Valuation é um vocábulo do inglês, originado da palavra value, que tem como significado “valor”. Para o âmbito empresarial, o termo retrata o processo para avaliar o valor da empresa, ou seja, estimar quanto uma empresa custa ou o preço mais provável de sua venda em um determinado período.

Calcular valuation é uma dúvida recorrente aos empreendedores que estão no processo de compra e venda de negócios, pois envolve uma série de características consideradas não mensuráveis, tornando a ação complicada.

Mas este artigo tem exatamente o objetivo de explicar detalhadamente o que está por trás do “valuation” e como ele pode ser identificável por meio de 4 etapas simples, trazendo o passo a passo de cada cálculo para que você saiba de uma vez por todas como definir o montante de sua empresa.

Compreendendo melhor o termo “Valuation”

Definir o valuation é uma etapa fundamental no processo de venda de uma empresa, isso porque, atribuir um valor muito alto – acima do preço de mercado – pode resultar em nenhum interesse pelo negócio. Por outro lado, se o preço for inferior, o empresário pode não maximizar seus ganhos e, consequentemente, perder dinheiro. Ter um método de cálculo para este momento, mesmo que simples, é importante para que a quantia estabelecida esteja favorável tanto para quem compra quanto para quem vende.

Mas o propósito de saber como calcular o valuation de uma empresa não se resume em estimar um preço para a venda, ele também pode ser feito com o objetivo de investigar quanto ela está valendo no mercado de ações, no intuito de adquirir empresas com um preço abaixo de seu valor, sendo, portanto, uma ação fundamental não só quando há interesse de venda da organização.

Isso porque o valuation não se resume a uma fórmula matemática, mas em uma metodologia que relaciona vários fatores subjetivos e que variam conforme cada investidor, significando que, apesar de sua relevância, calcular o valuation de uma empresa não deve ser a única ação e, muito menos, o único critério utilizado pelo empreendedor que esteja considerando sua compra ou venda, é preciso mesclar diferentes alternativas de análise.

Como calcular o valuation de maneira simples?

Há diversas técnicas de avaliação que podem ser utilizadas para presumir o valuation de uma empresa, a que vamos compartilhar aqui é a mais conhecida e utilizada: o Fluxo de Caixa Descontado – FDC.

Fluxo de Caixa Descontado – FDC

A avaliação pelo Fluxo de Caixa Descontado serve para definir o valor intrínseco da empresa em relação às projeções de lucro futuras, ou seja, trata sobre a capacidade da corporação em gerar riquezas no futuro. Ele é definido mediante os investimentos realizados em seus ativos operacionais, o seu custo de capital e os riscos do empreendimento.

De forma mais simples, é possível dizer que ao fazer a avaliação de fluxo de caixa descontado, você utiliza o princípio clássico da matemática financeira de que o dinheiro de hoje é superior ao de amanhã. Nessa perspectiva, o fluxo de caixa positivo diminui ao longo de tempo, de modo que o DFC utiliza um cálculo que abate esse superávit cada vez mais, conforme o tempo passa. Normalmente essa projeção é analisada pelos próximos 5 anos, podendo ser projetada por um tempo maior, no máximo 10 anos.

Como calcular o valuation através do FDC

Para chegar ao valuation de sua empresa através do cálculo FDC, você precisa se atentar  às várias etapas que ele requer.

Calcule o fluxo de caixa histórico

A primeira etapa consiste em calcular o fluxo de caixa histórico, em outras palavras, a entrada (receitas) e a saída de dinheiro da empresa (despesas), o quanto se paga de impostos e o valor que se investe, obtendo o resultado final de lucro ou prejuízo durante o ano.

Projete o fluxo de caixa

Em seguida, é necessário analisar o histórico do fluxo de caixa, definir premissas (as regras usadas para prever os resultados financeiros vindouros) e, ainda, projetar as finanças futuras para um determinado período de tempo, no mínimo 5 anos e no máximo 10 anos.

Com relação às premissas, é fundamental observar: se as despesas aumentaram, aproximadamente 5% ao ano, use esses resultados, agora se elas caíram 2% ao ano, em média, então utilize esses números.

É possível que nesse momento você se depare com cenários esporádicos e incomuns, como uma multa ou um gasto com despesas pessoais, situações que não fazem parte da operação recorrente da corporação e, portanto, não devem ser consideradas no momento em que for projetar o fluxo de caixa.

Calcular a taxa de desconto

A taxa de desconto trata sobre o fluxo de caixa presente, considerando os riscos das atividades e outras oportunidades de investimento. Pense no seguinte cenário: o empreendedor possui um retorno de 14% no ano por meio do Tesouro Direto, essa é uma aplicação extremamente segura, então por qual motivo ele iria arriscar seu recurso monetário em uma corporação que possui um rendimento inferior a isso? Neste caso, a taxa de desconto da empresa precisa ser maior que 14% para valer o investimento.

Mensurar o valor do Fluxo de Caixa Projetado

Mensurar o valor do Fluxo de Caixa Projetado é a última etapa para definir o valor de sua empresa através do FCD. A fórmula básica para descontar ou trazer o valor presente é: Valor Presente Líquido (=VPL).

Como são feitos os cálculos?

O cálculo é o seguinte:

HV-Wbnjvx7Dmx5gArF2jA5MJUtO6MT_BwtCMlZJIUdlm9HtpiYTuSIRQwpeDItQkMhPVla4pVOBDm6XEIQShwqe6aZd6f6rK4RNhkl1ya8M0pHAyslpqYkyffbTK9XSXWMywpGGv

CFi = Fluxo de Caixa gerado no período i, estimado dos períodos 1 a T;

Kc = Taxa de Desconto (WACC);

g = Taxa de crescimento no longo prazo;

EV = Enterprise Value ou Valor da Empresa; e

TV = Valor Terminal ou Valor Residual;

Se você seguir corretamente todos os passos anteriores, então terá o resultado final, o valuation sua empresa.

Calcular o valuation não é o único indicativo que você pode mensurar em sua empresa, há diversas formas e cálculos específicos, como o cálculo de turnover (para identificar a rotatividade), o ROI em treinamento para saber se seus treinamentos tem trazido o resultado que almeja e é possível também contar com um cálculo que mede o sucesso de sua empresa, é o que chamam de Break even. Quer saber mais sobre? Confira o artigo: Break even: saiba como calcular o sucesso da sua empresa.