Adotar um LMS corporativo pode ser uma boa solução para aprimorar os treinamentos de uma empresa. A tecnologia abriu diversas possibilidades, ajudando o RH a desenvolver e ter  maior controle sobre suas estratégias e, desta forma, obter mais resultados com a capacitação dos colaboradores. 

Descubra nesse artigo como o LMS corporativo pode melhorar os treinamentos da sua empresa:

1- Flexibilidade

2- Acesso irrestrito e escalabilidade

3- Diversificação dos conteúdos

4- Personalização

5- Atualização de conteúdo

6- Centralização das ferramentas

7- Redução de custos

8- Uso de Dados 

O que é LMS Corporativo?

Learning Management System (LMS) é uma plataforma de educação virtual que reúne diversas operações relacionadas a área em um único lugar. Esse sistema permite criar, personalizar, organizar e fazer a gestão de cursos e treinamentos online, sendo assim uma ferramenta muito útil para os mais diversos públicos – desde instituições de ensino a empresas.

No mundo corporativo, o LMS ganhou força nas últimas décadas com a popularização da internet, representando um avanço ainda maior para a educação em relação ao ensino a distância. Não são apenas os vídeos e conteúdos oferecidos no EAD: esse sistema traz uma plataforma completa para tornar a gestão dos treinamentos mais prática e ágil.

8 Benefícios do LMS Corporativo

De soluções até gratuitas como os MOOCs aos modelos mais sofisticados, o LMS tem muito a contribuir para a educação corporativa. Vamos conhecer algumas vantagens desse modelo de ensino-aprendizagem?

1- Flexibilidade

Enquanto o ensino presencial depende de um horário fixo e um espaço físico para ser realizado, o modelo do ensino a distância oferecido no LMS permite com que os estudantes acessem os conteúdos educacionais nos mais diversos aparelhos – incluindo celulares e tablets -, e em qualquer lugar e a qualquer momento. 

Isso significa que não é preciso despender de esforços logísticos para alugar ou arrumar um espaço físico, agendar os horários dos instrutores e dos participantes, nem ter que deslocar os funcionários até o treinamento – ou pior, ter que parar a produção por um determinado período. Basta um dispositivo com acesso a internet e uma plataforma que o aprendizado estará a alguns cliques ou toques de distância. 

Assim, além de otimizar o trabalho do RH, os colaboradores terão a oportunidade de estudar os assuntos respeitando o seu ritmo e nos horários que lhe forem mais convenientes, em vez de ter que parar justamente quando a demanda e o movimento aumentarem.

2- Acesso irrestrito e escalabilidade

Outro ponto importante é que no LMS o conteúdo está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana para os colaboradores. Isso significa que eles podem tirar dúvidas sobre os conteúdos a qualquer momento, em vez de ter que vasculhar suas anotações caso tenham anotado todas as instruções do treinamento. Todo o aprendizado está disponível para a consulta quando o funcionário precisar. 

A tecnologia do LMS corporativo ainda permite com que a solução seja usada por um grande número de colaboradores, mesmo das filiais e unidades distantes – ou até mesmo de fora do país. Isso gera redução de gastos com a aquisição de novas plataformas, além de ajudar na uniformidade entre as ações educativas de diferentes localidades. Algo excelente para treinamentos mais gerais, como os de cultura organizacional.

3- Diversificação dos conteúdos

A plataforma LMS corporativa oferece diversas possibilidades de trabalhar determinado conteúdo educacional: videoaula; textos; infográficos; gravações de áudio; fóruns; chats; gamificação… todos esses recursos ajudam a tornar os treinamentos mais engajadores e eficientes.

Além disso, existe uma teoria de que as pessoas conseguem aprender melhor com determinados estímulos – algumas absorvem melhor a informação em conteúdos textuais, outras são mais visuais, e assim por diante. Logo, essa variedade ajuda a fortalecer o conhecimento da sua equipe.

4- Personalização

O LMS, ao contrário de algumas soluções em EAD, dá mais liberdade de personalização às empresas. O RH pode modificar vários pontos na plataforma para deixá-la mais próxima às necessidades da organização, dos colaboradores que irão fazer o treinamento e dos objetivos da ação. Desta forma, a atividade se alinha mais ao planejamento feito antes da atividade educativa, tendo assim mais chances de atingir os resultados previstos. 

5- Atualização de conteúdo

Por dar maior liberdade ao RH para mexer na plataforma, é mais fácil atualizar ou corrigir os treinamentos disponíveis no LMS corporativo. Caso algum ponto caia em desuso, ou novas instruções devam ser acrescidas – como mudança na legislação do setor, por exemplo – não será tão custoso e nem demandará tanto esforço para aprimorar os materiais já disponíveis. O que representa economia de recursos e de tempo ao setor.

6- Centralização das ferramentas

Todas as operações relacionadas às estratégias de EAD são feitas em um LMS. Em vez do RH ter que adquirir várias ferramentas e ter que se virar para mexer em cada uma, pulando de um software e planilha para a outra, basta um único sistema para resolver as questões.

Isso representa economia de tempo, esforços e até de recursos para o setor, pois as tarefas serão centralizadas na mesma plataforma, agilizando o seu trabalho e evitando ter que adquirir outras ferramentas complementares.

7- Redução de custos

Como dissemos, adotar um LMS completo ajuda a evitar ter que investir em outros softwares para complementar as ações de educação corporativa. Muitas operações são feitas na mesma plataforma, facilitando o controle do RH.

O próprio modelo EAD também contribui para a redução de gastos, pois não é necessário alugar ou reservar espaços físicos para os treinamentos, nem ter que deslocar os funcionários até lá, muito menos acabar prejudicando a produção ao retirar temporariamente os trabalhadores. Todas essas situações geram custos que, somados, podem dar uma economia considerável – e estes recursos poderão ser usados em outras estratégias do RH.

8- Uso de Dados 

As plataformas tecnológicas costumam usar o big data para tornar suas operações mais efetivas. O LMS consegue analisar a atividade dos colaboradores no sistema e gerar relatórios detalhados do seu desempenho, ajudando o RH a identificar quais funcionários estão com dificuldades de aprendizado, quais temas precisam ser melhor trabalhados e quais pontos estão sendo bem aceitos. 

Assim, é possível ter um melhor controle da educação corporativa ao usar dados confiáveis para aprimorar essa estratégia.

Gostou do LMS corporativo e pretende adotá-lo na sua empresa? Saiba como escolher a melhor ferramenta para a sua organização!