A metodologia ágil surgiu em resposta a necessidade do mercado contemporâneo de valorizar o relacionamento entre indivíduos e fazer entregas com mais valor percebido pelo cliente.

Em 2001, um grupo de 17 programadores insatisfeitos com a abordagem tradicional utilizada no desenvolvimento de projeto, lançou o Manifesto Ágil. A metodologia propõe como o time de desenvolvimento de software podia trabalhar para entregar essas duas características que o mercado contemporâneo começou a requerir.

Conforme o tempo passou, a cultura de agilidade excedeu o âmbito de software e atualmente todo tipo de negócios tem se apropriado do método.

Saiba o que é de fato a metodologia agile, que tipo de valores ela propõe, quais os pilares envoltos por ela, as tendências por trás desse método e como aplicá-lo.

O que é Metodologia Agile?

Em busca de uma otimização que poupasse o lado financeiro, a indústria de software deixou de lado a experiência do usuário e a satisfação do cliente. 

Hoje, não só a indústria, mas todo o mercado entende que ao prestar um serviço ou oferecer um produto, existe um compilado de características que devem ser consideradas, além do produto ou serviço em si.

Por exemplo, deve-se considerar a experiência de consumo e a jornada que o cliente trilha para se consumir produtos ou serviços. 

Nesse sentido, a necessidade da indústria de software era gerir os projetos de forma dinâmica e produtiva e com flexibilidade, o que a metodologia tradicional não permitia, visto que focava demais no desenvolvimento de documentações não necessariamente importantes.

A ideia da metodologia agile, portanto, se concentra em dois objetivos, sendo eles: entregar valor mais rápido ao cliente e maior interação entre os indivíduos. 

A preocupação deixa de se concentrar no preenchimento de documentação e passa a se concentrar na experiência do cliente, em trazer informações e se relacionar com o cliente ao longo de todo o processo. Tornando o processo interativo e o dividindo em etapas curtas para planejar e desenvolver.

Para isso, os programadores desenvolveram 4 pilares e em cima desses pilares ainda criaram 12 princípios que sugerem como os times de desenvolvimento de software deveriam trabalhar para desenvolver os dois objetivos: interação entre os indivíduos e entrega de mais valor.

O manifesto Ágil

A metodologia Ágil surgiu através de um documento criado pelos 17 programadores, denominado Manifesto Ágil. Nele foram reunidos as diferentes perspectivas dos profissionais sobre os processos de desenvolvimento de software e condensado em 4 pilares e 12 princípios.

Pilares

Os valores descritos no documento são:

  • Indivíduos e interações são mais importantes do que processos e ferramentas;
  • Software em funcionamento mais que documentação abrangente;
  • Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos;
  • Responder a mudanças mais que seguir um plano.

Nesses valores que resumem as perspectivas dos programadores com relação ao processo de trabalho, é defendido a importância de questionar e, até, abrir mão de documentações e trâmites que interfiram na execução do projeto. 

Todos os processos que não estão relacionados à proteção da empresa e que podem gerar riscos fiscais, legais e regulatórios – estes são fundamentais -, mas todos os demais que atrapalham a interação dos indivíduos e o andamento do projeto.

Os pilares também explicitam a necessidade de equilibrar a modelagem do serviço com o propósito de entregar o melhor para o cliente. Não criar documentações com centenas de páginas que serão guardadas sem serem lidas. 

Somente as informações mínimas para que auditores, o setor de controles internos ou novos membros consigam entender sobre o que se trata o produto ou serviço. A metodologia agile acredita que é importante planejar, mas também é preciso reconhecer até quando o planejamento de fato é necessário. 

Outro valor de importância nesse contexto de metodologia agile é com relação às expectativas do cliente sobre o trabalho a ser entregue. Para que tenha um alinhamento dessas expectativas, é preciso haver interação entre programador e cliente ao longo da execução do trabalho, assim é mais fácil de identificar se o que trabalho que está sendo feito, vem de encontro ao objetivo do cliente.

Outro pilar de importância na metodologia refere-se a competência de elaborar o plano de execução do serviço, mas também ter meios de corrigir o projeto se de alguma forma o que foi planejado não garantirá a qualidade que o cliente deve receber.

Para somar a esses 4 pilares, veja os 12 princípios que os programadores desenvolveram.

Os 12 princípios da Metodologia Agile

Os princípios citados no documento são:

  1. A satisfação do cliente por meio de entrega contínua de software deve ser priorizada;
  2. O aceite de mudança de requisitos pode ser realizado para garantir os requisitos do cliente;
  3. Entregas constantes de software devem ser realizadas;
  4. Deve existir cooperação diária entre os desenvolvedores e quem tem conhecimento acerca do negócio;
  5. Manter os indivíduos motivados e confiantes é necessário para que os projetos possam ser realizados com excelência;
  6. A comunicação deve ser direta;
  7. Um sistema funcionando é a única maneira de medir o progresso;
  8. Ambientes sustentáveis são promovidos por meio de projetos ágeis;
  9. Manter atenção sobre a técnica e design aumenta a agilidade;
  10. Manter a simplicidade é fundamental;
  11. Arquitetura, projetos e requisitos de excelência surgem de times auto-organizados;
  12. Buscar a realização de reuniões constantes entre a equipe para encontrar meios de se tornarem mais efetivos.

Metodologia Agile além da programação de software

Os pilares e princípios defendidos pela metodologia agile não estão relacionados diretamente ao mundo de programação, mas têm haver com colaboração, liderança e entrega.

Eles defendem que pensar somente na otimização de custo traz risco a experiência que o cliente teria com os produtos e serviços. Esse aspecto faz total sentido não só no âmbito da programação, mas em todos os outros nichos.

Na metodologia agile é possível identificar o quanto eles valorizam e veem que a tendência é ter um time organizado de forma multidisciplinar, focado na execução de projetos em pequenos ciclos, que leve em consideração a interação com os demais colaboradores ao invés de focar somente em trâmites e documentações e ao aprendizado contínuo.

E é esse movimento que faz da cultura de agilidade uma tendência a ser seguida dentro das corporações contemporâneas.

Se você tem interesse em implementar a metodologia agile, mas ainda está com dúvidas de que maneira treinar seus colaboradores, converse conosco, nós te explicaremos como o uso da gamificação pode tornar esse processo mais simples.