tantas portas abertas para o aprendizado! E tudo a alguns cliques de distância.

Além disso, o EAD trouxe a flexibilização em relação ao tempo, local e dispositivos tecnológicos usados no aprendizado, permitindo que os estudantes acessem as aulas nos horários mais convenientes a sua vida corrida e usando aparelhos fáceis de serem adquiridos.

Todas estas possibilidades beneficiaram tanto as pessoas autodidatas, quanto o ensino tradicional e educação corporativa.

Ao ser implantado nas empresas e instituições de ensino, o e-learning possibilitou a redução de custos, pois nesse modelo não é necessário investir em esforços logísticos para reservar um espaço físico, deslocar os funcionários/alunos e agendar um instrutor/professor para cada atividade educacional – como no caso do estilo tradicional.

No e-learning algumas aulas podem ser realizadas a distância, complementando a educação presencial. Assim, o modelo permite a criação dos próprios conteúdos, ajustados especificamente para as demandas e necessidades da organização, ou então o aproveitamento de materiais feitos por terceiros, como os MOOCs (Massive Open Online Course).

Além disso, o e-learning permite algo que é mais difícil de ser realizado no ensino tradicional: uma mensuração rápida dos resultados da atividade. As plataformas costumam oferecer relatórios detalhados do desempenho dos participantes, ajudando os organizadores a identificar com maior agilidade os conteúdos que estão sendo bem assimilados e aqueles que precisam de reforço.

E é nesse ponto que entra o E-Learning Analytics…

O que é o E-Learning Analytics?

Essa ferramenta permite mensurar, analisar e disponibilizar informações sobre a performance dos estudantes na plataforma de ensino. Utilizando métodos como o Big Data, que é o uso de dados estruturados de forma estratégica, o E-Learning Analytics ajuda os responsáveis pela atividade educacional (professores, tutores, RH, etc) a melhor avaliar os participantes – isso de forma ágil e prática.

O E-Learning Analytics é um ferramenta que gera relatórios individualizados da performance dos estudantes, permitindo uma análise rápida e precisa de como anda o processo de aprendizagem da instituição de ensino ou empresa.

Na prática é fácil entender como o E-Learning Analytics funciona: o estudante interage com a plataforma de ensino a distância, assistindo as aulas e realizando os testes e atividades propostos. A ferramenta recolhe essas informações e as organiza de tal forma que o responsável pela ação poderá saber quais são os temas e questões que o participante conseguiu acertar, quais perguntas errou e como foi seu desempenho em geral.

Assim, todo o processo é automatizado, facilitando a vida dos responsáveis pela ação e tornando a operação de avaliação mais ágil e prática. Porém, esse não é o único benefício da estratégia.

Quais são as vantagens de se adotar o E-Learning Analytics?

Adotar essa ferramenta traz diversas vantagens para instituições de ensino e empresas. A análise individual e coletiva irá permitir ao professor/tutor/RH/etc ter uma visão micro e macro da performance do público-alvo da atividade. Isso ajuda a equipe responsável a melhorar o processo educacional ao ver o que está dando certo, o que precisa ser melhorado e identificar outras lacunas de aprendizagem. Tudo é feito com dados confiáveis, o que dará segurança a tomada de decisões para aprimorar todo ciclo de aprendizado, tornando-as mais assertivas.

Além disso, o estudante poderá ter um feedback rápido e até imediato sobre seu aprendizado, para que possa se esforçar mais nos temas que ainda não assimilou como deveria. O professor/tutor/RH também terá essa informação e poderá trabalhar pontos específicos com cada aluno/colaborador. O resultado disso é um ensino mais personalizado e assertivo, trazendo mais resultados ao participante – o que por sua vez irá engajá-lo e motivá-lo a continuar aprendendo, reduzindo o nível de evasão e desistência.

Assim, o E-Learning Analytics é uma excelente ferramenta para otimizar as aulas, seja de educação tradicional ou ensino corporativo, ajudando a identificar e resolver lacunas de aprendizagem. Os professores/tutores/RH poderão reforçar determinados conhecimentos e investir em outras estratégias que possam ajudar nessa tarefa, como metodologias inovadoras, diferentes didáticas e mídias – para beneficiar pessoas com diferentes estilos de aprendizagem, por exemplo.

Analytics e outras estratégias de aprendizagem

Além do EAD, existem outras estratégias que utilizam do princípio do E-Learning Analytics para dispor dados confiáveis no processo de aprendizagem. A gamificação, em seu modelo eletrônico, também oferece relatórios detalhados da performance dos usuários para o acompanhamento educacional.

A gamificação é uma metodologia que pode ser aplicada em instituições de ensino e empresas para aprimorar alguns processos. Ela alia elementos de jogos – como storytelling, pontuação e recompensas – para motivar os participantes a realizarem ações concretas, como estudar e aprender determinados temas.

Aulas, tarefas de casa, treinamentos corporativos, onboarding de novos funcionários, atividades diárias: a gamificação pode transformar essas ações em experiências imersivas e interativas, motivando e engajando o público-alvo a realizá-las da melhor maneira e assim ter melhores resultados.

Na educação, o estilo lúdico da gamificação auxilia a fixação dos conhecimentos ao associar o estudo a estímulos positivos. Afinal, aquilo que aprendemos nos divertindo fica gravado na memória. Isso torna a aprendizagem ainda mais eficiente, pois não será esquecida tão facilmente quanto algo que o professor/tutor/instrutor disse em algum momento da aula/treinamento.

O lado lúdico também facilita a compreensão de temas mais complexos e densos, estimulando os estudantes a assimilar os conhecimentos mesmo que mais difíceis. Isso acontece ao usar elementos motivadores comuns aos jogos, impulsionando os participantes a alcançar cada objetivo e “passar de fase”. A mesma lógica ocorre na gamificação: cada aprendizado é um up na dinâmica.

Quer saber mais como a gamificação pode ser usada nos processos de aprendizagem? Converse conosco e saiba como adotar essa estratégia na sua instituição de ensino ou empresa!