A comunicação interna é uma ferramenta que pode ajudar a fortalecer o relacionamento dos colaboradores entre si e com a empresa, aumentando seu engajamento e motivação. No entanto, é preciso saber como adotar e usar essa estratégia no dia a dia para ter os resultados desejados.

Invista na comunicação interna da melhor forma e transforme a dinâmica na sua empresa!

O que é e para que serve a Comunicação Interna? 

Toda empresa precisa se comunicar. Enquanto fazer uma boa gestão de marca, divulgando o negócio para o público externo é fundamental e garante vendas, igualmente é importante voltar os olhos para quem está dentro da organização, no dia a dia lutando para que seja cada vez mais eficiente e lucrativa.

A comunicação interna é um conjunto de ações desenvolvidas para fortalecer o engajamento dos colaboradores com a empresa. Essa ferramenta é adotada por negócios de diferentes portes e segmentos de mercado, usando várias ferramentas para conseguir se conectar com os funcionários. 

Ela é um dos braços de uma estratégia maior, a comunicação empresarial, voltando o foco para o público interno da organização. Essa metodologia pode ser usada para divulgar informações estratégicas, reforçar os valores e a cultura organizacional e revigorar os laços entre a equipe. 

Os colaboradores têm um papel fundamental no sucesso da empresa, dando duro para serem produtivos e oferecerem um serviço de qualidade. No entanto, na correria e pressão do dia a dia, diversas barreiras podem influenciar negativamente seu trabalho: como falhas na comunicação; desmotivação; perda de engajamento com a empresa e problemas de relacionamento com os colegas e líder. 

Muitas organizações investem em várias estratégias para lidar ou evitar essas situações, fortalecendo os laços da empresa com os funcionários e entre a equipe. Desta forma, atritos que poderiam prejudicar o clima organizacional, produtividade e qualidade do trabalho são atenuados ou ocorrem com menor frequência.

E uma das ferramentas usadas para isso é a comunicação interna. Para algumas empresas essa estratégia é tão importante que se tem um funcionário e até um setor específico para a área. E isso não é à toa: esse conjunto de ações pode fazer a diferença no cotidiano da empresa:

Engajamento

Um dos principais motivos para se implementar a comunicação interna é aumentar o engajamento dos colaboradores. Uma empresa que não consegue se conectar com os funcionários provavelmente terá vários problemas, incluindo desmotivação e falta de sintonia entre os empregados e com a marca. 

O engajamento ajuda os profissionais a “vestir a camisa” da empresa, dando o seu melhor para alcançar os resultados, além de ser um bom motivo para ficar na organização — em vez de se desligar e buscar oportunidades em outros lugares. 

Alinhamento das equipes

A comunicação interna também pode ajudar a alinhar as expectativas e trabalhos com os colaboradores, garantindo que todos estão na mesma “frequência”, em sintonia, e evitando problemas, atritos e ruídos nos relacionamentos e serviço. 

Em vez de informações estratégicas se perderem no meio da correria e pressões do dia a dia, todos os colaboradores receberão esses dados e os usarão para melhorar seu trabalho e desempenho. Isso também contribuirá para reduzir as chances de retrabalho, justamente por desencontro entre as comunicações. 

Além disso, essa ferramenta pode ser usada para fortalecer a cultura organizacional, ajudando todos os colaboradores a alinharem sua postura aos valores da empresa e conseguirem transmiti-los em seu serviço.

Melhora do clima organizacional

Uma equipe que se comunica melhor possivelmente terá menos atritos, consequentemente trabalhará em um ambiente mais saudável. Isso, em conjunto com os benefícios anteriores, irá melhorar o clima organizacional, ajudando na redução de estresse, conflitos e desmotivação. Inclusive, essa estratégia pode contribuir para evitar as problemáticas “panelinhas”.   

A comunicação interna também pode ajudar a reduzir os impactos de uma crise, dando mais transparência ao relacionamento com os colaboradores, evitando desgastes desnecessários com fofocas, intrigas e equívocos, além de fortalecer a união da equipe diante de situações negativas. 

Todas essas qualidades tornam a comunicação interna uma estratégia essencial, ainda mais em empresas com um grande número de funcionários. Entretanto, é preciso saber usar essa ferramenta corretamente para conseguir estes resultados.

Como Usar a Comunicação Interna de Maneira Inteligente

Implementar uma estratégia de comunicação interna é uma tarefa que demanda esforços e investimento. Algumas dicas podem ajudar a adotar essa ferramenta da melhor forma e, assim, fortalecer os laços dentro da empresa. 

Conhecer o público-alvo

Um dos pontos fundamentais de qualquer estratégia direcionada a um grupo de pessoas é conhecer bem o seu perfil. É importante descobrir as preferências, comportamentos e hábitos dos colaboradores para desenvolver uma comunicação que realmente desperte sua atenção e engajamento.

Não adianta montar ótimos conteúdos se os funcionários não se interessam por eles, ou se as informações não são consideradas relevantes pelos profissionais. É preciso atrair e reter o desejo dos colaboradores para engajá-los internamente.

Também é importante considerar o perfil da própria empresa, pensando em como usar a cultura organizacional nas comunicações para ter uma estratégia concisa e que incentive os valores internos. 

 Ter abertura aos funcionários

Uma dica especial que pode ajudar a melhorar a comunicação na empresa, de forma geral, é usar estratégias para tornar o ambiente mais aberto à interação entre colegas e com a liderança, incentivando um contato saudável e por meio de conversas claras. 

Burocracia e complicações no processo de comunicação geram barreiras, desestimulando os funcionários a trocarem ideias, oferecerem sugestões e relatarem problemas — o contrário do que essa ferramenta propõe. 

 Ter planejamento

Assim como em qualquer estratégia, é fundamental que a comunicação interna tenha seus processos e planejamento. Não basta pensar apenas em uma mensagem: é preciso considerar o tom; linguagem; canais; objetivos; entre tantas outras variáveis que tornam a ação menos ou mais efetiva.

Nesse sentido, é importante decidir quais meios serão usados para a comunicação interna. Algumas opções são:

  • Mural: um método simples e econômico para informações pontuais;
  • Newsletters: pode reunir várias mensagens, produzidas e enviadas de forma prática;
  • Feedbacks: reuniões como one-to-one e avaliações também ajudam a fortalecer os relacionamentos;
  • Intranet: pode reunir diversas informações em um ambiente próprio para essa ação;
  • Gamificação: uma estratégia inovadora que pode tornar a estratégia mais engajadora e dinâmica.

Cada canal tem suas especificidades e qualidades. E essa última opção pode trazer diversas vantagens não somente para a comunicação interna, mas como a outras operações de qualquer negócio. Descubra as vantagens e usos da gamificação nos processos de uma empresa e transforme sua gestão de pessoas!