Universidade corporativa: entenda o que é e como implementá-la na empresa
Educação

Universidade corporativa: entenda o que é e como implementá-la na empresa

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Universidade corporativa é uma ferramenta usada por diversas empresas para capacitar seus funcionários, clientes ou fornecedores. É uma ótima alternativa para instituições que buscam melhorar seus resultados por meio do desenvolvimento de pessoas, já que esse é um dos pontos-chave para o sucesso de qualquer negócio.

Existem muitos aspectos do dia a dia de trabalho que não são abordados pelo ensino acadêmico, e uma das grandes vantagens da universidade corporativa é preencher essa lacuna.

Nesse modelo, os cursos são completamente alinhados às necessidades da empresa e contam com uma abordagem mais prática que teórica. As aulas ajudam os alunos a compreender mais rapidamente os objetivos e valores da organização, melhorando suas habilidades técnicas e gerando mais engajamento.

Para aproveitar todas as vantagens que uma universidade corporativa tem a oferecer, a organização deve planejar bem os cursos e fazer os investimentos corretos. Pensando nisso, detalharemos neste post os principais passos necessários para você desenvolver um plano de ensino eficiente para os colaboradores da sua empresa. Interessado? Confira a seguir!

Mapeie as necessidades de capacitação

Antes de desenvolver uma universidade corporativa, é preciso descobrir quais assuntos devem ser abordados no plano de ensino. Para isso, reúna as lideranças da empresa e faça um levantamento dos principais temas que precisam ser comunicados ou reforçados entre o time de colaboradores.

Cursos de liderança, gestão de pessoas, cultura organizacional e uso de ferramentas específicas são alguns exemplos de demandas recorrentes de capacitação profissional nas empresas. O importante é que os assuntos sejam escolhidos de acordo com as necessidades da organização, para que sejam relevantes para os funcionários e garantam resultados reais para o negócio.

Atribua responsáveis para os cursos

Depois de planejar os cursos, é hora de atribuir os responsáveis por cada um deles. Os professores podem ser funcionários de destaque da própria organização, ou até mesmo profissionais contratados que sejam especialistas no assunto. Escolha pessoas carismáticas e com boa capacidade de transmitir conhecimento, além de terem amplo domínio do assunto em questão. Esse é o perfil ideal para inspirar os demais funcionários e conferir credibilidade às aulas.

Com os responsáveis definidos, basta detalhar o conteúdo dos cursos e detalhar o plano de aulas. Vale ressaltar que o projeto só terá sucesso se houver uma cultura de compartilhamento de conhecimento na organização. Caso contrário, será preciso estimular esse hábito entre os colaboradores antes de colocar em prática uma universidade corporativa. Ter disposição para ensinar e ser ensinado é essencial para a capacitação profissional de toda a equipe.

Escolha um método de ensino eficiente

Quando se fala em ensino empresarial, logo pensamos em plataformas on-line, que estimulem o estudo a distância e sejam de fácil acesso a todos os funcionários. Usar a tecnologia a favor da empresa realmente é importante, mas não deve ser o único ponto a ser levado em consideração. O método de ensino é outro aspecto fundamental para desenvolver uma universidade corporativa eficaz.

Muitas empresas investem em treinamentos contínuos e, mesmo assim, não têm sucesso na capacitação de seus profissionais. O problema, nesses casos, está na abordagem do conteúdo. Apenas transmitir conhecimento não basta: é preciso fazer isso de modo que o aluno realmente absorva o que está sendo passado.

Uma boa forma de atingir esse objetivo é investir em cursos gamificados, ou seja, que utilizem mecânicas de jogos para transmitir conhecimento. Esse tipo de ferramenta conta com storytelling, níveis de dificuldade e recompensas por conquistas, o que coloca o aluno em um verdadeiro sistema de imersão no conteúdo.

O método dialoga com situações práticas e auxilia o colaborador a encontrar soluções para problemas simulando a realidade. Prender o interesse do funcionário e estimular a busca por objetivos individuais dentro do jogo faz com que ele se divirta e se sinta desafiado ao mesmo tempo, o que melhora a experiência de aprendizado.

Portanto, por mais que a tecnologia seja importante na construção da sua universidade corporativa, é essencial que ela seja aliada a didáticas interessantes para o aluno. Do contrário, todo o planejamento e investimento não surtirão efeitos positivos para o negócio, apenas gasto de tempo e prejuízo financeiro.

No items found.

Contrate um community manager

Contar com um community manager para administrar a plataforma on-line é uma medida importante na implementação da universidade corporativa. Afinal, esse tipo de projeto requer vários passos: seleção dos professores, elaboração das aulas, produção do conteúdo e divulgação interna.

O papel do community manager é garantir que todas essas atividades sejam bem coordenadas. É ele o responsável por intermediar todas as relações na plataforma, publicar conteúdo e gerar engajamento com os colaboradores.

Além disso, universidades corporativas com plataformas gamificadas contam com um feed de notícias, no qual os colaboradores podem comentar os conteúdos publicados pelos gestores. Também é função do community manager interagir com os funcionários nessas postagens, garantindo que todas as dúvidas e opiniões sejam respondidas.

Por mais que o ensino seja a distância, é necessário aproximar ao máximo professores e alunos, para criar um bom relacionamento e fazer com que todas as dúvidas sejam sanadas. Portanto, nada melhor que um profissional contratado especialmente para estimular isso.

Esse profissional também deve estabelecer métricas e analisar os resultados dos cursos, avaliando quais conteúdos estão fazendo mais sucesso. Dessa forma, será possível sugerir ajustes para versões posteriores dos cursos, o que garante o aperfeiçoamento contínuo da universidade corporativa.

Recompense o desempenho dos colaboradores

Além de capacitar os colaboradores, a universidade corporativa também pode servir para motivá-los. Para fazer isso, basta recompensá-los por sua dedicação nas aulas oferecidas. Garantir certificações reconhecidas pelo CEO ao final dos cursos, por exemplo, é uma ótima maneira de fazer o funcionário se sentir valorizado pela alta gestão da empresa.

Outra ideia interessante é atrelar a universidade corporativa ao plano de carreira, transformando o aprendizado em um passo essencial para crescer na carreira e na hierarquia da organização. Bonificações por aplicação das aulas no dia a dia, aumento salarial e prêmios diversos também são boas sugestões para incentivar o engajamento no projeto.

Em plataformas gamificadas, o sistema de recompensas está naturalmente inserido na mecânica dos cursos, o que torna o modelo ainda mais completo. A cada etapa cumprida, o usuário é recompensado com novos níveis ou desbloqueio de novas atividades, podendo até mesmo trocar os pontos adquiridos por bonificações reais, como brindes.

Desse modo, o empenho do colaborador é avaliado em tempo real e ele percebe que seu esforço está valendo a pena.

Chegamos ao fim do nosso post sobre universidade corporativa! Agora que você já entendeu o conceito e sua importância para o sucesso dos negócios, basta seguir as dicas e aplicar o que aprendeu na sua empresa! Temos certeza de que, com o planejamento e os métodos adequados, você verá rapidamente os resultados aparecerem na sua equipe!

Gostou do artigo? Se quiser saber mais sobre os métodos mais eficientes de ensino corporativo, entre em contato conosco. Será um prazer tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto!

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon linkedinicon instagramicon facebook