O processo de aprendizado de um profissional não acaba quando ele se forma e é contratado por uma empresa. Pelo contrário, há uma preocupação constante em desenvolver novas competências para atender a novas demandas. E, além da iniciativa do indivíduo, a empresa também deve investir nesse desenvolvimento de várias formas — como as trilhas de conhecimento, por exemplo.

Uma trilha de conhecimento é um conjunto de atividades e tarefas com o objetivo de trabalhar uma competência ou habilidade específica, podendo ser agrupadas em módulos que representariam um conjunto mais amplo, mas com alguma coesão. A ideia é que, ao dividir o conteúdo e associar cada passo a atividades gamificadas, o processo torna-se mais divertido e engajador.

Neste texto, entenda o que são trilhas de conhecimento e veja como aplicar esse recurso ao seu negócio. Acompanhe!

Como as trilhas de conhecimento beneficiam a sua empresa?

Ao estruturar o aprendizado na sua empresa com trilhas de conhecimento, você logo poderá notar uma clara mudança de desempenho. Aqui estão alguns benefícios:

Autonomia de desenvolvimento

Nos últimos anos, a maneira como o profissional se desenvolve é cada vez mais orientada para a autonomia — e essa tendência deve crescer ainda mais. Assim, é o próprio colaborador que decide quais conteúdos buscar e em que momento.

Em parte, isso acontece porque, devido à dificuldade normal em administrar um negócio, nenhuma empresa ou profissional de RH consegue orientar sozinho cada funcionário. Além disso, aqueles que aprendem por iniciativa própria tendem a absorver o conteúdo mais rápido e com maior eficiência. Por isso, cabe à empresa oferecer essa oportunidade de autonomia.

Aprendizado constante

Aprender não é um “evento” isolado, mas sim um processo constante. Uma das coisas que as trilhas de conhecimento proporcionam é justamente um espaço onde o aprendizado possa ser realizado com frequência e com o auxílio de diversos mecanismos de suporte.

Como cada trilha é focada em desenvolver uma competência específica e é dividida em diversos passos, é mais prático para qualquer pessoa se aprimorar um pouco a cada dia em vez de tentar absorver tudo de uma vez. Isso aumenta a retenção do conteúdo e dá mais tempo para exercitar o aprendizado.

Desenvolvimento de competências específicas

Outro ponto importante que facilita o aprendizado é o foco. Ter muito conteúdo para apreender de uma só vez gera, no mínimo, bastante estresse no seu cérebro — o que dificulta o processamento de informação. Por isso, alguns conteúdos e tarefas parecem mais difíceis quando estão em grande volume, mesmo que você seja capaz de acompanhá-los individualmente. Ao dividir tudo em trilhas e dar a cada uma um objetivo único, fica mais fácil para o cérebro compreender a informação e organizá-la.

Maior engajamento

Por fim, as trilhas de conhecimento também oferecem uma meta clara aos seus colaboradores. No lugar de apenas lerem um texto repetidas vezes para memorizá-lo, cada tarefa oferece um objetivo, o que ajuda a manter o participante engajado até o final sem perder muita energia. Isso significa que uma mesma competência pode ser trabalhada mais rápido e por mais tempo, sem comprometer a qualidade do aprendizado ou o empenho do colaborador em outras tarefas.

Quais mecanismos ajudam nesse processo?

Por “mecanismos”, você pode entender “métodos de aprendizado”. Estas são as ferramentas utilizadas na prática para alcançar os benefícios que já citamos:

Combinação de diversos formatos

A forma como cada indivíduo assimila a informação pode variar bastante. Algumas pessoas são mais visuais, outras preferem músicas ou mesmo informações escritas. Porém, quanto mais desses métodos forem utilizados, maior tende a ser a retenção da informação. Por isso, a maioria das trilhas de conhecimento faz uso de um ou mais desses métodos.

Vídeos, áudios, textos e lições práticas são usados em diversas formas de aprendizado. Porém, não há motivo para se restringir apenas a um deles. De acordo com o modelo de William Glasser para memorização, as pessoas decoram:

  • 10% lendo;
  • 20% ouvindo;
  • 30% observando;
  • 50% vendo e ouvindo;
  • 70% discutindo;
  • 80% fazendo;
  • 95% ensinando.

Com os recursos e tecnologias certos e um bom planejamento, é possível atingir níveis bem elevados nessa pirâmide.

Minigames

gamificação é outra ferramenta que se mostra muito eficaz no aprendizado dentro das empresas. Um dos recursos que podemos apresentar aqui é a utilização de minigames na estruturação de diversas trilhas, principalmente como exercícios de fixação e testes de aprendizado para o usuário.

Esses jogos podem assumir diversas formas, como quizes e simulações de situações com as quais o colaborador terá que lidar em algum momento. Ao tornar essas atividades mais lúdicas, você facilita o aprendizado, melhora o engajamento dos colaboradores e contribui para a apreensão do conteúdo, como falamos no tópico anterior.

Progresso de tarefas e metas

Como o nome já implica, as trilhas de conhecimento são um conjunto de passos que devem ser executados para alcançar um objetivo. Dessa forma, desde o início do processo, o colaborador já possui um objetivo claro que deve buscar, o que facilita a manutenção do foco e a persistência.

Além disso, é possível restringir o avanço do colaborador em cada trilha, de acordo com metas específicas. Até que uma tarefa seja concluída, não será possível avançar para as próximas trilhas ou módulos, por exemplo. Isso não só assegura a ordem do aprendizado, como gera outro objetivo — o que contribui para o engajamento.

Acompanhamento do progresso pela plataforma gamificada

Por fim, em qualquer método de aprendizado, é importante que você e seus colaboradores possam avaliar os próprios resultados e seus progressos. Ao promover esse método por meio de uma plataforma gamificada, você terá ferramentas práticas para acompanhar o desempenho.

Além disso, é possível associar os resultados a uma pontuação. Isso não só torna o progresso mais fácil de mensurar e analisar, como também mostra aos colaboradores um feedback rápido de seu desempenho.

Como vimos, as trilhas de conhecimento podem ser uma solução divertida e engajadora de estimular o aprendizado e o desenvolvimento de novas habilidades e competências em seus funcionários. Porém, para obter o melhor resultado possível, é preciso contar com uma empresa especializada para a implantação do mecanismo.

Agora que você sabe o que são trilhas de conhecimento, é hora de aplicá-las nos treinamentos e capacitações do seu negócio. Se quiser começar do jeito certo, entre em contato com a Ludos Pro e veja como podemos ajudá-lo nessa tarefa.