Você pode perguntar para diversos estudiosos e empresários e, em sua maioria, a resposta será a mesma: a inovação é fundamental no mercado corporativo atual. Essa postura não fica limitada apenas à produção ou marketing. Todos os setores tem a ganhar ao adotar práticas que sejam “fora da caixa” – incluindo os recursos humanos. Inspire-se com essas 3 ideias de ações de RH nas empresas e transforme a gestão de pessoas do seu negócio!

3 Ações inovadoras de RH nas empresas

Já passou a época dos RHs com processos burocráticos e ações engessadas. Com tanta tecnologia disponível e a mudança de comportamento das novas gerações – como os Millennials e a Z, a empresa que não abraça as inovações acaba ficando para trás. Os novos talentos não irão se interessar pela organização ou não ficarão por muito tempo – aumentando assim a taxa de rotatividade de profissionais – e não serão adotadas as boas práticas para extrair o melhor de cada colaborador.

A inovação é sempre um diferencial competitivo e se inspirar em práticas de outras grandes empresas pode ser a chave que vai transformar a gestão de pessoas da sua organização, desenvolvendo seus colaboradores para que sejam mais produtivos, motivados e engajados – trazendo assim mais e melhores resultados.

Confira agora 3 ações de RH nas empresas que podem mudar sua gestão de pessoas:

1) Incentivo à Diversidade e Inclusão

Uma das apostas das grandes empresas é na diversidade de seus colaboradores e sua inclusão no ambiente corporativo. Esse tema está em alta nas mais variadas discussões e as organizações precisam estar atentas às mudanças e exigências atuais da sociedade.

Contratar, dar oportunidade de crescimento interno e oferecer um ambiente acolhedor à cidadãos com vivências diferentes ou de grupos historicamente à margem da sociedade – como negros, mulheres, LGTBs, pessoas com deficiência, de diversas culturas, religiões e filosofias, entre outros – é algo comprovadamente benéfico às empresas. Organizações mundiais como Sodexo, PWC, Mastercard, P&G, Johnson & Johnson, Deloitte, PepsiCo, Grupo GPA e Microsoft são apenas alguns exemplos de companhias que investem internamente nessa postura.

Não é a toa que as empresas devem estar atentas a essa questão: as companhias que apostam nessa postura costumam ter melhores resultados e a inovar mais. Isso se acontece por darem oportunidade para que pessoas diferentes, com bagagens e vivências variadas, tragam novas ideias às companhias. Claro que isso só poderia resultar em maior inovação!

Além de se informar melhor sobre o assunto – principalmente escutando representantes dos grupos -, uma dica de atitude inovadora para começar a adotar a diversidade e inclusão na sua empresa é realizar um recrutamento às cegas. Esse processo é feito de forma com que a seleção seja realizada sem informações como gênero, idade, raça e até mesmo local de estudos dos candidatos. Desta maneira, concentra-se naquilo que realmente é importante no profissional: sua qualidade.

Outro ponto importante nessa questão é investir em treinamentos específicos para abordar o respeito à diversidade na organização. Desta forma, os funcionários irão aprender as melhores condutas ao lidar com pessoas de vivências diferentes das suas, sem acabar ferindo sua dignidade – mesmo sem a intenção.

2) Oferecer Experiências Marcantes

Outras inovações que as empresas grandes estão oferecendo aos seus colaboradores são novas experiências. Elas podem estar relacionadas ao treinamento corporativo, ações de fortalecimento dos relacionamentos e cultura organizacional ou até mesmo como recompensa por resultados extraordinários.

No caso do treinamento, existem organizações que estão investindo nas mais variadas ações: aulas com chef de cozinha; produção de peça de teatro; meditação e técnicas de autoconhecimento e até mesmo curso de cuidados com bebês – nenhuma dessas coisas parece ser algo aplicado em empresas, não é mesmo? Exceto que essas práticas foram oferecidas por, nada mais, nada menos, do que Vivo, Mercedes-Benz, Natura e Itaú Unibanco.

Esse tipo de atividade pode desenvolver habilidades subjetivas que fazem toda diferença no dia a dia corporativo, além de incentivar o bem estar dos colaboradores e suas famílias – trazendo resultados positivos para o clima organizacional, motivação e engajamento dos funcionários.

Dinâmicas diferenciadas também podem ser adotadas para fortalecer os relacionamentos e cultura interna: imagine uma empresa aplicando jogos e até mesmo desafios na natureza como forma de trabalhar a colaboração, criatividade e resiliência? São ações como essas que marcam e engajam os empregados, transformando o grupo em uma verdadeira equipe.

Existem empresas que recompensam os colaboradores de alto rendimento com prêmios como viagens, cursos e brindes. Essa é uma ótima maneira de motivar a equipe e valorizar seus talentos.

?

3) Apoio da Tecnologia

Como dito no início, a tecnologia tem o seu papel na transformação da sociedade – o que afeta diretamente as empresas e a gestão de pessoas.

As grandes empresas estão investindo em inovações como people analytics, big data, inteligência artificial, transformação digital e gamificação para automatizar processos, otimizar operações e tornar algumas ações mais dinâmicas e engajadoras. Deixar de apostar nessas estratégias pode ser uma decisão que fará a organização ficar para trás!

Os dados estão dominando: saber de forma analítica como está sua gestão de pessoas – turnover, desempenho e aprendizado dos colaboradores – é uma excelente forma de identificar os problemas e, assim, solucioná-los.

No RH os avanços tecnológicos podem ser aplicados nas mais diversas áreas: treinamento corporativo; recrutamento; onboarding de novos colaboradores; comunicação interna e até mesmo nas tarefas cotidianas.

E por que não mostrar um estudo de caso? A Vivo investiu em uma plataforma gamificada da Ludos Pro para o processo de treinamento da sua equipe de call center, oferecendo assim uma experiência interativa, motivadora e engajadora para seu público interno. Desta forma, a companhia conseguiu capacitar seus colaboradores em boas práticas de atendimento, sem interromper seu trabalho e com uma ação altamente atraente.

Esse tipo de estratégia aproveita elementos lúdicos dos jogos – como storytelling, pontuação e recompensas – para motivar os colaboradores a realizarem determinadas ações concretas. Desta forma, a gamificação se destaca como uma metodologia inovadora, que desperta o engajamento dos funcionários mesmo em tarefas monótonas ou obrigatórias – como no caso dos treinamentos. Consequentemente, resultados melhores serão alcançados e a empresa terá vantagem competitiva!

Quer saber como implementar a gamificação na sua organização? Baixe gratuitamente nosso infográfico 5 Passos para Gamificar sua Empresa e invista nessa inovação.