A gestão de carreira é um guia que pode ajudar a engajar e aproveitar melhor os talentos da empresa, permitindo com que seus colaboradores enxergem um futuro na organização. Por isso, investir nesse modelo pode ser estratégico ao RH. 

O que você vai ver neste artigo:

Quer saber mais sobre o que é a gestão de carreira? Descubra a importância desse trabalho — tanto para a empresa quanto para o colaborador. 

O que é Gestão de Carreira?

Existem vários tipos de gestão: da vertical a horizontal; focada em processos ou resultados. Elas ajudam a dar um norte para as estratégias e planejamento da empresa, escolhendo as prioridades e a forma de funcionamento dos setores. 

Alguns departamentos têm modelos específicos para o seu caso, como o RH. E entre tantas opções, a gestão de carreiras é uma excelente escolha para aprofundar e dar um norte ao relacionamento do colaborador com a empresa. 

Basicamente, a gestão de carreira é um conjunto de ações tomadas pela organização para estruturar o caminho que os profissionais vão seguir na instituição. Ela alinha às necessidades da empresa com as expectativas dos funcionários, para beneficiar todos os lados. 

Em vez de se sentirem estagnados em sua função, os colaboradores terão a noção de que têm chances de se desenvolver e ter ascensão profissional na organização. Esse caminho é desenhado conforme suas competências técnicas, habilidades sociais, desejos e demais critérios que a empresa julgar importante para os cargos.

Dessa forma, os colaboradores têm um guia do que fazer para dar uma alavancada na vida profissional dentro da organização, se esforçando para alcançar as metas da trilha que almejam seguir. A gestão de carreira é uma ferramenta que pode beneficiar todos os lados envolvidos. 

A Importância da Gestão de Carreira

Cada estratégia empresarial tem o seu enfoque e vantagens. A gestão de resultados, por exemplo, ajuda a aumentar o desempenho do negócio, concentrando no atingimento das metas. 

Já as metodologias voltadas ao público interno contribuem para fortalecer elementos como o engajamento e clima interno que, de uma forma ou outra, impactam na produtividade e qualidade do serviço — e, consequentemente, nos resultados da empresa. 

Nesse sentido, a gestão de carreira tem muito a agregar à organização:

Aproveitamento de talentos

Um profissional sempre pode começar em uma função, mas, com o tempo, descobrir seus talentos e vocação em outra área ou cargo. Isso significa que ele pode explorar talentos ignorados e, dessa forma, até se reencontrar na carreira. 

A trajetória desenhada na gestão de carreira costuma exigir que o colaborador invista em aprimoramento, participando de cursos, workshops e formações diversas, além de se desenvolver em habilidades sociais. Assim, para chegar aonde se quer, o funcionário se tornará mais competente, tanto do aspecto técnico quanto comportamental, fortalecendo seus talentos e beneficiando sua vida e a empresa. 

Outras ferramentas como a gestão de pessoas por competências pode auxiliar nessa questão, alinhando as estratégias da organização com as habilidades dos funcionários. 

Engajamento

Um colaborador engajado é mais produtivo e competente do que os outros, pois sempre busca dar o seu melhor. Enquanto vários elementos podem contribuir para aumentar o engajamento dos funcionários — como um salário digno, benefícios corporativos, ambiente saudável —, a gestão de carreira pode ser mais um incentivo a essa postura. 

Se o profissional sabe que seu esforço será recompensado, como alcançar um cargo elevado, ele se sentirá mais valorizado pela organização e terá um vínculo forte com ela.

PROFISSIONAIS-DO-FUTURO

Retenção dos talentos

Uma pesquisa da consultoria de recrutamento Michael Page, divulgada em um artigo no G1 no fim de 2019, revela que a falta de crescimento profissional é o segundo principal motivo para os pedidos de demissão. Esse dado reflete a importância de construir um ambiente que permita aos colaboradores enxergar um futuro na organização para não deixar os talentos irem embora. 

A gestão de carreira dá isso ao colaborador: um caminho estruturado que ele pode seguir para se desenvolver e crescer profissionalmente, alcançando novos patamares. Ele se sentirá desafiado a evoluir, trabalhando diversas competências para isso. 

Muitos profissionais precisam dessa segurança de um caminho definido ou das oportunidades de se desafiar profissionalmente — o que pode ser alcançado por esse modelo de gestão.

E, em um grau maior, esse cuidado pode ajudar a reduzir índices negativos como a rotatividade de pessoal, que gera prejuízos financeiros, produtivos e intelectuais ao negócio. 

Atração de talentos 

Além de reter, adotar a gestão de carreira pode ser um elemento a mais para atrair a atenção dos talentos para a sua empresa. Esse item capta o olhar dos profissionais que desejam se desafiar e também ter espaço para crescer em suas áreas, incentivando a sua candidatura às oportunidades. 

Um processo seletivo é algo desafiador tanto para os recrutadores para os candidatos: muitos profissionais qualificados não vão perder seu esforço e tempo em uma vaga que não lhe dará benefício no longo prazo — afinal, pra quê ficar pouco tempo em um lugar e acabar deixando passar uma oportunidade melhor e que dê chances de evolução e de se estabelecer na carreira?

Assim, sua empresa consegue conquistar a atenção de profissionais competentes, que farão toda a diferença na equipe. 

Como Implementar a Gestão de Carreira

Primeiro, para investir na gestão de carreira, é importante entender os objetivos estratégicos da empresa e de cada setor, considerando também suas metas. Todos os colaboradores devem atuar para alcançar esses alvos, alinhando assim suas expectativas com as necessidades da organização.

Então é o momento de desenhar toda trajetória profissional de cada função envolvida na empresa, definindo quais são as competências essenciais para assumir as atividades e quais são as opções e critérios de promoção. Deve-se fazer um plano de carreira bem estruturado, para que os candidatos tenham informações claras e objetivas do que precisam fazer para crescer dentro da organização.

Após essas etapas, algo que pode contribuir para uma gestão de carreira bem sucedida é o contato com o público-alvo da ação. É fundamental compreender os anseios, dificuldades e competências dos colaboradores, além de estimular seu crescimento para que eles evoluam em sua trajetória profissional.

Outra dica importante é aproveitar ferramentas como a avaliação de desempenho para acompanhar a performance dos funcionários, verificando se eles estão alcançando suas metas — tanto do departamento quanto em relação ao desenvolvimento de competências.

Entretanto, uma área fundamental e crítica para a gestão de pessoas em geral é o recrutamento e seleção. Somente contando com os melhores profissionais se é possível montar uma equipe de sucesso e aumentar os resultados do negócio. 

Aprimore o processo de recrutamento e seleção com a estratégia de Inbound Recruiting e atraia os talentos para a sua empresa!

teste-gratis-por-7-dias
O que é Gestão de Carreira?

Basicamente, a gestão de carreira é um conjunto de ações tomadas pela organização para estruturar o caminho que os profissionais vão seguir na instituição.