Como deve ser a gestão da força de trabalho do futuro?
Negócios

Como deve ser a gestão da força de trabalho do futuro?

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

O mundo está mudando. Os avanços tecnológicos desencadearam uma série de transformações na sociedade e nas mais variadas áreas, tornando esse movimento natural de mudança cada vez mais veloz. Essa tendência também pode ser vista no ambiente corporativo: é fácil perceber o quanto as empresas estão se modificando e enfrentando novos desafios, inclusive ao lidar com seus colaboradores. Nisso, fica a pergunta: como deve ser a gestão da força de trabalho do futuro?

Confira nesse artigo quais são as tendências no relacionamento com os colaboradores e na gestão da força de trabalho e conheça alguns métodos inovadores para aprimorar os processos da área. Vamos lá?

Afinal, o que é gestão da força de trabalho?

Basicamente, a gestão da força de trabalho é um processo para otimizar o serviço dos funcionários, realizando a administração das habilidades e produtividade dos colaboradores para alinhá-los aos objetivos da empresa. Também conhecida em inglês por Workforce Management (WFM), essa atividade envolve planejamento, análise dos pontos fortes e fraquezas dos empregados e o desenvolvimento da equipe - visando sempre melhorar os resultados da organização.

A gestão da força de trabalho é uma forma de tornar mais eficiente a distribuição das atividades entre os colaboradores, considerando os fluxos de serviço, as capacidades dos profissionais e as necessidades da empresa. Neste sentido, a gestão de pessoas é uma ferramenta fundamental nesse processo, pois ajuda o RH a desenvolver os talentos da companhia.  

Além de otimizar os processos, a gestão da força de trabalho também contribui com a empresa ao fornecer indicadores de desempenho dos colaboradores, avaliando seus pontos fortes e aqueles que precisam ser desenvolvidos na equipe.

A gestão da força de trabalho no futuro


Investir na qualidade dos colaboradores é essencial para ter vantagem competitiva no mercado atual. Funcionários engajados, capacitados e proativos realizam suas funções com mais eficiência e produtividade, trazendo melhores resultados para a empresa. Por isso fazer uma boa gestão da força de trabalho da sua equipe e se atentar às tendências da área são posturas imprescindíveis para o sucesso de uma organização.

Por isso, elencamos algumas tendências do mercado de trabalho para que sua empresa esteja preparada para o futuro corporativo:

1 - Diferentes gerações

Um fenômeno que vem sendo observado nas empresas do mundo inteiro é a presença de diferentes gerações no mesmo ambiente de trabalho. Existem dois fatores principais que explicam essa situação no Brasil: o aumento da expectativa de vida e as possíveis mudanças na legislação previdenciária.

Os profissionais mais experientes estão adiando sua aposentadoria ou saìda total da carreira, mantendo-se ainda ativos no mercado de trabalho. Enquanto isso novas gerações estão começando a entrar nas empresas - jovens que praticamente nasceram conectados à internet. Isso significa que as empresas terão grupos com comportamentos, expectativas profissionais e necessidades completamente diferentes dividindo o mesmo ambiente.

Saber lidar com essa grande diversidade de gerações - que será ainda mais frequente - é um grande desafio que o RH deve assumir e resolver, garantindo que a empresa consiga extrair o melhor de cada profissional, independentemente da sua faixa etária.  

2 - Valorização dos colaboradores

As empresas estão cada vez mais entendendo a necessidade de se investir nos funcionários. Essa tendência vai ficar ainda mais forte no futuro, com as organizações aumentando seus esforços para capacitar, engajar e reter os talentos.

Isso significa adotar métodos modernos em áreas como treinamento corporativo, onboarding de novos funcionários e no desenvolvimento pessoal e profissional de sua equipe. Entre as estratégias mais inovadores já disponíveis, está a gamificação - que pode ser aplicada na educação empresarial ou nas tarefas cotidianas dos colaboradores.

3 - Foco na Equipe

Outra tendência nesse sentido é o trabalho com os grupos. Se antigamente era considerado apenas individualmente o desempenho do colaborador dentro da empresa, agora avalia-se o contexto coletivo: como a equipe se comporta; o que a faz funcionar positivamente; como motivar e recompensá-la, entre outras variáveis.

4 - Economia Gig

Esse termo se refere ao estilo de trabalho mais flexível, como o freelancer e autônomo. Geralmente esse serviço está ligado à períodos mais curtos de serviço, alta especialização dos profissionais e ao uso da tecnologia.

Ainda mais com as mudanças na legislação trabalhista brasileira, as empresas podem contar com este tipo de serviço em diversos processos. É importante conhecer as características e peculiaridades desse regime de contratação para evitar situações negativas e extrair o melhor dessa oportunidade.

5 - Automação

É fato: os avanços tecnológicos estão possibilitando que alguns trabalhos sejam automatizados, em pequenos graus substituindo a força de trabalho humana. No entanto, enquanto há esse movimento, novos postos de trabalho e funções são criadas a partir das novas tecnologias.

Por isso é importante estar atento às novidades do mercado, para aproveitar as oportunidades que a tecnologia oferece, ao mesmo tempo contando com colaboradores de alta performance - unindo o melhor dos dois mundo para trazer mais resultados para a empresa.

6 - Dados

Diversas áreas já estão usando o chamado Big Data, analytics e outras ferramentas em seus processos. Esse fenômeno abre espaço para novas carreiras em ciência da computação ou dados e áreas relacionadas, além de possibilitar o uso dessas informações pelo próprio RH, ajudando na gestão de pessoas da empresa.

Como preparar sua empresa para a gestão da força de trabalho do futuro?

Com todas essas transformações, o recursos humanos vai ter cada vez mais importância dentro das empresas - especialmente por ser o setor responsável pela gestão da força de trabalho. Essa área terá papel estratégico no relacionamento com os colaboradores e outras estruturas da organização, ajudando todas as partes a atingir seus objetivos. Por isso é fundamental investir no RH e suas operações, tornando sua companhia mais competitiva.

E já que a tecnologia faz parte desse processo de mudança, por que não aproveitá-la também diretamente na gestão de pessoas da empresa? Existem métodos inovadores voltados à capacitação dos colaboradores para tornar sua equipe mais eficiente, produtiva e engajada.  

A gamificação é uma metodologia que propicia uma experiência imersiva e interativa de aprendizado, aliando elementos lúdicos a objetivos concretos - como a assimilação de conteúdos mais densos e a realização de determinadas metas.

Essa estratégia pode ser adotada em processos como treinamento corporativo, onboarding de novos funcionários e até nas tarefas cotidianas, estimulando a motivação e engajamento dos colaboradores nas atividades e, assim, tornando-as mais efetivas.

Quer saber mais sobre a gamificação? Converse conosco e descubra como essa metodologia pode contribuir com a gestão de pessoas da sua empresa!

Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
icon localização
Av. Nova Independência, 87 - 9º andar - São Paulo/SP • CEP 04570-000
icon telefone
+55 11 5171-6940
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon facebookicon instagramicon linkedin