Dar espaço para os funcionários participarem da tomada de decisão e atuarem de forma mais estratégica pode ser bastante positivo para a gestão de pessoas e também para o desempenho da empresa. Não é à toa que algumas organizações estão atentas ao conceito de employee voice, trazendo a voz dos colaboradores para a rotina do negócio.

Descubra nesse artigo os benefícios e como adotar o employee voice na empresa, tornando seus funcionários mais engajados e eficientes!

As Transformações nas Relações de Trabalho

As últimas décadas trouxeram grandes transformações no mundo do trabalho: as expectativas; necessidades e desejos na carreira mudaram completamente, especialmente com a chegada das novas gerações, exigindo com que empresas adotassem novas formas de gestão para abraçar esses novos profissionais e não perder talentos ou ficar para trás da concorrência.

Muitos não pensam em permanecer décadas na mesma organização, ainda mais quando ela segue uma hierarquia rígida, em que não há espaço para maiores contribuições dos colaboradores no todo. Muitos veem na carreira a oportunidade de gerar impactos, seja na sociedade ou em uma pequena área específica — e dificilmente há essa sensação se o funcionário acredita que não é escutado ou não tem importância nos processos e estratégias da empresa.

Com todas estas mudanças nas relações de trabalho, conceitos como gestão humanizada e employee voice passaram a se tornar tendência, transformando a dinâmica interna de milhões de organizações. 

O que é Employee Voice e quais são os seus Benefícios?

Em resumo, este termo em inglês se refere a escutar e valorizar as opiniões dos funcionários, seja a respeito de seus processos, estratégias e até mesmo na própria gestão de pessoas, descobrindo lacunas e oportunidades na empresa.

Isso significa que as lideranças estão abertas a escutar desde reclamações a ideias de melhorias vindas dos colaboradores, acolhendo suas opiniões e agindo de acordo com o que foi trazido à sua mesa.

Muitas organizações se colocam como próximas aos seus funcionários, divulgando uma imagem de que os escutam e os valorizam, marcando esse espírito em suas comunicações e cultura organizacional. No entanto, no dia a dia, as opiniões, críticas e sugestões dos colaboradores entram por um ouvido e saem pelo outro — sem gerar mudanças ou respostas da empresa.

Ignorar ou manter uma relação distante com os profissionais pode trazer uma série de consequências negativas para o negócio:

  • Mau aproveitamento dos talentos: muitos colaboradores têm ideias que podem melhorar algo na organização, e não escutá-las significa deixar oportunidades serem jogadas fora; 
  • Desmotivação: um funcionário que não se sente valorizado ou escutado na organização pode perder a motivação profissional, o que irá prejudicar sua produtividade e qualidade de seu serviço
  • Aumento do turnover: essa desmotivação, em grande escala, pode resultar na saída dos talentos — e um índice alto de rotatividade de pessoal gera prejuízos econômicos, produtivos e intelectuais em qualquer empresa; 

O contrário, escutar e considerar as opiniões da equipe, como propõe o employee voice, pode gerar vários benefícios para a empresa:

  • Aumento da motivação: quando se sentem valorizados, os funcionários têm mais ânimo para realizar suas tarefas, melhorando sua produtividade e até mesmo qualidade de seu serviço;
  • Aumento do engajamento: funcionários motivados tendem a ter um relacionamento mais forte com a empresa, “vestindo a camisa” e dando o seu melhor para alcançar o sucesso;
  • Aumento da inovação: imagine que seus funcionários têm ideias brilhantes para otimizar processos, entregar uma solução e atendimento mais satisfatório para os clientes e até de oportunidades de negócio — suas sugestões podem transformar a rotina da empresa por meio da inovação;
  • Melhoria no clima: um ambiente mais acolhedor, com pessoas motivadas, propiciará um lugar mais saudável para a equipe, fortalecendo o relacionamento do grupo;
  • Melhoria na organização: todos esses benefícios, no fim das contas, geram mais resultados para a empresa, aumentando seu lucro e competitividade. 

O employee voice, mais do que um valor, é uma estratégia que abre um espaço de diálogo com os funcionários, estimulando, escutando e analisando suas ideias e sugestões para gerar impactos positivos na empresa e influenciando inclusive na tomada de decisão. 

Como Funciona o Employee Voice?

Mudar algo na relação da equipe sempre é uma tarefa difícil, no entanto, não impossível. 

Em um artigo da Forbes, a chefe de Recursos Humanos da empresa de softwares Paycor, Karen Crone, explicou algumas ações que partiram dos funcionários e que mudaram a rotina da equipe. Durante o período de trabalho remoto, houve a sugestão de ter reuniões semanais — em vez de mensais — com o grupo, o que fortaleceu o relacionamento dos funcionários mesmo durante os momentos de distanciamento social.

Nessas reuniões de equipe, foi levantada a ideia de criar ações de visibilidade aos cuidados com saúde mental, para enfrentar o estigma na área e promover a saúde dos funcionários. De sessões de mindfulness a conversas sobre hobbies e um espaço virtual para assuntos gerais, os colaboradores da empresa passaram a ter uma postura mais proativa em relação aos negócios e ao próprio departamento, contribuindo para melhorar o clima e os resultados do setor. 

Tudo isso mostra, na prática, como abrir o espaço e permitir o feedback dos colaboradores pode gerar impactos na rotina, formando um ciclo virtuoso de troca entre os envolvidos. 

Nesse artigo, Karen Crone ainda lista 3 dicas para começar a implementar o employee voice na empresa:

1- Ser exemplo: os líderes devem se comportar de forma acessível, transparente e comunicativa com os seus colaboradores, estimulando esse comportamento e a troca de ideias entre a equipe, assumindo sua posição de liderança e influência;

2- Incentivar a comunicação: dar abertura para que os colaboradores troquem ideias, usando metodologias como feedbacks, questionários, entre outros;

3- Sempre tentar: Crone diz para suspeitar de mudanças que ocorrem fácil demais, pois as que são verdadeiramente positivas e produtivas começam com erros e falhas. Ela indica que essas barreiras momentâneas servem para mostrar que a organização está crescendo e expandindo, não somente reagindo ao movimento de transformação.

Neste sentido, além de implementar ações de feedback, para aplicar uma boa estratégia de employee voice é necessário ter uma atenção especial às lideranças — que são o principal contato de um funcionário com a empresa.

Capacite seus gestores para que eles extraiam o melhor dos colaboradores: descubra a importância do treinamento de líderes e aumente os resultados do seu negócio!