Toda empresa quer alcançar resultados. Por meio do esforço individual e também coletivo, as metas são batidas e, assim, a organização vende mais e obtém lucro para se manter no mercado. Uma das formas de se alcançar um bom desempenho é investindo nos seus colaboradores, especialmente apostando em estratégias como o treinamento organizacional.

Nesse artigo, vamos falar sobre treinamentos organizacionais com foco em resultados, para te ajudar a melhorar o desempenho da sua empresa e vender mais!

Treinamento Organizacional e resultados

Não adianta implementar os melhores processos, planejar cada passo e investir nos mais avançados equipamentos se sua equipe não consegue alcançar os objetivos esperados. Isso é um problema que pode ter várias causas: desde desmotivação; falta de engajamento; dificuldades de relacionamento interno; necessidade de aprimoramento técnico ou do desenvolvimento de habilidades pessoais; entre outros motivos podem acabar impactando o trabalho dos seus funcionários.

Uma das maneiras de suprir algumas dessas necessidades é investindo no treinamento corporativo. Essa ferramenta, se bem estruturada e aplicada, pode trazer diversos benefícios a sua gestão de pessoas! Como melhorar as habilidades técnicas e subjetivas, aumentar a motivação e engajamento e até preparar o profissional para assumir novas responsabilidades.

Desta forma, existem diversos tipos de treinamentos organizacionais, com diferentes focos e objetivos – inclusive voltados a especificamente alcançar os resultados da empresa.

Este tipo de treinamento é planejado para suprir justamente aquilo que a organização precisa. Claro que todas as estratégias, de uma forma ou outra, beneficiam a empresa – funcionários desmotivados ou pouco engajados não vão produzir tanto como antes, e a qualidade do serviço será baixa quando os colaboradores não são capacitados ou não dominam a área de atuação. Mas, ao estruturar a educação corporativa para focar em resultados, o trabalho acaba sendo mais direto em sanar as necessidades e solucionar as lacunas internas.

Treinamento Organizacional com foco em resultado

O treinamento corporativo é uma peça importante para aprimorar a gestão de pessoas e, consequentemente, fazer com que os colaboradores tragam ainda mais resultados a empresa. Se esse trabalho já considera os objetivos e necessidades da organização, será ainda melhor!

Vamos conhecer alguns exemplos de treinamentos organizacionais que tem foco em resultados?

6Ds – Seis Disciplinas

Essa metodologia é, basicamente, um guia para estruturar um treinamento com foco em resultados. São 6 etapas que definem esse método:

1- Determinar os resultados para o negócio;

2- Desenhar uma experiência completa;

3- Direcionar a aplicação para a prática;

4- Definir a transferência do aprendizado

5- Dar apoio à performance;

6- Documentar resultados.

Ou seja, antes de tudo já se começa a pensar no que o treinamento vai impactar concretamente a empresa, invertendo a lógica muitas vezes aplicada nesse tipo de trabalho.

Esse modelo proporciona uma estrutura completa para montar uma ação de educação empresarial: definir quais os resultados que deverão ser alcançados; planejar o treinamento do início ao fim; criar atividades para que os participantes apliquem os conhecimentos na prática; garantir a continuidade do trabalho no cotidiano; apoiar o aprimoramento do colaborador e mensurar os benefícios que toda estratégia trouxe.

Assim, esse tipo de treinamento contempla diversas etapas importantes para garantir que o aprendizado não só será adquirido, como efetivamente vai trazer vantagens ao dia a dia da equipe. Além disso, por conta do foco nos resultados concretos, essa metodologia costuma ser bastante motivadora para os participantes, que poderão enxergar com maior clareza como a ação beneficia seu trabalho cotidiano.

Treinamento para áreas específicas

O treinamento organizacional pode ser aplicado em alguns setores, trazendo conteúdos específicos para a realidade e competências de cada área. Essa ação pode ser uma grande aliada da empresa, pois irá atuar diretamente nas necessidades de cada operação da complexa engrenagem que é uma organização.

Um treinamento bem estruturado para a área de vendas, por exemplo, pode ensinar os vendedores novas técnicas, como driblar as objeções que o público faz, pensar em novas formas de se conectar com os consumidores em potencial e conquistar a sua confiança, entre outras possibilidades. Todo esse trabalho vai aprimorar as habilidades da sua equipe e, consequentemente, eles irão vender mais. Ou seja, um aumento no lucro do seu negócio!

Outro exemplo é no setor de marketing. Treinar esse time nas melhores práticas do setor – especialmente fazendo um trabalho contínuo ao considerar as estratégias digitais, que estão em constante transformação – é uma forma de ganhar vantagem competitiva. Se sua empresa constrói uma boa imagem, sabe se relacionar bem com o cliente e como divulgar da maneira correta a marca para mais pessoas – claro que novas vendas serão feitas e, ainda melhor, os consumidores serão fidelizados.

Esse são apenas dois exemplos do que treinamentos organizacionais direcionados a setores específicos podem fazer. O RH pode mapear quais são os departamentos que mais precisam melhorar seu desempenho ou os mais estratégicos para a performance da empresa, identificar onde ocorrem as falhas e pensar em ações para corrigir essas lacunas.

Gamificação

Essa é uma estratégia inovadora que pode ser aplicada em diversos processos, como treinamento corporativo, processo seletivo, onboarding de novos funcionários, comunicação interna e até mesmo nas tarefas diárias dos colaboradores.

A gamificação alia elementos comuns aos jogos – como storytelling, pontuação e recompensas – para motivar os participantes a realizar ações concretas, como assistir os treinamentos, fazer as atividades de fixação de conhecimentos e até se esforçar para vender mais, por exemplo.

Desta forma, a gamificação pode atuar em necessidades específicas da equipe, ajudando a motivar os colaboradores para renderem mais e com maior qualidade. Assim como os jogos estimulam determinados comportamentos e conquistas (seja ganhar pontos ou salvar a princesa, por exemplo) o estilo lúdico dessa estratégia impulsiona os funcionários a cada vez melhorarem seu desempenho e, consequentemente, trazerem mais resultados a empresa.

Além disso, as plataformas eletrônicas gamificadas costumam oferecer relatórios detalhados da performance dos colaboradores nas atividades. Isso permite ao RH ter dados rápidos e confiáveis para identificar os pontos positivos e as lacunas nos treinamentos, e fazer um trabalho contínuo de aperfeiçoamento da estratégia.

Aliás, essa é uma das dificuldades dos profissionais de RH a respeito dos treinamentos organizacionais: como medir os benefícios da ação? Com uma plataforma gamificada esse processo pode ser mais fácil! Confira o artigo Como fazer a avaliação dos resultados da gamificação na empresa e conheça mais benefícios dessa estratégia!