O uso da gamificação para startups é uma sacada que pode ajudar a aprimorar seus processos e fortalecer a gestão de pessoas. Essa metodologia já é tendência nas empresas tradicionais, mas ela pode trazer ainda mais vantagens para um negócio inovador. 

Quer saber como a parceria entre gamificação e startups funciona? Descubra neste artigo as tendências e inove em seu negócio!

Gamificação para Startups: uma parceria de sucesso

Uma startup não é uma empresa normal: sua visão de mundo, estrutura e modo de trabalho são diferentes, abraçando as tecnologias e possibilidades de mudança para, mais do que garantir um espaço no mercado, escalar o negócio e alcançar um lugar além das estrelas. 

Nesse sentido, é importante sair da caixinha e adotar ferramentas alinhadas a esta mentalidade e dinâmica, que ajudaram a atingir as altas expectativas do negócio.

A gamificação é uma estratégia que alia elementos, design e lógica de jogos em contextos que não se resumem ao entretenimento. Imagine estudar, fazer exercícios físicos ou cumprir tarefas cotidianas motivado por uma dinâmica que imita um tradicional game: isso é possível por meio dessa metodologia inovadora.

Recursos como avatares, histórias, pontuação e missões são usados para incentivar os participantes a realizarem atividades ou mudarem certos comportamentos para terem resultados positivos em suas vidas. Diversas áreas estão adotando esse método em seus processos — da saúde, política, educação aos negócios. 

Adotar a gamificação para startups é uma forma de aproveitar uma metodologia inovadora como o próprio modelo de empresa, oferecendo uma experiência dinâmica e engajadora para clientes, parceiros, colaboradores e público em geral, alcançando resultados positivos em várias estratégias. 

E isso não é à toa. Existem muitos motivos para as startups investirem em estratégias com gamificação, mas duas se destacam:

Atração e retenção do engajamento

Os jogos fazem parte da história de qualquer pessoa e atualmente são hobbie e profissão de milhões, tornando-se mais do que um entretenimento, sim uma séria, enorme e lucrativa indústria. 

Um game consegue oferecer uma experiência imersiva e interativa para os jogadores. Imagine usar essa mesma vivência em algum processo da sua startup, seja com os clientes, parceiros, colaboradores ou para o público em geral: a gamificação é uma forma inovadora de usar os jogos para motivar as pessoas a alcançar objetivos que extrapolem a dinâmica lúdica. 

Desta forma, assim como os jogos atraem e retêm a atenção das pessoas, sua startup pode usar a mesma dinâmica em ações estratégicas, engajando o público-alvo com maior eficiência. 

Coleta e organização de dados 

Algo que as startups sabem bem é a importância do uso estratégicos dos dados. Um dos tipos de gamificação que existem é o digital: onde toda dinâmica é realizada em uma plataforma eletrônica. Assim como qualquer ferramenta dessa natureza, é possível coletar e organizar as informações dos participantes nas atividades, ajudando os responsáveis pela ação a identificar falhas, oportunidades e pontos de melhoria em todo projeto e se ele está cumprindo os objetivos propostos. 

As plataformas gamificadas fazem todo processo de forma prática e ágil, facilitando a vida dos profissionais e dando de bandeja dados estratégicos para a empresa agir com rapidez e assertividade em suas ações. 

Assim, a gamificação pode oferecer várias oportunidades para as empresas inovadoras. Mas, como qualquer startup deve estar atenta às tendências do mercado, o mesmo vale para a implantação dessa estratégia em seu negócio. 

Tendências do Uso da Gamificação para Startups

Cada vez mais empresas estão descobrindo as possibilidades que a gamificação pode trazer ao seu dia a dia. Nisso, várias tendências se tornaram ainda mais presentes para as startups:

Vendas e fidelização de clientes

Todo jogo desperta a curiosidade e atenção das pessoas e é possível usar essa natural atração para conquistar e fidelizar clientes. Em vez de divulgar propagandas tradicionais ou esperar sentado o retorno de quem já conhece sua marca, é possível desenvolver dinâmicas gamificadas para promover produtos e serviços, ou para fortalecer os laços com seus consumidores.

Desta forma, a empresa oferece uma experiência mais engajadora e divertida para diferentes públicos, marcando presença na mente e coração dos clientes. 

Comunicação e engajamento interno

A gamificação também pode ajudar a fortalecer os relacionamentos dentro da empresa: uma startup sempre pensa em formas de engajar os colaboradores, retendo os talentos e estimulando sua produtividade, além de contribuir para um ambiente mais saudável.

Nesse sentido, essa estratégia pode ser aplicada de diversas maneiras, inclusive na comunicação interna, tornando esse contato mais dinâmico e atraente para os funcionários. Assim, além de engajar, essa metodologia ajuda no fluxo de informações entre a equipe e organização, alinhando pontos importantes para a gestão.  

Recrutamento e seleção

Uma startup precisa reunir talentos para oferecer soluções de qualidade e atingir os grandes resultados desejados. Mas, nem sempre é fácil encontrar e reconhecer rapidamente esses profissionais. 

Para isso, usar a gamificação nos processos de recrutamento e seleção é uma tendência para fazer a triagem dos candidatos e ajudar o RH a identificar suas competências (inclusive comportamentais), contando com os profissionais mais alinhados ao cargo e cultura organizacional na equipe. 

Treinamento corporativo

Um dos usos mais frequentes da gamificação é nas ações de educação empresarial. E isso não é à toa: além de engajar os colaboradores nos treinamentos, os elementos lúdicos contribuem para fortalecer a memorização dos conteúdos importantes. 

Essa qualidade vai impactar na hora em que o vendedor aborda o cliente, o atendente responde uma dúvida específica, o programador resolve um bug… A gamificação pode ser adotada em vários tipos de treinamentos corporativos, aumentando a efetividade da ação.

Uso no cotidiano

Além de ser adotada em estratégias específicas, a gamificação para startups pode ser aplicada no dia a dia dos colaboradores, motivando a realização de suas tarefas cotidianas e para alcançar as metas definidas a cada funcionário. 

Ainda mais em negócios onde naturalmente há maior pressão, tornar a rotina mais leve e lúdica pode ser uma boa estratégia para reduzir o estresse, desmotivação e problemas na produtividade nas equipes, trazendo a magia dos jogos para a rotina corporativa.

Uso com outras estratégias

A gamificação é uma metodologia inovadora que pode ser combinada com outras estratégias para gerar mais resultados. Ferramentas como big data, EAD, realidade virtual também são modernas e podem, juntas, fortalecer vários processos da startup e aumentar seu desempenho.

Nesse sentido, antes de implementar qualquer ação é fundamental estudar a realidade da empresa e seus objetivos, investindo em metodologias que gerem resultados. Descubra o que é planejamento estratégico e melhore a performance da sua startup!