Ludos Pro

Plataforma de aprendizagem corporativa

Português PT

O recrutamento inteligente é um método que usa várias ferramentas para tornar esse processo mais eficiente, escolhendo o melhor profissional para a empresa. Entre todas as opções, a tecnologia é uma das que mais vem trazendo resultados para RHs do mundo inteiro. 

O que você vai ver neste artigo:

Quer melhorar os processos seletivos do seu negócio? Conheça o recrutamento inteligente e use as ferramentas inovadoras em 6 passos!

A Importância de um Recrutamento Eficiente

Toda empresa é movida por seus colaboradores: são eles os responsáveis por atividades importantes em um negócio, participando da produção e execução dos serviços; pensando em estratégias; fazendo o atendimento ao cliente; entre tantas outras tarefas fundamentais.

Sem contar com profissionais competentes, a organização corre o risco de ter operações ineficientes, atendimento insatisfatório, além de outros problemas que, consequentemente, geram ainda mais prejuízos, como a perda de clientes e redução na lucratividade. 

Ter os melhores funcionários é uma excelente forma de aumentar a produtividade e qualidade da empresa, fortalecendo sua competitividade e presença no mercado. Eles são capazes de encontrar oportunidades, pensar em melhorias nas operações, realizar um atendimento e abordagem que encanta o público, entre outras questões, que podem melhorar os resultados do negócio.

Nesse sentido, realizar uma boa gestão de talentos é imprescindível, encontrando os melhores profissionais para fazer parte do quadro da organização, treinando aqueles que já estão para que sejam ainda mais competentes (tanto do ponto de vista técnico, quanto comportamental) e retendo os melhores na empresa. 

E todo esse trabalho começa na seleção, tornando esse processo estratégico para um negócio que quer se destacar no mercado e se prevenir de problemas no futuro. Para evitá-los, muitas empresas investem em formas de recrutamento nada convencionais para atrair talentos diversos, conhecê-los para além do que as metodologias tradicionais oferecem e escolher os melhores para o seu quadro. 

E, de várias possibilidades, algumas empresas estão adotando o chamado recrutamento inteligente para aprimorar esse processo. 

O que é o Recrutamento Inteligente?

Basicamente, é o uso de diversas ferramentas eficientes e inovadoras nos processos de recrutamento e seleção, ajudando a empresa e RH a encontrarem os profissionais mais alinhados às necessidades do cargo e a cultura organizacional. 

Algumas dessas metodologias são: 

Marketing 

Essa área já é bastante aproveitada pelas empresas para atrair os clientes e também pode ser empregada com outros públicos. Anúncios ajudam a divulgar as vagas para mais pessoas, aumentando assim o número de profissionais alcançados e, consequentemente, de chances para encontrar o melhor para a equipe. 

Até mesmo um conceito vindo do marketing foi adaptado para esse cenário, com o surgimento do inbound recruiting: em vez de pensar em um funil de vendas ou jornada do comprador, se lida com a jornada do candidato. Dessa forma, em vez de etapas, considera-se toda experiência dos profissionais no processo — algo importante para o recrutamento inteligente. 

Tecnologia

Entre os vários recursos usados no recrutamento inteligente, a tecnologia pode trazer ainda mais possibilidades e benefícios para a empresa. Plataformas ajudam a fazer a triagem de currículos e respostas dos candidatos, selecionando aqueles que têm maior correspondência às necessidades do cargo e cultura da empresa; enquanto metodologias como a gamificação propiciam uma dinâmica engajadora para conhecer mais sobre o comportamento e conhecimento dos profissionais. 

Banco de Currículos

Uma forma simples e eficiente de se melhorar os processos seletivos é guardar os dados dos antigos candidatos, desde aqueles que saíram bem nas entrevistas finais e por pouco não foram contratados até aqueles que não foram além da etapa de triagem dos currículos. 

Em vez de se realizar todo trabalho desde o início quando surge uma oportunidade, ter essas informações armazenadas — ainda mais com as possibilidades tecnológicas — ajuda a otimizar o tempo, recursos e esforços da empresa. 

Mas, para além de conhecer as possibilidades, é preciso entender como aplicá-las na prática. 

Como Realizar um Recrutamento Inteligente em 6 Passos

Todas essas ferramentas citadas anteriormente vão ajudar a montar um processo de recrutamento e seleção mais eficiente, ainda que simples: são apenas 6 etapas para implementar esse conceito.

1- Definição da vaga

O primeiro passo é entender exatamente qual profissional a empresa busca: quais são suas qualificações técnicas? Quais competências comportamentais e valores a pessoa deverá ter? O que é fundamental, um extra ou desnecessário? Quais serão suas responsabilidades? 

Essas e outras perguntas ajudam a afunilar o processo de escolhas de candidatos, otimizando o trabalho. 

2- Divulgação

Usando ferramentas como redes sociais, empresas terceirizadas e plataformas especializadas, deve-se divulgar a vaga com todas as informações importantes. Quanto maior for o alcance da ação, maior serão as chances de se atingir os profissionais certos — porém, também é fundamental considerar o perfil das pessoas que acessam os canais usados, direcionando os esforços naqueles meios que se alinham ao tipo de candidato que se quer atrair. 

3- Triagem de candidatos

Usar ferramentas tecnológicas, como as plataformas, ajuda a otimizar esse processo ao automatizar a triagem dos currículos, selecionando aqueles que mais se encaixam nas necessidades da empresa.

Isso pode ser feito tanto pensando nas suas experiências e conhecimentos técnicos, quanto em relação a seus comportamentos: é possível aplicar testes e atividades gamificadas para avaliar seu perfil pessoal, habilidades subjetivas e postura diante de determinados desafios. 

Assim, em vez de fazer a seleção de forma manual e entrevistando uma grande quantidade de candidatos, consegue-se fazer o afunilamento para um número menor de profissionais e mais alinhado às expectativas da empresa. Tudo isso de forma rápida e prática. 

4- Entrevista

Nem tudo deve ser completamente automatizado, afinal, é importante ter uma conversa olho no olho com os candidatos antes de escolher alguém para fazer parte da equipe. Mas a tecnologia pode ajudar a realizar esse encontro mesmo que o profissional more até mesmo em outro país. 

Isso permite com que a empresa selecione os melhores candidatos, não se preocupando com os limites geográficos. 

5- Banco de currículos e onboarding

O processo seletivo não acaba quando a contratação é realizada: é importante guardar as informações e contato dos candidatos que chegaram perto em caso de novas vagas surgirem ou do contratado, por qualquer motivo (inclusive pessoal e inesperado), não ficar muito tempo no emprego.

Além disso, é preciso investir em estratégias como onboarding para integrar o novo funcionário em sua rotina e equipe — também aproveitando os recursos tecnológicos para oferecer uma experiência mais engajadora ao novato. 

6- Conhecer as ferramentas

Todo esse processo pode ser adaptado às necessidades da empresa e ser mais eficiente quando se conhece todas as ferramentas à disposição para tornar o recrutamento inteligente. Possibilidades como plataformas digitais, big data, entrevista online e gamificação podem fazer muito pelo seu RH.

Quer saber mais sobre um dos métodos mais eficientes? Descubra como utilizar a gamificação em processos seletivos e dê um UP na equipe da sua empresa!

Teste-por-7-dias-gratis-1024x286

Fale com um consultor

Preencha os campos abaixo e receba o contato de um especialista.

X
Imagem semi-disco Imagem triângulo

Obrigado!

Entraremos em contato o mais breve possível