Ludos Pro

Plataforma de aprendizagem corporativa

Português PT

Competências profissionais referem-se à capacidade ou conhecimento que uma pessoa dispõe para o cumprimento de determinada tarefa; em outras palavras, o termo “competência” está relacionado à qualidade, soma de conhecimentos ou habilidades de alguém para apreciar e resolver determinado assunto ou atividade, neste sentido, do âmbito profissional.

As inovações dos últimos anos criaram um cenário novo e único no ambiente corporativo e tem cobrado dos colaboradores de todas as áreas o desenvolvimento de novas competências para corresponderem a essas mudanças e, consequentemente, permanecerem ativos no mercado. 

Algumas dessas competências profissionais referem-se à área de atuação específica do colaborador, outras são requeridas para os profissionais em geral, e aquele que leva a sério, se aperfeiçoando nessas competências, consegue ir onde desejar.

Neste artigo, você irá conferir quais as competências profissionais indispensáveis para os colaboradores que desejam fazer parte de uma equipe de alta performance tanto no mercado atual como no futuro.

Tipos de competências profissionais

Apesar de todas as competências terem o mesmo propósito – possibilitar que alguma atividade seja feita – no mercado, há três tipos de competências: as competências organizacionais, as técnicas e as comportamentais.

Caracterizam-se competências organizacionais todas as habilidades desenvolvidas pelos colaboradores visando tornar a empresa única no mercado, ou seja, se destacando das demais, podendo ser: visão estratégica, trabalho em equipe e mais.

Já as competências técnicas estão relacionadas a deter de compreensão de ferramentas que vão facilitar e melhorar a rotina no trabalho, como conhecimento em informática, proficiência em inglês, utilizar um sistema específico etc. 

Agora as competências comportamentais são condutas que os colaboradores podem desenvolver para a prática de determinada atividade, como flexibilidade, criatividade e comprometimento.

Competências profissionais que te levarão onde desejar

Autonomia

Autonomia significa tomar iniciativa sem que alguém dê uma ordem ou faça um pedido. Essa característica torna-se importante no ambiente de trabalho porque está diretamente relacionada a tomada de decisões rápidas e de não esperar uma situação problemática surgir para impor medidas, mas prevê-las e impedi-las de acontecerem. Um colaborador com autonomia agrega na corporação porque ele é capaz de agilizar os processos.

Inteligência emocional

Inteligência emocional é a capacidade de equilibrar as emoções no âmbito de trabalho, não deixando que elas impeçam que ele seja feito da melhor maneira possível. As emoções aqui tanto podem ser relacionadas a vida pessoal como no próprio trabalho, que pode causar pressão, estresses, ansiedade e outros sentimentos.

Liderança

Ter a competência profissional de liderança (também incluídas aqui as competências gerenciais) é saber direcionar outras pessoas acerca do que é necessário ser feito, e desenvolver o espírito de liderança é fundamental para o desenvolvimento de um time proativo, com capacidade de tomar decisões. Essa competência é uma aptidão fundamental para qualquer colaborador, não só para aqueles que desejam atuar em um cargo de liderança.

Aprendizado constante

Muito se fala sobre desenvolver a cultura de aperfeiçoamento contínuo na corporação, isso porque o mercado atual requer que os colaboradores estejam sempre atualizados e quando o profissional já dispõe de interesse de se aperfeiçoar-se constantemente, o processo de implementação dessa cultura torna-se muito mais fácil, uma vez que o interesse torna-se mútuo. 

Hoje em dia não basta dispor apenas do conhecimento sobre a área de atuação, o colaborador precisa se aperfeiçoar com cursos, seminários, eventos para acompanhar as mudanças e inovações que surgem o tempo todo e  conseguir se adaptar e agregar ainda mais valor para sua empresa.

Visão global

Ter uma visão global significa estar conectado com as mudanças que ocorrem em todos os âmbitos, como economia, social e política, de todo o mundo. Ter tal competência ajuda a prever e entender transformações que podem impactar na instituição, gerando valor a empresa que poderá contar com um profissional completo.

Capacidade de inovar

Mais do mesmo é algo que definitivamente a era atual está cansada de ver, o termo chave de hoje e do futuro é autenticidade, mas para que isso seja colocado em prática as empresas precisam contar com profissionais com capacidade de inovar, o que, em outras palavras, significa sair da área de conforto e apostar em ideias diferentes. Essa competência é essencial para superar obstáculos, para o crescimento e saúde da empresa além de resolver imprevistos.

Tomada de decisão

Qualquer área de atuação requer que profissionais tomem decisões diárias, sejam elas de baixa ou grande complexidade. A competência de tomada de decisão vai muito além de fazer uma escolha, é preciso analisar a situação de forma estratégica, avaliando os riscos e benefícios envolvidos e tudo isso dentro do contexto que o profissional está inserido.

Um profissional capaz de tomar decisão é valorizado pela empresa porque a maioria tem dificuldade de lidar com decisões e por isso prejudica o andamento dos processos da corporação.

Criatividade

Ser criativo significa encontrar soluções para criar novos produtos ou serviços e resolver problemas. A criatividade envolve a habilidade de ser sensível, visionário e empático, sendo uma competência essencial para uma empresa que quer ser conhecida por construir ideias inovadoras. 

Ser criativo é pensar fora da caixa, tanto aos assuntos rotineiros quanto para demais demandas da empresa e como é uma necessidade para qualquer corporação, dispor de um profissional que tenha essa competência pode ser um fator decisivo no mercado competidor e até mesmo na visão do cliente.

Conhecimento de novas tecnologias

A tecnologia tomou conta de absolutamente todas as áreas de uma empresa, sendo fundamental ao profissional que atua nela dispor de conhecimento técnico para utilizá-la a favor da corporação e de sua rotina de trabalho. Para a empresa, não basta investir em novas ferramentas e softwares, é preciso ter capital humano que saiba utilizar as novas tecnologias, por isso tal competência é tão valorizada no mercado. 

Essas são as principais competências profissionais que o mercado atual valoriza e, algumas delas estão nas listas das competências do futuro que também valem para todos os profissionais. Se você tem interesse de descobrir outras delas, confira o texto: 7 Competências do futuro que valem para todos.

Fale com um consultor

Preencha os campos abaixo e receba o contato de um especialista.

X
Imagem semi-disco Imagem triângulo

Obrigado!

Entraremos em contato o mais breve possível