Conheça as principais tendências do EAD corporativo!
Educação

Conheça as principais tendências do EAD corporativo!

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Seja pelo baixo custo em relação a cursos presenciais ou pela praticidade de acesso ao conteúdo, a educação a distância (EAD) se tornou um dos negócios de crescimento mais rápido na área da educação, tendo um aumento de 21,4% em 2016 em comparação com o ano anterior. O ambiente empresarial, claro, não poderia ficar de fora.

O EAD corporativo tem ajudado instituições a aumentarem o engajamento e a produtividade dos seus funcionários, aproveitando-se do impacto positivo da tecnologia. Quer saber como sua empresa pode fazer isso? Continue lendo e descubra!

As vantagens do ensino EAD

O ensino a distância já existia muito antes da criação da internet. Em meados do século 20, por meio do envio de grandes apostilas pelo correio, as pessoas realizavam as assinaturas de cursos que custavam caro, exigiam muito tempo e eram pouco práticos.

A situação hoje é muito diferente. Seja utilizando as telas dos celulares, tablets ou notebooks, estamos cada vez mais conectados à tecnologia. Uma das áreas que mais soube tirar o proveito dessa proximidade foi justamente a educação, abrindo novas possibilidades de ensino e aprendizagem.

Com o ensino a distância, os alunos reduzem a preocupação gerada por problemas de logística, como trânsito e meio de transporte, adequando melhor seu tempo livre e produzindo mais conteúdo significativo.

Esse também é um dos motivos que melhoram o engajamento dos funcionários, pois as aulas podem ser feitas a qualquer hora e é possível retornar a módulos anteriores, contribuindo para uma melhor fixação do conteúdo.

Principais tendências do EAD corporativo

Acompanhando as várias possibilidades proporcionadas pelo ensino a distância, o EAD corporativo é uma maneira de treinar e capacitar colaboradores por meio de recursos digitais. O objetivo é suprir as novas necessidades de aprendizagem dos alunos, que preferem e necessitam de um ambiente dinâmico e de maior interatividade.

Um sistema de aprendizagem que se destaca é o modelo 70/20/10. Ele indica que:

  • 70% do aprendizado começa nas rotinas de trabalho do cotidiano;
  • 20% da relação com os colegas, com a troca de ideias;
  • 10% por meio da educação formal, como cursos e workshops.

O plano de aprendizado que mescla diversos níveis traz maior interatividade, capacidade de memorização, aprendizagem contínua e maior engajamento e performance dos colaboradores.

Para ter sucesso na implantação do EAD corporativo, é preciso três características fundamentais: interatividade, dinamismo e eficiência. Pensando nisso, elaboramos uma lista com 7 tendências do mercado para te ajudar a criar uma plataforma de sucesso e que atenda às necessidades e desejos dos seus funcionários. Confira!

1. Ensino híbrido

O ensino híbrido é uma forma de intercalar aulas a distância e presenciais durante o período do curso. É uma ótima modalidade para quem ainda não está habituado ao contato integralmente online.

De forma semipresencial, ele oferece as vantagens de um ensino online — como gerenciamento do tempo — com os benefícios de um curso presencial. A metodologia também permite uma maior interatividade entre os alunos e uma forma mais leve de absorção do conteúdo.

2. Sala de aula invertida

Já a sala de aula invertida parte do pressuposto de que o conteúdo é melhor aproveitado se o colaborador já possui conhecimento prévio sobre o assunto, como a leitura dos textos tratados no módulo antes da aula ocorrer.

A principal vantagem desse tipo de metodologia é a possibilidade de desenvolver o conteúdo de forma mais profunda em um menor tempo, na qual o aluno se torna o protagonista do seu aprendizado e o tutor ocupa um papel secundário, como uma fonte de esclarecimentos.

3. Gamificação

Para tornar o aprendizado mais dinâmico, uma prática muito utilizada é a gamificação. A técnica consiste em simular os ambientes dos jogos de vídeo game de forma divertida para estimular a interatividade, o engajamento e a motivação dos funcionários. O processo inclui ranking, missões e pontos que geram recompensa a cada objetivo atingido.

A gamificação vem atender às mudanças de comportamento do público, que não está mais satisfeito em apenas consumir, mas em fazer parte do jogo. A técnica ainda colabora em diversos outros aspectos do ambiente corporativo, como o estímulo à busca por resultados e o desenvolvimento de características como liderança, capacidade de trabalhar em grupo e flexibilidade.

4. Microlearning

Ao invés de oferecer programas densos de treinamento, as empresas têm optado por adotar programas de absorção mais simples, como a técnica do microlearning. O método se baseia na fragmentação de conteúdos do curso, subdividindo o material em blocos mais curtos e condensados, capazes de serem realizados em menor tempo.

Além do recurso de vídeo, presente na maior parte dos EADs, o microlearning oferece outras ferramentas, como quiz, jogos, podcasts, infográficos etc.

5. Aprendizagem aumentada e realidade virtual

Apesar dos custos um pouco mais elevados em relação a outras ferramentas de ensino, a aprendizagem aumentada e a realidade virtual têm se tornado recursos mais acessíveis. A aprendizagem aumentada faz com que, por meio da utilização de aparelhos que utilizam tecnologia 3D, haja a interação do aluno com o ambiente fictício.

Já a realidade virtual tem sido usada para simular procedimentos de risco, por exemplo, permitindo que funcionários que trabalham em locais perigosos treinem efetivamente sem colocar ninguém em perigo. A tecnologia também é eficaz para simular situações complexas difíceis de treinar no solo.

6. Curadoria de conteúdo

A internet oferece uma grande quantidade de conteúdo de aprendizagem com fácil acesso. Ao pesquisar conteúdos para produzir uma disciplina, é fácil se perder e não conseguir diferenciar um conteúdo essencial e de qualidade.

A curadoria inteligente, feita por programas digitais, ajuda as empresas a analisarem alternativas, criarem caminhos de aprendizado personalizados e bibliotecas de recursos. A técnica pode ser integrada a outras soluções de aprendizado, como a oferta de fluxos de conteúdo específicos no local de trabalho e a sincronia com outros recursos de aprendizagem digital.

7. Customização

A customização, também conhecida como aprendizagem adaptativa ou personalizada, permite levar em consideração as experiências anteriores dos alunos e a familiaridade com o tema. A técnica personaliza módulos existentes já disponíveis e fornece treinamento focado nas necessidades de cada aluno.

Ter acesso a conteúdos focados na solução de uma deficiência faz com que retorno sobre o investimento no material aumente, muito por conta da crescente satisfação e absorção dos alunos. Porém, para que o conteúdo realmente atenda às necessidades de seus funcionários, é necessária uma série de pré-testes para avaliar a compreensão atual do público e, só a partir daí, fornecer os módulos a eles.

O EAD corporativo é um mercado em plena expansão no Brasil. A modalidade melhora a absorção de conteúdo, o espírito de equipe e a produtividade da organização, além de promover um ambiente desafiador, divertido e propício ao desenvolvimento das estratégias da empresa e de cada colaborador.

Conseguiu entender agora como os diversos benefícios das novas tendências do EAD corporativo? Então, compartilhe esse post nas suas redes sociais!

No items found.
Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon facebookicon instagramicon linkedin