Em meio a grande competitividade de mercado, as empresas são pressionadas a atrair e reter excelentes profissionais, bem como diminuir o turnover. Poi isso, o employer branding é um processo de construção de marca empregadora que ajuda a alcançar o objetivo de chamar a atenção dos profissionais certos para a empresa, e que garantirão o sucesso da corporação.

Nesse movimento, tanto o time de Marketing como o setor de Recursos Humanos trabalham juntos com um objetivo em comum: construir a reputação da empresa como marca empregadora. Neste artigo, você irá conferir questões cruciais de employer branding.

O que é Employer branding?

Employer branding, em uma tradução livre para a língua portuguesa, tem como significado “marca empregadora”. É o conceito utilizado para explicar ações estratégicas criadas para gerar uma percepção positiva da empresa para o mercado.

Esse trabalho reforça os pontos positivos de trabalhar naquela empresa, de modo que atraia somente grandes talentos para as vagas. Quando bem trabalhado o employer branding, o candidato vê a empresa como uma grande oportunidade para sua vida profissional, para se desenvolver profissionalmente e contribuir com suas competências e habilidades. 

Essa ação não influencia somente aos futuros colaboradores, mas aos atuais funcionários, que passam a reconhecer e considerar a importância da instituição para sua vida profissional e a se empenharem mais para permanecerem parte da empresa. 

A consequência disso é aumento na produtividade, empoderamento da cultura empresarial, equipes de alta performance e maior colocação de competitividade no mercado. Além de que, o processo de seleção se torna ainda mais promissor, visto que só bons profissionais participam dele.

Como trabalhar o Employer branding?

Mesmo que sua empresa não tenha uma estratégia de employer branding, ela já possui uma imagem como marca empregadora no mercado. Essa imagem pode ser fraca ou forte. Por isso, a ideia aqui é que você tenha acesso às estratégias principais de employer branding para aplicar e começar a trabalhar esse conceito para a sua realidade.

Sua imagem, portanto, passará a ser trabalhada de maneira estratégica. O que antes era desenvolvido de maneira despretensiosa, agora deverá unir competências e habilidades dos profissionais de Recursos Humanos e Marketing , a fim de criar um projeto que fortaleça a imagem da sua corporação como marca empregadora.

Conte com o Marketing Digital para essa estratégia

É através do marketing digital que a identidade da empresa pode ser revelada. Eles são os responsáveis por alimentar as redes sociais da empresa e transmitir um pouco mais de humanização da marca.

Por meio das redes sociais, sua empresa pode revelar os bastidores do cotidiano, mostrando como é o ambiente de trabalho e outros assuntos que possam atrair o candidato ideal, como depoimentos dos profissionais que já trabalham na instituição.

Tenha uma cultura organizacional forte

A cultura organizacional revela a identidade da empresa, pois é composta por um compilado de crenças, hábitos, valores e princípios. Essa identidade enfatiza a maneira como os colaboradores se portam, pensam e agem em sua instituição e, portanto, ajuda a atrair candidatos com características similares.

Com uma cultura organizacional forte é mais fácil encontrar profissionais com crenças, hábitos e princípios parecidos aos da organização, pois, através da identidade da empresa, você consegue transmitir o que busca em um candidato e, consequentemente, atrair perfis de acordo.

Então, para introduzir o employer branding na sua empresa, é preciso ter estabelecida uma cultura organizacional. Isso vale para empresas de qualquer porte, mesmo que seja sua primeira contratação, tenha uma cultura corporativa forte que irá atrair candidatos com valores parecidos aos seus.

Estabeleça sua Employment Value Proposition – EVP 

Em uma tradução livre, Proposta de Valor ao Empregado é um conjunto de ofertas e associações oferecidas por sua organização em troca das competências e experiências que o colaborador oferece para a empresa. Portanto, é a ação de valorização ao serviço funcionário. 

A pergunta-chave que deve ser feita para estabelecer sua Employment Value Proposition é: O que proporciono de diferente aos meus colaboradores se comparado aos demais ambientes de trabalho?

Pense nas condições de trabalho: como é a oportunidade de desenvolvimento, a qualidade de vida, o clima organizacional, o treinamento, o relacionamento com as lideranças, a reputação e imagem da empresa no mercado, os salários e benefícios e, até, a cultura, os princípios e valores. Alguma dessas características pode ser considerada um diferencial-atrativo?

Esses benefícios são vistos como formas de valorização por parte dos colaboradores e, nos dias de hoje, são considerados por eles cruciais na decisão de entrar ou não naquela empresa. 

Defina o perfil do candidato ideal

Uma prática aconselhada no fit cultural, estabelecer o perfil que sua empresa busca te ajuda a ter ciência de algumas características do perfil do seu candidato ideal, e com isso, você pode direcionar sua estratégia para encontrá-lo.

Uma das vantagens em definir o perfil do seu candidato ideal, é conseguir identificar, por exemplo, qual o local que ele busca pela oportunidade de trabalho (Facebook, LinkedIn, sites de emprego, jornais, perfil das empresas de interesse).

Mas a tarefa de definir o perfil do candidato ideal vai além de requerer diploma, habilidades e competências comuns. Faça uma análise estratégica que permita a identificação das demais características que aquela vaga disponível requer. 

Uma vaga de marketing, por exemplo, requer um profissional diferente à de programação. Alguém de marketing precisa ser criativo, mas analítico ao mesmo tempo. Ele precisa gostar de fazer testes e trabalhar em equipe. Já o programador é totalmente analítico, precisa de muito foco e concentração para desenvolver um programa sem erros e seguro. 

Como você pode perceber, o employer branding é muito mais sobre ter uma cultura organizacional estruturada do que um passo a passo que você realiza para alcançar o selo de marca empregadora. É um processo de constante construção.

Para conferir mais sobre assunto como este, você pode assinar a nossa newsletter!