Oferecer um EAD de qualidade é fundamental para otimizar o processo de aprendizagem, seja de instituições de ensino ou empresas. No entanto, nem sempre os profissionais envolvidos na estratégia sabem como desenvolver indicadores para acompanhar o progresso dos estudantes e os resultados da atividade.

Quer comprovar a qualidade do seu EAD, mas não sabe quais métricas usar? Confira estes 5 indicadores e melhore sua estratégia educacional!

EAD de qualidade: como fazer e acompanhar?

O ensino a distância é uma modalidade que conseguiu grande popularidade no Brasil: suas possibilidades de flexibilização de horários e locais de estudo tornaram a aprendizagem mais acessível para milhões de pessoas, fazendo este modelo cair no gosto da sociedade. 

Vendo esse movimento, as mais variadas instituições de ensino e empresas passaram a ofertar esta modalidade em seus serviços ou para treinamento interno de seus colaboradores. No entanto, nessa vontade de modernizar suas metodologias e aproveitar as oportunidades do EAD em sua realidade, muitos acabaram desenvolvimento plataformas e conteúdos que não geraram os resultados desejados. 

Toda estratégia precisa de planejamento para atingir seus objetivos e isso não é diferente com o ensino a distância. É necessário ter metas concretas, saber quem é o público-alvo da ação e investir com consciência para se ter uma metodologia eficiente e engajadora.

E um dos passos para alcançar este patamar é saber como avaliar a qualidade do EAD para identificar as falhas e lacunas do processo para corrigi-las e reforçar os pontos positivos da plataforma e conteúdo. 

Uma das ferramentas que costuma-se usar nessa etapa são os indicadores de desempenho, também chamados de KPIs. As empresas geralmente adotam essas métricas em diversos processos, inclusive na gestão de equipes, para monitorar as performances dos colaboradores, as operações e a própria organização para melhorar cada elemento e ter mais resultados. 

O mesmo pode ser feito pela qualidade do EAD, seja para instituições de ensino ou empresas: com os indicadores certos é possível aprimorar a plataforma e conteúdos, oferecendo conhecimentos importantes e uma ótima experiência de aprendizado para o seu público. 

5 Indicadores para ter um EAD de Qualidade

Fazer um acompanhamento do desempenho dos estudantes, da plataforma, conteúdos e da estratégia em geral é uma ótima maneira de aprimorá-las cada vez mais, ter resultados positivos e agradar os usuários. 

O Ministério de Educação oferece algumas orientações para a implementação do EAD no ensino superior, mas que podem ajudar no desenvolvimento da estratégia em outros contextos. 

Porém, existem alguns indicadores-chave mais simples de serem adotados para fazer este acompanhamento — tanto de forma quanti quanto qualitativa. Essas métricas buscam os dados certos para avaliar a qualidade do EAD, não coletando informações e dados que, no fim das contas, não agregam para a análise e aprimoramento da metodologia. 

Confira agora 5 indicadores para avaliar a qualidade do seu EAD e aprimore a estratégia:

1- Desempenho dos estudantes

Um dos números mais importantes para a estratégia é como anda o aprendizado dos usuários do EAD. É fundamental acompanhar a média das notas dos estudantes e saber a evolução de cada um, conseguindo assim mapear o desempenho coletivo e individual.

Essa avaliação irá ajudar a verificar se a estratégia está conseguindo ser efetiva, verdadeiramente trazendo os conhecimentos importantes aos estudantes. Se os números forem baixos, é preciso analisar a plataforma e conteúdos (especialmente os com menores índices) para a identificar as falhas e lacunas na metodologia.

Mas, além de problemas no conteúdo, um resultado negativo nessa questão pode ser resultado de outro fator importante: o engajamento. 

2- Nível de engajamento

Não adianta oferecer os conteúdos mais completos se os materiais e metodologia não são atraentes para os estudantes, nem conseguem mantê-los na plataforma. O engajamento é fundamental para que os usuários tenham motivação para estudar, realizar as atividades e adquirir o conhecimento necessário para a sua formação. 

Existem algumas formas de descobrir como anda o engajamento dos estudantes na estratégia, como avaliando o índice de adesão, número de desistências, tempo investido na plataforma, progresso nas atividades, entre outras variáveis. 

Mas esse controle não precisa ser feito apenas de forma quantitativa. 

3- Pesquisa de Satisfação

Uma maneira mais aprofundada de avaliar a qualidade do EAD e o engajamento do público-alvo é por meio da pesquisa de satisfação qualitativa. Esse estudo busca verificar as opiniões dos estudantes a respeito da plataforma, conteúdos, postura dos responsáveis pela estratégia (professores, instrutores, equipe pedagógica, RH, instituição de ensino, empresa, etc), métodos usados, entre outras questões pertinentes. 

Não há um modelo rígido para fazer este controle: os responsáveis devem avaliar quais informações são relevantes para a sua realidade e fazer as perguntas junto aos estudantes. A partir dessas respostas é possível identificar o que precisa ser melhorado na estratégia, como a necessidade de adotar metodologias mais engajadoras, aprofundar certos temas ou criar mais mecanismos de interação, por exemplo.

4- Net Promoter Score

Existe uma forma simplificada de acompanhar o engajamento e satisfação dos estudantes com frequência e agilidade, sem ter tanto trabalho quanto uma pesquisa de satisfação demanda: usar a metodologia do Net Promoter Score!

O NPS é uma ferramenta de pesquisa de satisfação simples e quantificável, partindo da premissa: “Em uma escala de 0 a 10, quanto você recomendaria o serviço a um amigo?”. Fácil, não? Com essa pergunta já é possível verificar se o EAD oferecido tem uma boa recepção pelos estudantes ou se há sérios problemas na estratégia. 

Para tornar essa pesquisa ainda mais produtiva é uma boa ideia pedir uma justificativa para a resposta dada. Assim é possível ver os problemas e benefícios que mais se destacam no EAD ofertado, dando pistas do que melhorar e o que está dando certo — e sem se alongar demais na avaliação. 

5- Retorno do Investimento 

Uma das métricas mais utilizadas em todos os sentidos é o Retorno sobre Investimento (Return Over Investment). O ROI é uma fórmula matemática que mostra se os resultados da estratégia estão abaixo, cobrindo ou superando os gastos investidos nela, descobrindo assim se as metodologias educativas são financeiramente sustentáveis ou não. 

Todos esses indicadores irão ajudar a desenvolver um EAD de qualidade para sua empresa ou instituição de ensino. Porém, existem outras soluções inovadoras que podem melhorar ainda mais os resultados das suas ações educativas. Conheça 5 tendências de tecnologia na sala de aula e dê um up na suas estratégias!