Novas formas de trabalho surgiram nas últimas décadas, mudando a trajetória profissional de milhões de pessoas no mundo inteiro. De tantos modelos, a carreira em W é uma que aumenta as possibilidades dos colaboradores dentro da empresa e de aproveitar seus talentos para trazer melhores resultados. 

Conheça a carreira em W e saiba os benefícios de elaborar esse caminho — seja para sua vida profissional como para sua empresa.

As Transformações no Mundo do Trabalho

Muita coisa mudou no âmbito profissional nas últimas décadas. Home office, gig economy, automatização… várias possibilidades surgiram com os avanços tecnológicos, transformando as relações de trabalho e até mesmo a carreira de milhões de pessoas ao redor do globo.

As gerações mais antigas, atuando em organizações altamente hierarquizadas, estavam acostumadas a traçar um caminho mais rígido em suas carreiras: muitos passavam anos na mesma empresa e até no mesmo cargo, no máximo sonhando em tornarem-se os próximos chefes. Geralmente suas funções eram bem definidas e não havia muita flexibilidade no serviço.

Claro que nas últimas décadas esse cenário mudou completamente. Ainda mais considerando as gerações mais jovens, os profissionais preferem estar em um trabalho que lhes dê significado, seja motivador e que traga vantagens a curto, médio e longo prazo. Eles não são tão fiéis às empresas como os que vieram antes — o que vem causando preocupação em RH no mundo todo, buscando estratégias para reter os talentos e evitar o aumento da rotatividade de pessoal. 

Entre fortalecer o engajamento dos colaboradores e aproveitar seus talentos, diversas organizações estão inovando em relação às possibilidades de trabalho dentro da empresa, estruturando e adotando novos formatos, inclusive de carreira, para dar maior liberdade aos funcionários e extrair o melhor de cada profissional.

E, entre várias possibilidades, uma inovação que vem chamando a atenção é a carreira em W.

O que é a Carreira em W?

Todas essas mudanças forçaram as organizações a pensarem em novas formas de trabalho e possibilidades em sua estrutura profissional. 

Um modelo que veio ganhando destaque nas empresas nos últimos tempos é a carreira em Y, em que o profissional pode escolher: seguir um cargo de especialista, focando na parte técnica de sua área, ou se desenvolver como o próximo líder na organização? 

Esse estilo de carreira permite que os colaboradores que não tem o interesse em cargos de gestão possam explorar suas forças específicas, enquanto aqueles que têm esse desejo podem ser treinados para assumir essa responsabilidade futuramente. Desta forma, respeita-se a vontade do funcionário e se explora seus talentos, tanto em benefício próprio como para o da empresa.

No entanto, o modelo de carreira em W é um passo além: se o colaborador quiser ele pode escolher as duas possibilidades! Em vez de optar por um caminho, privilegiando a liderança ou a especialização, ele adota essa terceira via para se tornar um profissional mais completo. 

A carreira em W é um formato mais flexível de trajetória, permitindo que os trabalhadores se desenvolvam tanto tecnicamente em suas áreas como para assumir um cargo de gerência na empresa. 

Nesse sentido, adotar esse modelo na empresa pode ser benéfico em diversas formas para as organizações e profissionais:

Valorização dos colaboradores

Permitir que os funcionários se desenvolvam profissionalmente é sempre algo positivo para todos os lados: no caso da carreira em W, os colaboradores podem melhorar seu desempenho nas atividades técnicas e aumentar suas competências sociais para serem líderes excelentes — o que, por sua vez, impacta positivamente na dinâmica da equipe.

Essa valorização consegue melhorar o aproveitamento dos talentos dos funcionários da empresa, além de despertar habilidades importantes para o serviço de cada um. E há outro ponto positivo nesse caso — o profissional que sente que a organização investe em si acaba tendo um engajamento maior, vestindo a camisa da marca e se dedicando mais ao trabalho.

Outra situação é que, por se tornarem mais completos, os profissionais em carreira W conseguem ter uma dinâmica diferente com as equipes: eles não somente lideram no sentido de organizar os trabalhos, como dominam a área de atuação do setor, impulsionando a qualidade do serviço de todos. 

Redução da rotatividade

Essa atenção com a carreira dos colaboradores e a evolução profissional com as estratégias envolvendo o modelo em W podem contribuir para aumentar a motivação no trabalho. Esse elemento é fundamental para melhorar a produtividade, qualidade do serviço e até mesmo o clima organizacional.

Mas uma das maiores vantagens em se investir na motivação dos funcionários é para reduzir a rotatividade de pessoal: profissionais motivados dificilmente desejam sair de seus empregos, enquanto aqueles que se encontram desmotivados têm a tendência de buscar outras oportunidades para superar essa situação negativa. 

O aumento do desligamento dos profissionais gera desperdícios intelectuais, produtivos e financeiros — além do risco de perder o talento para a concorrência. Por isso, esta é uma questão importante para todo RH e empresa.

Como Investir na Carreira em W?

Existem alguns caminhos que podem ajudar a empresa a adotar essa mentalidade em seu quadro funcional. Alguns passos são fundamentais neste processo:

  • Mapear os profissionais que mais se encaixem nesse modelo e tenham interesse na carreira dupla de especialista e gestor. Assim, seleciona-se os mais aptos para ingressar em um estilo em W e evita-se desperdício ao treinar colaboradores que mais tarde desistam desse caminho;
  • Mapear as competências — técnicas e de liderança — que serão necessárias para cada profissional que busque este modelo. Desta forma, é possível oferecer um treinamento completo para cada colaborador e ter melhores resultados com a ação;
  • Montar programas de treinamento para os dois caminhos de formação, pensando em objetivos, metodologia, indicadores de qualidade e métodos de aprimoramento de todo processo. Essa estratégia deve despertar o engajamento dos funcionários para prender sua atenção, além de também contar com as possibilidades da tecnologia para facilitar o trabalho do RH. 

Essas condutas, junto com um bom planejamento, podem capacitar os funcionários interessados e selecionados para este formato de trajetória profissional — beneficiando tanto colaboradores quanto a empresa.
Mas, as transformações no mundo corporativo não ocorreram apenas nas carreiras dos profissionais: as próprias estruturas também foram impactadas nos últimos anos. Conheça um novo modelo de gestão das organizações exponenciais e descubra o que seu negócio pode aprender com elas!