Plataformas de aprendizagem: uma tendência na educação
Educação

Plataformas de aprendizagem: uma tendência na educação

Preencha seu email e receba conteúdos exclusivos
Obrigado pelo seu cadastro!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

As plataformas de aprendizagem são soluções que tornaram a educação mais acessível, dinâmica e flexível. Cada vez mais empresas e instituições de ensino estão conhecendo esse modelo e tendo resultados positivos ao implementar a tecnologia em seu dia a dia.


Conheça nesse artigo o que são as plataformas de aprendizagem, o que elas trouxeram para o ensino - seja tradicional ou empresarial - e alguns exemplos desse modelo. 


Educação e Tecnologia


A maior parte das pessoas - especialmente das gerações X, Y e anteriores - conhece muito bem o ensino tradicional: passar horas sentado em uma cadeira, copiando as explicações do professor/instrutor e, com sorte, de vez em quando um era proposto vídeo, música, debate ou apresentação de trabalho. Entretanto, mesmo consolidado, a verdade é que esse modelo nunca foi tão efetivo como sempre se desejou. 


Diversos estudiosos questionaram esse estilo, pesquisando sobre como a aprendizagem pode ser diferente para cada pessoa pelos mais variados fatores, seja por conta da sua idade, facilidade com determinados formatos, maneira de se relacionar com o conteúdo e até mesmo o nível de motivação nos estudos.  


Atualmente, o ensino tradicional está cada vez mais em xeque: com o desenvolvimento da tecnologia, tanto crianças e adultos estão buscando formas mais ativas e dinâmicas para fazer as atividades cotidianas, especialmente na hora de estudar - que para muitos não é a ação mais prazerosa do mundo, ainda mais quando associada ao modelo clássico de educação.


Pesquisas mostram que a capacidade de concentração das pessoas está diminuindo a cada ano e, com todos esses fatores em jogo, novas barreiras se apresentam para o ensino. E, se a tecnologia foi um elemento transformativo, porque não usá-la de forma positiva nesse processo? Assim, desenvolveram-se as plataformas de aprendizagem.


Plataforma de Aprendizagem: o ensino no século XXI


O desenvolvimento da tecnologia abriu oportunidades jamais imaginadas antes. Áreas como saúde, segurança, política e até mesmo a educação foram profundamente impactadas pelas inovações. No caso do ensino, se em um primeiro momento houve uma grande desconfiança, atualmente cada vez mais cresce a aceitação - e entusiasmo - ao se adotar recursos tecnológicos em seu cotidiano.


Enquanto o ensino presencial ainda tem suas vantagens e inegáveis méritos, ele também apresenta limitações. E algumas delas podem ser sanadas ao complementar a educação com atividades em uma plataforma de aprendizagem. 


As plataformas de aprendizagem são ferramentas que usam os recursos tecnológicos com finalidades educacionais. Elas são hospedadas na web, permitindo que mais pessoas possam acessar os conteúdos a qualquer hora e de qualquer local. 


Essa é uma das vantagens desse modelo: permitir maior flexibilidade e autonomia para os estudantes. Eles podem adotar seu próprio ritmo de aprendizagem, não ficando restringidos a determinado local e horário - como no caso do ensino presencial. Só este fator tornou a educação mais acessível, pois muitos, por conta do tempo, deslocamento e até mesmo falta de recursos financeiros, não conseguiam dar sequência aos estudos como gostariam. Agora, com tantas e até gratuitas opções, as pessoas têm mais oportunidades para se capacitar e adquirir conhecimento. 


Essa acessibilidade também traz vantagens para as empresas e instituições de ensino que implementam essa modalidade: as atividades online são mais econômicas do que as presenciais, que exigem um espaço físico, horário disponíveis de professores/instrutores e de alunos/colaboradores - gerando gastos e esforços logísticos. 


Adotar uma plataforma de aprendizagem é uma forma de tornar o ensino mais dinâmico ao combinar formatos diferentes em um mesmo espaço. Com os avanços tecnológicos, cada vez mais recursos foram incluídos: vídeo; animações; fórum; chat; gamificação; testes; avaliações e tantas outras possibilidades foram sendo acrescentadas as ferramentas, enriquecendo a experiência dos estudantes. Pessoas que aprendem melhor com determinados estímulos tem muito a aproveitar com esse modelo.


Mas, adotar esse modelo não significa excluir completamente o ensino presencial. Não, esse modelo ainda é válido, como dissemos anteriormente. Incluir uma plataforma de aprendizagem nas estratégias educacionais é uma forma de aumentar os resultados, combinando o melhor de cada modalidade para benefício dos estudantes.  


Usando os recursos certos, é possível aproveitar o melhor que as plataformas de aprendizagem oferecem. Existem várias tecnologias que podem ser exploradas nesse sentido:


LMS/LXP


A Learning Management System, ou Sistema de Gestão de Aprendizagem em português, é uma plataforma educacional online que permite diversas operações. Os responsáveis pelos treinamentos/aulas online podem criar, personalizar, organizar e administrar os cursos colocados nesse local, tornando o ensino mais personalizado para atender às necessidades específicas da empresa/instituição de ensino.


Já a LXP (Learning Experience Platform) é uma atualização desse modelo: essa plataforma traz bônus como conteúdo personalizado, estrutura mais intuitiva e maior possibilidade de interação. O foco é a experiência que o estudante terá no espaço, tornando a aprendizagem mais ativa, dinâmica e personalizada. 



MOOCs


Os Massive Open Online Course, mais conhecidos como MOOCs, são cursos livres disponíveis na internet geralmente de forma gratuita. Esse modelo foi desenvolvido para ser acessado pelo maior número de pessoas possível, de todas as partes do globo. Assim, seu formato é bem mais acessível e flexível. 


Os MOOCs oferecem conteúdos em vídeo, além de normalmente propiciarem espaços de fórum para a troca de ideias, dúvidas e experiências entre os estudantes que estão matriculados e com o tutor responsável. Todo esse material poderá ser consultado por quem entrou depois no curso.


Gamificação


Uma plataforma que está trazendo resultados positivos ao ser adotada na educação é a gamificação. Essa estratégia alia elementos comuns aos jogos - como storytelling, pontuação e recompensas - para estimular os participantes a realizarem determinadas ações. Desta forma, os incentivos que tornam os games atividades tão engajadoras são usados para que as pessoas se motivem a estudar, fazer as tarefas e provas - tudo em um ambiente lúdico.


A gamificação transforma o estudo em uma experiência imersiva e interativa, prendendo a atenção dos estudantes e fortalecendo sua memorização dos conteúdos ao associar estímulos positivos a este momento. Assim, os alunos/colaboradores irão se engajar mais nas atividades, consequentemente tendo assim resultados melhores.


Outra possibilidade que as plataformas gamificadas costumam oferecer são relatórios detalhados do desempenho dos usuários nas atividades. Isso ajuda o RH, pedagogos e professores a monitorar com maior praticidade e agilidade como está o aprendizado dos colaboradores e alunos, dando a oportunidade de pensarem mais rapidamente em estratégias para aprimorar os processos educacionais, caso os dados não sejam satisfatórios, e a identificar com maior precisão o que precisaria ser melhorado. 


Quer saber como a gamificação pode ajudar nos processos de aprendizagem? Converse conosco e descubra como essa metodologia irá mudar sua empresa ou instituição de ensino!

No items found.
Veja outros conteúdos sobre assuntos relacionados:
O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários.
Veja outros posts relacionados
logo sioux grouplogo siouxlogo ludos prologo pgblogo movieplaylogo go gamers
icon linkedinicon instagramicon facebook