O mundo dos negócios está cada vez mais competitivo e, para se destacar, as empresas buscam desenvolver uma cultura de inovação, para isso, uma das maneiras é estimular o intraempreendedorismo na organização. 

Esse conceito pode ser adotado por empresas de todos os segmentos e portes, ajudando-as a inovar e otimizar seus processos. Descubra neste artigo o que é intraempreendedorismo e como despertar essa qualidade nos seus colaboradores. 

O que é Intraempreendedorismo?

A cultura de inovação está cada vez mais presente nas corporações, ajudando-as a ter vantagem competitiva sobre as outras empresas e a se manter no mercado. A participação dos colaboradores é fundamental nesse processo, trazendo sugestões e soluções para a organização — e isso ocorre especialmente quando eles têm um espírito intraempreendedor. 

Basicamente, intraempreendedorismo significa empreender dentro da organização que se trabalha. Este fato acontece quando o colaborador tem uma postura proativa na empresa, sempre buscando resolver os problemas, propor soluções e fazer mais do que tradicionalmente um funcionário faria. 

Esse colaborador tem uma série de qualidades que o ajudam a se destacar, como estar atento ao ambiente, sempre buscar e aproveitar oportunidades, ter maturidade para correr riscos e lidar com as consequências, além de saber executar planos e transformar suas ideias em ações concretas para o benefício da empresa. 

Assim, a pessoa que apresenta essas características não espera as coisas acontecerem ou a liderança requerer alguma atitude: este profissional é anallítico e proativo, capaz de analisar os cenários, planejar ações e executá-las por motivação própria. 

O intraempreendedor consegue contribuir com o sucesso do negócio ao identificar oportunidades de melhorias internas — seja nos processos, criação de produtos ou serviços, atendimento ao cliente e diversas outras áreas —, impactando o desempenho da empresa com suas ideias e ações.  

Por mais que o dono da empresa seja o principal responsável por ela, é impossível estar presente e atento a cada detalhe que ocorre internamente. A organização depende de cada um dos membros para funcionar e são os colaboradores que tem uma relação próxima das situações e problemas do dia a dia: assim são eles os mais indicados para identificar oportunidades de melhoria. 

Apesar de ser uma característica individual, as empresas podem e devem incentivar o espírito intraempreendedor em seus funcionários, despertando o engajamento e criatividade na equipe para melhorar o desempenho da organização e beneficiar todos os lados. 

Benefícios de ter Funcionários Intraempreendedores

Incentivar o espírito intraempreendedor é uma excelente ideia para melhorar os resultados de uma empresa. Primeiramente, deixar de inovar é um grande risco na atualidade: milhares de organizações encerraram suas atividades justamente por ficarem paradas no tempo, enquanto outras se ergueram devido sua atenção às novidades e oportunidades de negócio que poucos enxergavam ou apostavam.

Assim, investir no intraempreendedorismo significa investir em inovação, o que por sua vez pode gerar diferenciais que irão destacar a sua empresa da concorrência e firmar seu espaço no mercado. 

Nesse sentido, a inovação dentro das empresas pode ocorrer de principalmente de duas formas:

  • A criação de novos produtos e serviços: que podem ser mais alinhados às necessidades dos clientes, especialmente quando sugeridos por funcionários que lidam diretamente com o público e podem identificar dores em comum e assim pensar em uma resposta para essas situações. Com a ajuda de colegas de outros departamentos, esse projeto pode ser aprimorado e trazer soluções prontas para resolver o problema da clientela e, desta forma, aumentar as vendas e lucro da organização.
  • Otimização de processos: os colaboradores podem identificar falhas ou ter ideias para aprimorar as operações realizadas dentro da empresa. Pode ser uma solução simples, mas que ajude em questões como reduzir gastos, zelar pelos bens e patrimônio, cuidar da segurança e bem estar dos funcionários, agilizar tarefas, melhorar o clima e cultura organizacionais, sugerir metodologias novas ou até temas para o treinamento corporativo, entre outras ações.

Existem ainda outras maneiras em que a inovação pode contribuir para a empresa, entre elas aumentar o seu capital intelectual — importante ativo para melhorar a competitividade da organização.

Além disso, investir no intraempreendedorismo também ajuda no engajamento dos colaboradores. Ao serem incentivados a inovar e se desenvolver na empresa, os funcionários se sentirão parte dela e se dedicarão ainda mais para alcançar o sucesso.

Todos esses benefícios mostram que vale a pena trabalhar o espírito intraempreendedor nos colaboradores. Porém, é preciso se atentar à algumas coisas para fazer esse conceito acontecer na sua empresa.

Como Incentivar o Intraempreendedorismo na Empresa? 

Despertar o espírito intraempreendedor nos colaboradores não é uma tarefa tão simples assim. Primeiro, que nem todas as empresas estão preparadas para assumir uma postura mais aberta como ocorre nesse conceito. 

É preciso ter uma cultura interna que valorize a inovação, o que significa aceitar que falhas e fracassos também irão acontecer no processo até que uma ideia se torne um sucesso. Os colaboradores e os líderes deverão ter maturidade para lidar com esta situação, sendo pacientes para não acabar descartando algo que poderia depois virar um grande negócio.

Também é necessário ter uma cultura que estimule a proatividade e não ter uma estrutura rígida de hierarquia. Imagine se algo conseguirá ser desenvolvido se existirem uma série de aprovações de cada diretor e liderança antes de ser dado qualquer mínimo sinal verde: toda essa burocracia irá inibir a criatividade e autonomia dos funcionários. 

Deve-se ter confiança na capacidade da sua equipe de desenvolver projetos, solucionar problemas e lidar com as consequências de seus atos. Claro, é preciso ter cuidado para não acabar apostando tudo em projetos malsucedidos, fazendo testes e usando dados confiáveis para pautar as decisões tomadas.

Outra maneira de tornar esse processo mais seguro e ainda melhorar o desempenho da equipe é investir em treinamentos corporativos e ações de desenvolvimento de pessoas. Essas estratégias irão ajudar a capacitar tecnicamente os colaboradores, fornecendo-os conhecimentos importantes para suas funções e até mesmo para a empresa em geral,  enquanto habilidades essenciais para o intraempreendedorismo — como proatividade, responsabilidade e colaboração — são despertadas nos profissionais.

Assim, os colaboradores terão em mãos informações e competências imprescindíveis para ter o espírito de intraempreendedorismo e inovar em suas funções, melhorando o desempenho da empresa.
Porém, não adianta investir em um método de ensino qualquer e esperar que dê os resultados desejados. Conheça 4 Metodologias de treinamento realmente eficazes!