Gap de competência é um recurso disponível para gestores de recursos humanos utilizarem na hora de avaliar a performance de seus colaboradores. Nessa estratégia, são observadas as lacunas existentes nas competências de um colaborador, ou seja, competências que a empresa precisa, mas o colaborador não dispõe.  

O método Gap de Competência é ideal para corporações que buscam estimular o aperfeiçoamento – como o nome descritivo diz – de competências essenciais para o desempenho das atividades de seus usuários. Isso porque através dessa avaliação, é possível diagnosticar quais as melhores competências a serem desenvolvidas pelo profissional.

Quer saber como identificar os gaps de competências de seus colaboradores e utilizar das informações para construir um plano para aperfeiçoá-los?

O que são gaps de competência?

No âmbito empresarial, competências são consideradas aptidões que o colaborador deve desenvolver para desempenhar seu papel dentro da instituição. Elas são constituídas por um conjunto de conhecimentos e habilidades, sendo composto por técnicas e ações comportamentais.

Dentre as competências requeridas no ambiente de trabalho, podemos citar as mais comuns como exemplo, sendo elas: inteligência emocional, empatia, espírito empreendedor, agilidade em tomadas de decisão, proatividade e senso de urgência.

Agora gaps de competência são déficits existentes na aptidão de um profissional, lacunas em habilidades importantes para a execução de seu trabalho, que, portanto, comprometem o resultado do profissional, o clima organizacional, bem como a produtividade da corporação.

Como o resultado de uma empresa depende quase que exclusivamente da dedicação dos colaboradores e do que eles entregam, é crucial adotar uma estratégia que capture esses gaps de competência, pois eles podem estar afetando negativamente a empresa.

Ao dispor dessas informações, sua empresa não só agrega melhoria no trabalho individual do profissional como nos resultados empresariais em geral. Sendo assim, a metodologia de identificação de gaps de competências é um recurso cascata, ou seja, utilizado nos colaboradores, mas com consequências positivas a toda corporação.

Como identificar e resolver os gaps de competências?

A identificação dos gaps de competências é realizada através de comparação. O primeiro dado que é preciso dispor é: quais as competências quero que meus profissionais tenham? Depois de possuir essa informação, a outra pergunta fundamental é: Quais as competências meus colaboradores dispõem?

A partir dessas informações, você irá comparar quais competências dos colaboradores se enquadram nas aptidões solicitadas pela empresa e quais não estão relacionadas. Confira como especificamente você poderá desenvolver essas questões.

Diagnostique as competências de cada setor

Cada atividade irá requerer aptidões diferentes. Claro que algumas serão comumente necessárias para toda companhia, mas sempre haverá aquela específica a um único setor. Portanto, o primeiro passo para identificar os gaps de competências é determinando quais as competências sua empresa precisa para cada setor.

Se ainda não estiver tão claro quais são elas, será necessário sentar com os gerentes de cada área, além dos diretores da empresa para defini-las. É importante que nesse momento sejam considerados os valores, a visão e a missão da instituição também.

Anote as competências que todos os colaboradores da nossa empresa devem possuir e as aptidões específicas para cada área. Para isso, é preciso ter muito bem estabelecidos quais são os anseios da organização para encontrar os gaps nas competências de seus colaboradores.

Mapeie as competências individuais dos colaboradores

Ao mapear as competências individuais de seus colaboradores, você conseguirá realizar a comparação de dados. Competências necessárias x competências já adquiridas. Assim, será possível verificar se eles possuem as aptidões que sua empresa precisa e, em cima dessas informações, desenvolver estratégias para potencializar ainda mais a atuação de seus funcionários no ambiente de trabalho.

Para identificar as competências, você precisará realizar uma espécie de pesquisa. A metodologia que utilizará independe, desde que o resultado final seja um compilado de competências que seus funcionários possuem.

Normalmente, levantar dados dos últimos treinamentos realizados na organização; realizar pesquisas específicas sobre competências; conversar com os colaboradores e líderes são alternativas eficazes na estratégia de definição de competências de funcionários.

Também é possível aproveitar a gamificação para realizar esse levantamento, até mesmo introduzir e estimular o treinamento das competências necessárias. A gamificação é uma metodologia de motivação humana utilizada para diversas finalidades, e pode ser eficaz para garantir a imersão e o comprometimento dos colaboradores. Veja o texto: O que é Gamificação? Conheça esta tendência de aprendizagem; e confira a respeito!

Crie um perfil específico do profissional que será contratado

Gaps de competências podem ser evitados ao contratar um profissional o mais compatível possível com a vaga e a cultura empresarial disponível na instituição. Portanto, essa é uma questão que pode, e se possível deve, ser trabalhada antes da entrada do profissional na instituição. Por isso, avalie. 

Na hora da contratação, sua empresa tem se preocupado em tornar o processo o mais claro possível? Como normalmente descrevem a vaga? Nela há informações que explicitam um pouco sobre a cultural empresarial e as características dos profissionais que trabalham nela? Você alinha as funções que o colaborador deve desempenhar para identificar se de fato ele é competente para a função?

Se sua empresa utiliza a descrição de vaga como estratégia de atração de perfis ideias, talvez seja um momento certo para reavaliar as informações. Talvez fazer complementações que contemplem: cultura empresarial, aptidões requeridas e as atividades que o futuro contratado irá desempenhar. Tudo dentro de uma instituição deve ser feito de maneira estratégica.

Como resolver os gaps de competências?

Os gaps de competências podem ser resolvidos de duas formas: desligando o colaborador que tenha gaps de competências e contratando um outro com as aptidões necessárias ou investindo em treinamentos e programas de aperfeiçoamento profissional para que ele desenvolva as habilidades solicitadas na instituição.

Geralmente as empresas buscam a segunda alternativa, investir em programas de treinamento e desenvolvimento, porque, dessa maneira, a rotatividade segue baixa e a retenção de talentos alta.

Como conferiu aqui, gaps de competências são causados por más contratações, sendo crucial, portanto, deixar o time de recursos humanos alinhado quanto ao objetivo daquela vaga.

Para complementar sua leitura, confira um texto sobre como tornar seu RH um setor ainda mais estratégico e, assim, resolver, de uma vez por todas, problemas como esse. Confira: RH ágil: não fique de fora desta transformação.